Como clarear os dentes de maneira efetiva e saudável?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Existem diversos métodos e bons hábitos que auxiliam na hora de manter os dentes brancos

É fato que as pessoas se preocupam cada vez mais com a estética. Sendo assim, não poderiam deixar o sorriso de lado. Dentes brancos representam não só uma boa aparência, mas também uma preocupação com a saúde bucal. É por isso que a busca por maneiras de como clarear os dentes vem crescendo.

As técnicas de clareamento dental promovem um aumento na autoestima e fazem com que as pessoas se sintam satisfeitas. Em busca do sonho de ter aquele sorriso branco que tanto vemos nos filmes e na televisão, não é difícil que surjam dúvidas sobre como clarear os dentes.

Para os que se perguntam “como clarear os dentes”, o primeiro passo é visitar o dentista. Ele é o profissional adequado para recomendar a melhor técnica de clareamento.

E para começar, nada melhor do que falarmos um pouco sobre os métodos de clareamento dental existentes. Assim, acompanhe este artigo para ficar por dentro de tudo sobre o assunto!

  1. Métodos de Clareamento
  2. Contraindicações Para o Clareamento Dental
  3. Evitando Dentes Amarelos
  4. Receitas Caseiras Para Clarear os Dentes
  5. Como Clarear os Dentes com Outros Métodos
  6. Como Realizar uma Ótima Higiene Oral?

Métodos de Clareamento

É importante ressaltarmos que existem 3 principais meios de realizar o clareamento dos dentes. O mais adequado deve ser apontado pelo seu dentista de confiança. São eles:

Clareamento Dental a Laser

Essa técnica é realizada pelo dentista no próprio consultório. Para o clareamento, é utilizado um gel enriquecido com peróxido de hidrogênio ou de carbamida, que são ativos clareadores.

Apesar de não ser o procedimento mais barato entre os três, a técnica de clareamento a laser é a mais utilizada para melhorar a estética dental dos pacientes.

Em conjunto com a luz de LED, o gel age por cerca de 60 minutos nos dentes do paciente.

O procedimento pode levar até 3 sessões para ser concluído e deixar a cor dos dentes satisfatória para o paciente. Entretanto, é possível que os resultados já sejam visíveis logo na primeira sessão.

Se hábitos saudáveis forem mantidos, os efeitos do clareamento a laser podem ser estendidos por até três anos. Em cerca de 43% dos casos, o branqueamento se manteve após cinco anos do tratamento no consultório.

Clareamento Dental Caseiro

Esse é o tipo preferido daqueles que buscam clarear os dentes, porém não dispõem de tempo para realizar as sessões do clareamento dental a laser.

Além disso, a técnica é mais barata que o clareamento dentário realizado nos consultórios odontológicos.

O clareamento dental caseiro é feito com a utilização de uma moldeira, confeccionada pelo dentista sob medida para o paciente.

Nele, é utilizado o mesmo gel enriquecido com ativo clareador. No entanto, em intensidade mais fraca. Assim, pode ser que sejam necessárias mais sessões para a obtenção do resultado esperado.

Fitas Clareadoras Dentais

Geralmente, elas são facilmente encontradas em farmácias. As fitas clareadoras são opções que contêm uma baixa quantidade de peróxido de hidrogênio, sendo mais saudáveis aos pacientes

Trata-se basicamente de adesivos que são colados em nossos dentes. Eles agem por um determinado tempo, de acordo com o indicado na embalagem de cada produto, produzindo o efeito desejado em nossos dentes.

Entretanto, a modalidade possui uma notável desvantagem. A fita clareadora não possui uma métrica personalizada para cada paciente.

Assim, ela pode até mesmo queimar a gengiva da pessoa (uma estrutura que não pode ter contato com o gel clareador) trazendo complicações sérias.

Por isso, sempre um dentista especializado que posso lhe explicar e sanar quaisquer dúvidas, além de indicar se o tratamento será efetivo ou não.

Contraindicações Para o Clareamento Dental

Como clarear os dentes de maneira efetiva e saudável

Por ser um procedimento estético dental tão popular e comum de ser realizado atualmente, é importante apontar as contraindicações para o tratamento, para que você possa realizar um clareamento dental seguro.

