Gosto de podre na boca: o que pode ser e como tratar?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Em alguns momentos, devido à falta do hábito de escovar os dentes, é até que comum que algumas pessoas sintam um gosto de podre na boca.

Mas não necessariamente sentir um gosto de podre na boca significa estar com alguma doença ou problema que esteja influenciando no hálito.

Sendo assim, normalmente o gosto de podre na boca é causado pela produção de pus nas glândulas salivares, por exemplo, ou então nos seios paranasais.

E quando falamos de problemas que envolvem o nariz e podem causar esse sintoma, se fala na verdade especificamente sobre sinusite.

De tal forma, esse tipo de alergia pode ser notificado pela presença do gosto na boca, ou até do cheiro de podre.

Todavia, apesar de não se tratar da presença de mau hálito, normalmente esse tipo de problema pode ser confundido com alguns dos seguintes:

  1. Halitose, também conhecido como mau hálito;
  2. Gosto amargo na boca.

E além disso, também existem algumas outras possibilidades de gostos que podem indicar alguma alteração que recebe o nome de disgeusia, que muda o sabor que é sentido na boca.

Confira então quais são as possibilidades que podem indicar essa disfunção:

  • Amargo;
  • Azedo;
  • Podre;
  • Metálico.

É válido lembrar, no entanto, que esse sabor surge espontaneamente, sem que a pessoa tenha comido algo que possua aquele gosto.

Neste artigo nós falaremos apenas sobre o gosto de podre especificamente, mas aqui na Simpatio nós já falamos sobre gosto ruim e gosto metálico também!

Sendo assim, confira então conosco mais sobre esse tema, bem como algumas formas de cuidar e até evitar que você possua esse quadro.

Vamos lá?

O que causa esse gosto de podre na boca? Eu preciso ficar alerta à esse sabor?

Mas afinal, por que sentimos gosto de podre na boca?

Bem, além do que falamos anteriormente sobre pus nas glândulas salivares, que consequentemente podem ser causadas por infecções na garganta, existe também uma outra possibilidade para esse problema.

Vale ressaltar, é claro, que também colocamos de lado a sinusite, já citada anteriormente também.

E esse motivo, por sua vez, é chamado de cáseo amigdaliano, também conhecido como as bolinhas brancas na garganta.

Eles são formados principalmente quando ocorre a calcificação do acúmulo de peles mortas, microrganismos e restos de alimentos também.

Por outro lado, também pode ocorrer a formação desse material devido à falta de saliva.

E os sintomas do cáseo são:

  • Bolinhas brancas na garganta;
  • Pus branco ou amarelo;
  • Dores nos ouvidos;
  • Dificuldade na hora de mastigar e engolir;
  • Boca seca;
  • Mau hálito;
  • Sensação de algo preso na garganta;
  • Dor de garganta;
  • Garganta inflamada;
  • Febre.

Normalmente a presença desse material é benigna ao ser humano, mas existem também casos onde ele acaba causando o gosto de algo podre na boca.

Sendo assim, caso comece a sentir gosto e cheiro de coisa podre, a indicação é justamente checar o que está causando essas alterações no paladar.

De tal maneira, a primeiro momento o paciente pode realizar um autoexame caseiro com o intuito de analisar se é uma condição relacionada à um dente.

Um outro ponto que deve ser analisado, além das bolas brancas na garganta, é a coloração da língua.

Afinal, mesmo que isso não indique alguma doença, quando ela está com aspecto branco pode ser sinal do excesso de bactérias na boca.

De toda maneira, é necessário tomar muito cuidado com sintomas como este porque eles podem eventualmente mascarar outros problemas de saúde.

E dentre eles, o principal é o refluxo, uma doença do sistema digestivo que faz os ácidos produzidos pelo estômago voltarem pelo esôfago.

Mas para evitar que seja esse o quadro, deve-se consultar um especialista.

Sendo assim, explicaremos então como cuidar desse tipo de problema.

Como eu posso cuidar desse problema?

Uma vez explicado o que pode ser gosto de podre na boca, chegou a hora então de apresentar as formas de cuidar desse problema.

E para isso iremos então responder como acabar com gosto de podre na boca.

A primeiro momento, o melhor a se fazer é ir ao dentista para que ele analise se não é o caso de problemas como acúmulo de placa bacteriana ou até tártaro também.

Mas se não for o caso de nenhum desses problemas, o paciente deve ir atrás de outro especialista da área da saúde para ter o diagnóstico sobre o quadro e ver o que é definitivamente, para depois começar a tratar.

Logo depois, a recomendação é ir à um otorrinolaringologista, o profissional que cuida de problemas no ouvido, nariz e seios paranasais, faringe, laringe, cabeça e pescoço também.

Após consultado o especialista, ele irá então analisar qual é o motivo causador desse problema, e então tudo fica mais simples.

De toda forma, iremos então explicar como é o tratamento para os quatro casos que citamos (sinusite, infecção com presença de pus, alterações salivares e cáseo amigdaliano).

