Disgeusia depende do diagnóstico para o tratamento

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui as melhores formas de tratar a disgeusia

Duranta a alimentação, um dos grandes prazeres é sentir os diferentes sabores do que consumimos. Se por acaso você sente que está com dificuldades de distinguir o gosto dos alimentos, fique atento! Pode ser a disgeusia.

Esse transtorno chamado disgeusia pode deixar um sabor metálico e desagradável na cavidade bucal. Neste artigo, vamos explicar um pouco mais do que se trata e sua relação com a odontologia.

A disgeusia é a alteração no paladar. Ela distorce o paladar de forma temporária ou permanente.

Causas da Disgeusia

As causas da distorção no paladar são variadas. Inclusive, a disgeusia e odontologia estão ligadas, já que alguns problemas bucais também são fatores que originam a alteração.

As principais causas dessa alteração no paladar são:

  • Gengivite;
  • Candidíase oral;
  • Abcessos dentários;
  • Resfriado;
  • Infecção nas glândulas salivares;
  • Infecção nasal;
  • Faringite;
  • Paralisia de Bell;
  • Sinusite;
  • Pólipos nasais;
  • Alterações na saliva;
  • Diabetes;
  • Deficiências nutricionais;
  • Estresse;
  • Álcool;
  • Tabagismo; e
  • Medicamentos.

Sintomas mais frequentes

Os sintomas mais frequentes da distorção do paladar são:

  • Gosto metálico na boca;
  • Perda do paladar; e
  • Mudança dos sabores dos alimentos.

Se você apresenta algum dos sintomas acima, marque uma consulta com profissionais.

Como é feito o diagnóstico?

Assim que você notar algum sintoma, não corra o risco! Procure por um cirurgião-dentista ou por um médico. Desse modo, o profissional irá fazer o diagnóstico certeiro e identificar se o paciente manifesta a alteração no paladar.

Para isso, ele fará exames. O primeiro exame realizado é o exame clínico. Assim, ele é dividido em anamnese e físico.

A anamnese é uma entrevista. O profissional faz um questionário para ter informações importantes sobre o paciente. As perguntas mais frequentes são:

  1. Quais são os principais sintomas?
  2. Há quanto tempo esses sintomas se manifestaram?
  3. Qual a intensidade da alteração do paladar?
  4. Você tem alguma doença já diagnosticada?
  5. Quais são os seus hábitos diários?

Depois da anamnese, o profissional faz o exame físico. Ele analisa toda a cavidade do bucal do paciente. Se necessário, o profissional pede por tomografias.

Isso para entender se a parte do cérebro responsável pelo olfato está alterada. Mas por que olfato? Porque ele tem informações que ajudam a determinar o sabor dos alimentos.

Melhores Tratamentos para a Alteração do Paladar

Assim que o diagnóstico for determinado, o profissional consegue planejar o melhor tratamento. Mas é preciso lembrar que o tratamento também depende do que está causando a alteração no paladar.

Pacientes que apresentam alteração na saliva, por exemplo, fazem uso de salivas artificiais. Pacientes com alteração no paladar por conta dos medicamentos devem conversar com o profissional para mudar a dosagem.

Assim, procure o profissional o quanto antes para o diagnóstico!

Há outras distorções do paladar?

A resposta é sim! Além da disgeusia, há mais dois tipos de transtornos do paladar: ageusia e hipogeusia. A ageusia é a perda total do sentido do paladar. Por isso, o paciente não consegue sentir nenhum sabor.

Enquanto isso, a hipogeusia é a perda parcial do sentido do paladar. Ou seja, o paciente não consegue sentir o sabor de alimentos específicos.

Assim como a disgeusia, esses transtornos também são diagnosticados pelo cirurgião dentista ou pelo médico. Por isso, marque uma consulta com o profissional de confiança.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

One Reply to “Disgeusia depende do diagnóstico para o tratamento”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.