Saúde bucal no carnaval: principais doenças e cuidados

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Os quatro dias mais esperados do ano precisam ser curtidos com consciência e responsabilidade

Nosso sorriso merece atenção especial durante uma das datas do ano mais esperada pelos brasileiro! É tempo de alegria, de descontração e de cuidados para evitar problemas com a saúde bucal no carnaval.

Entender que cuidar ainda mais da saúde bucal no carnaval é algo essencial, já que evita a proliferação de várias doenças transmitidas por vírus e por bactérias, que aproveitam para cair na folia pelas ruas e pelos blocos.

A saúde bucal no carnaval deve ser levada a sério. Essa época do ano é muito conhecida pela quantidade de doenças e de contaminações. Por isso, é importante cuidar da sua boca e evitar problemas mais graves!

Má Alimentação e Saúde Bucal no Carnaval

A época mais festiva do ano traz muitos excessos e descuidos, que podem se tornar motivo de preocupação posteriormente.

Relacionar carnaval e saúde bucal é falar sobre prevenção, contaminação, cuidados, exageros e doenças. E muitas patologias, principalmente as DSTs, costumam ser transmitidas em grande quantidade nesse período.

Seja para aqueles que viajam ou para os que preferem curtir a festa na sua própria cidade, a rotina agitada pode ser um dos maiores riscos para a saúde da boca no carnaval.

A falta de tempo ou o grande número de eventos resulta em menos tempo em casa. Portanto, há desatenção na hora de efetuar a higiene bucal.

O problema por trás da má higiene é o acúmulo de alimentos ao longo do dia, que causa a tão temida placa bacteriana, podendo ocasionar em doenças periodontais e até mesmo em perda dos dentes.

Consumir alimentos e bebidas ricos em açúcar também é um ato comum durante o carnaval. Coquetéis alcoólicos, refrigerantes, sucos industrializados, balas, doces, tudo isso afeta a saúde bucal.

O açúcar é o principal responsável pelo desenvolvimento de cáries, e o processo de proliferação da bactéria ocorre em 30 minutos.

Imagina então o que acontece quando se passa o dia inteiro ingerindo altas quantidades de açúcar somado à uma má rotina diária de higiene bucal?

Mantendo a Saúde Bucal no Carnaval

Carnaval e saúde bucal? Sim, essas duas coisas combinam muito!

Embora nenhuma medida seja tão eficiente quanto uma ida ao dentista e uma rotina completa de higiene bucal, alguns cuidados com a saúde bucal durante o carnaval podem ajudar e diminuir os riscos:

  • Higiene bucal caprichada antes de sair de casa. Se for sair pela manhã, faça uma escovação eficiente, já que passará o dia todo fora. Não se esqueça de passar o fio dental e utilizar o enxaguante bucal;
  • Fazer escolhas inteligentes. Por mais que essa seja uma época complicada e todos tenham tendência a optar por alimentos rápidos e por guloseimas, tente substituir alguns desses lanchinhos por comidas mais saudáveis e com menos açúcar;
  • Alternativas. Obviamente, nada será tão eficaz quanto uma escovação e uma higienização completa, mas, às vezes, um bochecho com água ou, se possível, com enxaguante bucal contribui para que a boca fique limpa por mais tempo;
  • Carregar um fio dental no bolso. Assim, você pode passá-lo quando puder;
  • Não tenha preguiça. Depois de ficar o dia inteiro na folia, o cansaço é inevitável. Entretanto, esse é o momento mais precioso para a saúde bucal. É importante fazer uma escovação perfeita, não se esquecendo da língua, pois é um local que acumula diversas bactérias, passar o fio dental com paciência e cuidado e, por fim, enxaguar a boca com o antisséptico bucal.

Efeitos do Álcool e de Drogas na Saúde Bucal no Carnaval

O abuso do álcool, do cigarro e de drogas é algo muito recorrente durante as festas de carnaval, o que prejudica a saúde da boca

O abuso de álcool, de cigarro e de drogas é algo muito recorrente durante as festas de carnaval, o que traz danos à saúde, especialmente na mucosa da boca.

Ao ingerir bebidas alcoólicas, por exemplo, ocorre a descamação da mucosa, com risco de gerar queimaduras e aumentar as chances das células desenvolverem algum tipo de neoplasia.

Além disso, muitas pessoas que não são fumantes passam a fumar tabaco enquanto estão bebendo bebidas alcoólicas, uma conduta nada saudável, já que o tabagismo causa câncer e outras complicações, inclusive na saúde bucal.

O consumo de drogas também é extremamente prejudicial à saúde da bucal. E o desconhecimento sobre as substâncias presentes nas drogas é um grande agravante, porque o folião não sabe o que está colocando em seu corpo.

Entorpecentes como os inalantes e os colocados sob a língua podem causar queimaduras, sensibilidade dentinária e maior probabilidade ao surgimento de problemas periodontais, sem contar os perigos relacionados à perda de consciência e aos riscos fatais.

Saúde Bucal no Carnaval, Beijo e DSTs

Algumas doenças podem ser transmitidas por meio do beijo, o que afeta a saúde bucal

O carnaval é uma época em que as pessoas se relacionam muito. Por isso, é grande o número de proliferação de doenças, como a mononucleose, conhecida como doença do beijo. Ela é transmitida exclusivamente pela troca de fluidos orais e é mais comum na faixa dos 15 a 25 anos.

Seus sintomas são febre, dor de cabeça e de garganta, aumento de gânglios, ínguas no pescoço e inflamação leve e transitória do fígado, que pode virar hepatite.

Gonorreia, sífilis, herpes, candidíase oral, hepatite, tuberculose… há uma lista gigante de doenças que podem atingir quem está nas ruas festejando.

Uma baixa imunidade nessa época é um prato cheio para microrganismos que causam doenças.

Lembrando: ao perceber qualquer sintoma, não deixe de buscar ajuda do médico ou do cirurgião-dentista.

Equilíbrio no Carnaval

É preciso ter um equilíbrio no carnaval

Com certeza você já escutou a frase “equilíbrio é tudo nessa vida”. No Carnaval, ela pode ser a chave para evitar problemas relacionados à saúde bucal e a outras patologias.

Seguir algumas dicas no momento de festa evitam complicações:

  1. Intercale bebida alcoólica com água para evitar desidratação e mau hálito;
  2. Passe protetor labial para proteger a boca dos raios solares;
  3. Coma maçãs, que são alimentos detergentes, limpando os dentes;
  4. Depois de comer, se não der para escovar os dentes, masque gomas de mascar sem açúcar, que disfarçam o mau hálito e neutralizam o pH da boca;
  5. Não fique muito tempo sem comer. Grandes períodos de jejum auxiliam no desenvolvimento do mau hálito.

É importante, então, procurar se afastar dos agentes causadores das doenças. Desse modo, você vai curtir os dias de festa com responsabilidade, sem causar problemas à saúde bucal no carnaval.

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!