Tudo sobre odontologia e os detalhes deste curso

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Descubra todos os detalhes sobre um dos cursos mais procurados do país

O curso de odontologia é o segundo mais procurado na área da saúde no Brasil e perde apenas para a medicina. Esta graduação é um bacharelado presencial com duração de 5 anos. É oferecido em universidades públicas e privadas, e há bastante concorrência na disputa por uma vaga.

O profissional formado em odontologia é responsável pela saúde bucal das pessoas e atua na prevenção, diagnóstico e tratamento de problemas relacionados à mordida, gengiva e dentes.

Odontologia é a área da saúde que estuda e trata do sistema estomatognático (face, pescoço e cavidade bucal, abrangendo ossos, musculatura mastigatória, articulações, dentes e tecidos).

No Brasil, essa especialidade se configura como médica autônoma. Ou seja, o profissional formado em odontologia tem todas as prerrogativas médicas, mas não pode emitir o atestado de óbito.

Conhecido como dentista ou cirurgião dentista, este profissional está apto a identificar doenças através de exames clínicos, radiográficos e laboratoriais. E a partir do diagnóstico, propor o tratamento mais adequado e receitar medicamentos.

O estudante de odontologia costuma cursar a faculdade em período integral. Nos primeiros semestres, as disciplinas são mais teóricas. Desse modo, a partir do segundo ano de curso, as aulas práticas e os primeiros procedimentos começam no curso de odontologia.

Os futuros odontologistas começam ter experiência e atender pacientes no terceiro ano de curso. O estágio precisa ser supervisionado, é obrigatório e ocupa 20% da carga horária total da faculdade de odontologia.

A graduação em odontologia também exige um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para receber o certificado.

Qual o valor do curso de odontologia

A oferta de curso de odontologia costuma ser maior nas universidades privadas do que nas públicas, e é uma das graduações mais caras. É necessária uma estrutura complexa, com laboratórios, instrumentos e equipamentos específicos, o que acaba elevando o custo desta formação.

É complicado estipular um valor exato, mas grande parte das instituições privadas cobra em média R$ 1,5 a R$ 2 mil pela mensalidade. Existem faculdades mais baratas, na faixa de R$ 1 mil, e até mais caras, que cobram R$ 3,4 mil mensais.

Especializações em Odontologia

Os profissionais formados em odontologia encontram boas oportunidades em diversas áreas. Eles podem atuar no serviço público, em clínicas especializadas, hospitais, empresas privadas e também abrir consultório próprio.

Há também uma série de especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO).

Os dentistas formados podem buscar cursos de especialização como:

  • Saúde Coletiva: atua em planos de saúde, em cooperativas e na elaboração de programas de assistência social;
  • Odontopediatria: tratar problemas bucais e dentes de crianças;
  • Odontologia do Trabalho: atende pacientes cuja atividade profissional pode trazer risco à saúde bucal;
  • Odontologia Legal: faz exame e perícia judicial e é responsável por elaborar atestados e laudos técnicos;
  • Prótese Dentária: cuida da reposição de tecidos bucais e dentes perdidos;
  • Dentística: restabelece a forma e a função dos dentes;
  • Endodontia: trata alterações na polpa e na raiz dos dentes;
  • Disfunção: trata anormalidades nos músculos da mastigação;
  • Implantodontia: implanta próteses dentárias e pinos para restaurar espaços ausentes de dentes;
  • Cirurgia e Traumatologia: identifica traumatismos, lesões e anomalias na boca, na face e nos órgãos que envolvem o sistema de mastigação. Faz cirurgias, implantes, transplantes e enxertos;
  • Radiologia: diagnostica problemas na boca, na face e nos maxilares por meio de imagens de raios X;
  • Patologia Bucal: faz exames laboratoriais para identificar doenças;
  • Periodontia: cuida das gengivas e dos ossos que dão sustentação aos dentes;
  • Estomatologia: diagnostica e trata doenças da boca;
  • Ortodontia: altera a mordedura e a posição dos dentes com aparelhos;
  • Ortopedia Funcional: soluciona desequilíbrios ósseos, musculares e de funcionamento dos maxilares;
  • Odontogeriatria: cuida da saúde bucal do idoso;
  • Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais: atende pacientes com necessidades especiais em situação de risco ou que apresentam psicopatologias ou patologias físicas;
  • Prótese Buco-Maxilo-Facial: projeta e confecciona próteses de dentes danificados ou substitu os destruídos.

O curso de odontologia a mostra o quanto é preciso aprender para exercer a função de dentista com a responsabilidade que a profissão exige. Dessa forma, é importante também que o profissional, mesmo depois de formado, continue se atualizando.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.