Por isso, nós da Simpatio elaboramos uma listinha com as principais contraindicações do procedimento, para que você fique de olho e não sofra nenhum efeito colateral. Acompanhe:

Pessoas Com Idade Inferior a 15 anos

Nossos dentes passam por um longo processo até estarem completamente desenvolvidos. Este é iniciado quando somos bebês e só se completa na adolescência.

Assim, realizar o clareamento em pacientes com menos de 15 anos de idade pode ser prejudicial à saúde desses indivíduos.

Gestantes

A verdade é que tanto no clareamento caseiro como no feito a laser, as substâncias ativas utilizadas, chamadas de peróxidos, provocam um processo oxidante nos dentes dos pacientes.

Outro processo comum para o clareamento é a micro-abrasão. Ele usa componentes ácidos para remover manchas.

Porém, ainda não se sabe se isso é prejudicial para a gestante ou o bebê em desenvolvimento. O melhor nesses casos é não arriscar.

Assim, a alternativa é realizar algum tratamento natural. Entretanto, o recomendado é sempre consultar o seu dentista. Somente ele pode indicar qual tratamento é realmente seguro.

Pacientes Com Cárie no Dente

Em pacientes com lesões de cárie, é recomendado que esses primeiramente tratem as mesmas e depois se importem em realizar um clareamento.

Isso porque, se há desmineralização do esmalte, o Ph dos agentes clareadores poderá interferir negativamente, impulsionando o desenvolvimento da lesão já existente.

Por outro lado, se há cavidades de cárie em dentina, este gel clareador entrará em contato direto com este tecido. Isso pode provocar a hipersensibilidade dentinária no paciente.

Pacientes que já Passarem Por Muitas Restaurações Dentária

Pacientes com muitas restaurações dentárias, geralmente, possuem muitos “remendos” com materiais restauradores em sua dentição.

Logo, já que o gel não age sobre a resina (ou qualquer outro material restaurador, por exemplo), a substância não produzirá a sua ação efetiva na dentição do indivíduo. Isso também vale para próteses e implantes.

O procedimento também não é indicado para quem está passando por um tratamento médico sistêmico e debilitante.

Dessa forma, o indicado é sempre procurar um especialista e profissional que posso indicar qual tratamento será ou não mais efetivo de acordo com suas características.

Evitando Dentes Amarelos: Como Clarear os Dentes

Como clarear os dentes de maneira efetiva e saudável

É natural que, com o tempo, os dentes fiquem mais amarelados. Normalmente, o esmalte, que é a camada branca que envolve os dentes, se desgasta.

Porém, apesar de ser um processo normal, alguns hábitos aceleram esse amarelamento dental. Entre eles, podemos citar:

  • Fumar ou mascar tabaco e derivados;
  • Tomar vinho ou outras bebidas alcoólicas em excesso;
  • Tomar café em excesso;
  • Ingerir alimentos que possuam alto teor de pigmentação escura.

Evitar esses hábitos e manter uma rotina de cuidados com a saúde bucal, incluindo uma escovação bem-feita e o uso de enxaguante bucal e fio dental, diminuem a incidência de manchas nos dentes.

Assim, é importante que sejam seguidas algumas dicas simples no intuito de manter os dentes claros. Entre os principais, podemos citar:

Escovar os Dentes Corretamente

Escovar os dentes é um passo importante para evitar o aparecimento de manchas amareladas nos dentes. Essas manchas são causadas pelo acúmulo de placa bacteriana.

A placa bacteriana, por sua vez, pode se transformar em tártaro, que possui tom amarelado e é esteticamente desagradável.

Também é interessante destacar que a escovação deve ser realizada com o auxílio de escovas com cerdas macias e pasta dental adequada.

Utilizar Fio Dental e Enxaguante Bucal

O hábito de passar fio dental auxilia na retirada de excessos de comida presos entre os dentes, proporcionando uma limpeza mais profunda.

Por isso, é recomendado passar fio dental entre os dentes pelo menos uma vez ao dia

Já o enxaguante bucal ajudar no clareamento e na proteção dos dentes. Outro benefício desse produto é que ele age contra o mau hálito.

Contudo, é importante destacar que esse produto não deve ser utilizado para substituir a escovação.

Visitar o Dentista

Visitar o seu dentista de maneira periódica é outro passo importante para manter a coloração original dos dentes.

