Vestibular de odontologia: o que saber antes da prova

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Saiba mais sobre as melhores faculdades de odontologia, nota de corte e o quê estudar para o vestibular de odontologia

Aqui na Simpatio, nós já falamos alguns motivos para fazer odontologia, mas para entrar nesse curso é necessário realizar a prova do vestibular de odontologia.

Você sabia que o vestibular de odontologia é um dos mais procurados nas faculdades? Isso acontece, principalmente, pela empregabilidade e remuneração dos profissionais da área.

O vestibular de odontologia pode ter 100 ou 300 questões, e a seleção pode ser feita em duas fases também.

A primeira fase serve para selecionar quais candidatos estão mais preparados, já a segunda é a que decide se o candidato irá entrar na faculdade ou não.

E normalmente, a segunda fase é constituída de questões de análise expositiva.

Mas qual é a melhor faculdade de odontologia? Existe um panorama do curso? Como eu devo me preparar para o vestibular?

Todas essas questões serão abordadas neste artigo! Sendo assim, que tal saber mais para começar a preparação para a prova e eventualmente se tornar um profissional da área da odontologia?

Existem Faculdades Mais Indicadas? Como Escolher?

Antes de falar sobre as melhores faculdades para fazer o curso de odontologia, é válido lembrar que serão pelo menos cinco anos de estudo até conseguir o diploma.

Todavia, esse tempo pode ser ainda maior quando a pessoa formada no bacharelado decide fazer uma especialização em alguma outra área.

Sendo assim, é essencial que a faculdade seja escolhida com muito esmero para não acontecer um possível desperdício de dinheiro e tempo.

Entretanto, existem atualmente três faculdades que são as mais indicadas para a realização do curso. Elas são:

  • Universidade Estácio de Sá (UNESA).
  • Centro Educacional Anhanguera.
  • Faculdade Pitágoras, de Minas Gerais.

As três faculdades são reconhecidas pelo Ministério da Educação e contam com programas de bolsa e financiamento como ProUni e FIES.

Nos três casos existe a possibilidade de adquirir descontos, bolsas e também um auxílio para estudantes de baixa renda financiarem a mensalidade sem burocracia.

Entretanto, também existem cinco opções que, segundo o MEC, são as melhores, e isso serve tanto as públicas quanto as privadas.

Instituições Públicas

  1. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).
  2. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP).
  3. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
  4. Universidade de São Paulo (USP).
  5. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Instituições Privadas

  1. Faculdade São Leopoldo Mandic.
  2. Universidade Paulista (UNIP).
  3. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
  4. Universidade Luterana do Brasil.
  5. Universidade de Fortaleza.

Qual é a Nota de Corte do Vestibular de Odontologia?

Mas quais são as notas de corte das faculdades que oferecem o curso de odontologia?

Bem, por se tratar de um dos cursos mais concorridos em várias universidades, a nota de corte dos cursos de odontologia é uma das mais altas da área da saúde, perdendo apenas para medicina.

O primeiro ponto importante a se saber é, como citado antes, que existem vestibulares com 100 e com 300 questões, bem como a possibilidade de que o processo seletivo seja dividido em duas fases.

As provas podem ter apenas questões objetivas e redação, ou também uma mescla entre questões objetivas, questões dissertativas e a redação.

A contagem de pontos, por sua vez, pode ir de 0 a 100, de 0 a 700 ou até de 0 a 1000.

Mas que tal falarmos agora sobre as notas de mínimas nas faculdades? Na UNESP o candidato precisa tirar pelo menos de 38 a 50 pontos para ir à segunda fase, lembrando que a nota máxima de lá é 100.

Na Universidade Estadual do Rio de Janeiro, por se tratar de um processo seletivo com fase única, a nota de corte é de 65 pontos.

Na Universidade Estadual de Maringá, entretanto, é necessário acertar praticamente metade da prova para poder entrar no curso.

Nessa faculdade onde a pontuação máxima é 720, a nota mais alta foi de 424, e a menor 350.

Mas e SISU, ProUni e FIES? Quais São as Notas de Corte?

No SISU, entretanto, é algo um pouco mais difícil. A nota de corte está, atualmente, entre os 700 e 800 pontos.

Mas é válido lembrar que o candidato só fica sabendo a nota de corte do SISU quando faz a inscrição para o vestibular.

Entretanto, no ProUni a nota já abaixa um pouco, caindo na faixa de 550 e 760 pontos.

E no FIES, por sua vez, abaixa mais ainda, sendo necessário uma pontuação de pelo menos 450 no ENEM desde que a redação não tenha sido zerada.

Contudo, a nota de corte média no Brasil é de 743. A maior é de 837 na UFPA, e a menor é 714, na UESPI.

O Que eu Devo Estudar Antes de Fazer o Vestibular?

A pergunta que fica nesse momento é: o que estudar para o vestibular de odontologia?

Não dá para dizer com exatidão o que é necessário estudar para um vestibular dessa área tendo em vista que normalmente a primeira fase da prova é mais amplo.

Entretanto, é válido ressaltar importância de áreas como biologia e química, que tem peso importante nesse vestibular e nas respectivas segundas fases de vestibulares.

De toda forma, é possível encontrar provas e gabaritos de anos passados nos sites das universidades.

Todavia, também é indicado que o candidato se preocupe em treinar redação e a área de exatas, pois não adianta zerar em algum dos dois.

Sendo assim, sempre pesquise para obter a melhor preparação possível antes de fazer o vestibular.

Qual é o Panorama Geral do Curso?

É válido lembrar que o curso de Odontologia dura, em média, cinco anos, mas durante o primeiro o aluno aprende conceitos como anatomia e fisiologia, por exemplo.

Entretanto, nos anos seguintes são introduzidas disciplinas como periodontia, ortodontia e endodontia.

Contudo, é no terceiro ano que os alunos começam a ter aulas práticas, começando a criar habilidades para atender pacientes.

Sendo assim, concluindo a graduação o aluno pode escolher alguma especialização que pode ser nas seguintes áreas:

Dessa maneira, existe um grande leque de opções após o curso de bacharelado em odontologia que podem ser seguidas como área de especialização.

Então que tal se preparar para o vestibular de odontologia e começar a fazer consultas odontológicas?

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.