Sinusite

Por se tratar de uma alergia, que pode ser causada pelos mais diversos motivos dependendo de paciente em paciente, infelizmente ela não possui cura.

Mas o que pode ser feito pelo paciente é justamente controlar o desconforto causado.

E para isso, podem ser usados métodos caseiros ou então remédios específicos.

Para ambos os casos, no entanto, o intuito é o de desobstruir os seios paranasais, acabando com a congestão nasal.

Mas as formas de tratamento são:

  • Analgésicos como paracetamol, dipirona ou ibuprofeno;
  • Uso de descongestionantes nasais para desentupir o nariz, tomando cuidado com o uso excessivo uma vez que este hábito piora os sintomas;
  • Antibióticos devem ser tomados apenas com prescrição médica, quando analisado de forma esmiuçada o caso;
  • Spray nasal com soro fisiológico, ou pingar soro direto no nariz várias vezes por dia;
  • Inalação de vapor, de duas a quatro vezes por dia;
  • Colocar uma toalha quente e úmida sobre o rosto;
  • Beber água regularmente;
  • Evitar ficar em locais com ar condicionado ligado;
  • Usar um umidificador de ar para manter o ambiente úmido;
  • Procurar não inalar substâncias que irritem o nariz (os mais conhecidos são a fumaça do cigarro e perfumes fortes);
  • Inclinar a cabeça para baixo.

Além disso, também é necessário que o paciente tome cuidado com as trocas de temperaturas que causam choques térmicos.

Infecção com pus

Já o abscesso dentário, acúmulo de pus causado por uma infecção bacteriana, possui algumas possibilidades de tratamentos, que são:

Mas vale lembrar também que o gosto podre pode ser causado pelo acúmulo de pus na garganta também, e para isso o tratamento muda:

  • Uso de medicamentos anti-inflamatórios, corticoides ou antibióticos;
  • Fazer gargarejo com água morna e sal;
  • Tomar chás.

Contudo, é válido ressaltar que o paciente não deve tentar remover o pus com o dedo, cotonete ou outro instrumento, tendo em vista que pode machucar mais a garganta.

Alteração na saliva

Quando falamos nas alterações de saliva, já é algo mais simples.

O tratamento aqui pode ser feito por meio de remédios ou então de bolinhas de silicone que devem ser mascadas várias vezes durante o dia.

O intuito de mascar essas bolinhas é justamente estimular a produção adequada do líquido.

Mas caso não melhore, o dentista deve ser consultado o quão antes possível.

Cáseo

Quando falamos no cáseo, a única forma de evitar a sua formação é extrema: realizar a retirada das amígdalas.

Mas isso possui uma explicação lógica uma vez que este é o local no qual se acumulam os pontos citados anteriormente que formam as bolinhas brancas.

Vale lembrar que não é sempre que o paciente possuirá esses problemas, então nossa recomendação é não entrar em desespero, pois as amígdalas devem ser retiradas apenas nos seguintes casos:

  • Quando o paciente possui infecções mais do que três vezes ao ano, mesmo sendo tratadas corretamente;
  • Casos de abscesso periamigdaliano onde o tratamento não é efetivo;
  • Câncer de amígdala e otite supurativa recorrente, ou média com efusão;
  • Quando as amígdalas são excessivamente grandes.

Nesse último caso, elas podem causar apneia do sono, problemas cardiovasculares, problemas para engolir e até má oclusão dentária.

Existe uma maneira de evitar sentir o gosto de podre na boca?

Agora, uma forma mais efetiva de como tirar o cheiro de podre da boca, é evitando que isso aconteça.

Afinal, sentir um gosto ruim na boca é algo que gera muito incômodo.

Sendo assim, iremos então agora explicar e elencar maneiras de evitar que esses quadros aconteçam.

E para impedir que esse quadro ocorra, no entanto, é apenas por meio de não permitir que o cáseo se forme.

Mas para isso não é difícil, basta seguir alguns passos. Confira quais são eles:

  1. Beber bastante água, mantendo a região da garganta e amígdalas úmida;
  2. Ter uma dieta saudável e equilibrada;
  3. Não deixar de lado a higiene bucal, utilizando escovas dentárias adequadas e fio dental para cuidar das gengivas;
  4. Realizar consultas com o dentista com regularidade, em um período mínimo de seis meses.

Agora você sabe mais sobre o gosto de podre na boca, e então pode tomar os devidos cuidados para isso não acontecer. Mas nunca se esqueça: se preciso, agende uma consulta com dentista o mais breve possível.

Ramiro Murad
Ramiro Murad
Ramiro Murad Saad Neto, cirurgião-dentista com registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 118151, é graduado pela UNIC e residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Possui habilitação em Harmonização Orofacial e também é gestor de clínicas e franquias odontológicas. Além disso, é integrante da equipe Bucomaxilofacial da Clínica da Villa, que está na Rua Eça de Queiroz, 467 - Vila Mariana, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.