Gengiva inflamada indica alteração na saúde bucal

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui as possíveis causas para a gengiva inflamada

Já parou para pensar na importância da gengiva? Ela auxilia na fonética, serve como marcador e harmonizador do sorriso e ainda protege e sustenta os dentes. É importante ficar atento a qualquer alteração. Por exemplo, se você notar a sua gengiva inflamada, é sinal de que algo no seu organismo não está bem.

Uma gengiva saudável é rosada, resistente e firme. O tecido é consistente, cheio de vasos sanguíneos e fibroso. A profundidade da gengiva chega a ser de 1 a 3 mm. Bem diferente de uma gengiva inflamada.

A gengiva inflamada apresenta cor avermelhada, crescimento do tecido que chega a cobrir os dentes e uma sensação de que o tecido está liso. Ela indica que o tecido epitelial está dolorido, avermelhado e inchado.

Diagnóstico da inflamação na gengiva

Para ter um diagnóstico certeiro, o profissional realizará os exames clínicos. Eles são divididos em: anamnese e físico. A anamnese é uma entrevista.

Ou seja, o profissional faz um questionário para ter informações importantes sobre o paciente. No exame físico, o profissional analisa toda a região anatômica bucal do paciente.

Assim, o próprio aspecto inflamado da gengiva indicará o diagnóstico.

Quais são as causas da gengiva inflamada?

As possíveis causas para as gengivas inflamadas são:

  • Higiene deficiente;
  • Gengivite;
  • Ferimento causado por alimentos entre os dentes;
  • Queimaduras;
  • Atrito com as próteses;
  • Tabagismo;
  • Diminuição do fluxo de saliva; e
  • Força exagerada na mordida.

A gengivite é a causa mais grave da gengiva inflamada e doendo. A gengivite consiste na fase inicial da inflamação da gengiva, ocasionada pelo acúmulo de bactérias nos dentes.

Em geral, seus sintomas são inchaço, vermelhidão e sangramento das gengivas. Por ser a fase inicial de uma doença periodontal, a gengivite tem tratamento mais simples.

Desse modo, a limpeza e a remoção da placa bacteriana, feitas no consultório do dentista, devem solucionar o problema.

Melhores tratamentos para a inflamação na gengiva

Eles incluem o uso de antibióticos, anti-inflamatórios, adição de vitaminas na alimentação e limpeza dos dentes, que pode incluir a remoção de placas bacterianas e tártaros.

Além disso, o dentista também pode prescrever enxaguantes bucais e cremes dentais determinados para uma melhora no sangramento.

Como faço para manter a gengiva saudável?

A melhor opção para contornar o problema da inflamação na gengiva é a prevenção. Ou seja, é essencial o cuidado com a saúde bucal.

É necessária a atenção para o uso da escova de dentes sem movimentos muito bruscos e agressivos para não machucar a gengiva e não causar lesões mais severas.

A escovação deve acontecer todas as vezes depois das refeições, incluindo as horas depois do despertar e antes de dormir. Escovas com cerdas macias são recomendadas pelos dentistas. É importante também o uso de fio dental pelo menos uma vez ao dia.

Cremes dentais e enxaguantes bucais também são mecanismos para evitar que o paciente sofra com as gengivas sangrando. Eles devem ser usados de 2 a 3 vezes ao dia, e a prescrição irá variar dependendo do paciente.

Também é importante evitar o uso de cigarros, já que eles causam a proliferação de bactérias.

A alimentação balanceada rica em vitamina K deve ser priorizada, com alimentos como espinafre, manjericão, rúcula e ameixas secas.

Além disso, alimentação deve ser com muita vitamina C (suco de laranja, kiwi, couve e brócolis). O paciente também deve consumir bastante água.

E as visitas regulares ao dentista são essenciais para que o profissional realize limpezas e faça recomendações para a higiene bucal do paciente. E qualquer mudança na boca deve ser comunicada, inclusive a gengiva inflamada.

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.