Isso porque o profissional pode agir na prevenção e no tratamento de doenças que prejudiquem a estética do sorriso.

Se Alimentar de Maneira Correta

Por possuir muitas fibras e água, o consumo de frutas como a maçã é recomendado para quem quer manter os dentes sempre clarinhos e saudáveis.

O ácido málico presente na fruta atua sobre o esmalte do dente. Contudo, essa atuação é superficial, o que significa que não substitui uma boa higienização da boca.

Receitas Caseiras Para Clarear os Dentes

o dentista é o profissional adequado para indicar o tipo de clareamento

Algumas receitas caseiras ajudam a tornar os dentes mais brancos momentaneamente, porém não possuem real eficácia como método de clareamento.

Além disso, podem apresentar alguns perigos para a saúde dos dentes. Assim, o ideal é que você consulte o seu dentista de confiança antes de se submeter a alguma das técnicas que serão apresentadas a seguir. Acompanhe:

Bicarbonato de Sódio

A substância remove as manchas externas dos órgãos dentários através da abrasão do esmalte do dente. Existem 4 maneiras de utilizar o bicarbonato. Ele pode ser misturado com pasta de dente, vinagre, limão e morango:

  1. Bicarbonato misturado com pasta de dente: para realizar esta prática, basta mergulhar colocar pasta de dente na escova e mergulhá-la no bicarbonato. Em seguida, você deve escovar os dentes normalmente. O procedimento pode ser repetido 3 vezes por semana. Assim, você pode evitar o escurecimento dos dentes;
  2. Bicarbonato misturado com vinagre: aqui, você deve dissolver um pouco de bicarbonato e sal em um copo cheio de vinagre. Depois, mergulhe a escova no recipiente e escove os dentes suavemente por 2 minutos. Quando terminar, lave a sua escova e escove os dentes novamente, mas desta vez com pasta de dentes normal. A técnica contribui para o branqueamento dental;
  3. Bicarbonato misturado com limão: esta técnica contribui para a manutenção de dentes brancos, além de prevenir a inflamação na gengiva. Basta misturar bicarbonato e limão em uma solução aquosa. Assim, você pode escovar ou bochechar a mistura, ao final, não se esqueça de realizar outro bochecho com água e higienizar a sua escova de dentes;
  4. Bicarbonato misturado com morango: esta mistura desenvolve uma solução pastosa, que deve ser aplicada nos dentes durante um período de 25 minutos. Em seguida, o ideal é enxaguar com água e aguardar ao menos 30 minutos para ingerir líquidos ou alimentos.

Cascas de Frutas

Esfregar cascas de frutas nos dentes provoca o mesmo efeito de abrasão do bicarbonato.

Além disso, como pudemos observar nos casos do morango e do limão, elas possuem propriedades que podem garantir dentes brancos ao paciente.

Porém, é bom não exagerar na técnica. As frutas possuem açúcares que, se acumulados nos dentes, propiciam o desenvolvimento de cáries e outras anomalias orais, além de escurecê-los.

Apesar disso, algumas receitas bastante utilizadas envolvem esfregar a parte interna cascas de banana e de laranja nos dentes, deixando a solução agir por um período de 2 a 5 minutos.

Como Clarear os Dentes com Outros Métodos

conheça outros métodos que podem deixar o sorriso branco

Além do clareamento dental, ainda existem outros procedimentos estéticos que podem ser efetuados nos consultórios odontológicos que responde a pergunta “como clarear os dentes”.

Entre eles, como principais, podemos citar as lentes de contato dental e as facetas de porcelana. Então, que tal entendermos um pouquinho mais sobre cada um deles?

Facetas de Porcelana

Elas são próteses extremamente finas, que se fixam na parte externa dos dentes e cobrem a parte visível deles, deixando-a com uma tonalidade branca, de acordo com a escolha do paciente.

Geralmente, elas são manufaturadas para acompanhar o formato dental e coladas ao esmalte natural durante os procedimentos realizados.

Trata-se de um procedimento pouco invasivo, uma vez que eles são apenas colados ao dente do paciente. Assim, podemos dizer que o desgaste dos dentes em alguns casos é praticamente nulo.

Então, que tal conhecermos todas as etapas para a colocação das facetas:

  1. Dentista e paciente, a partir dos diagnósticos encontrados, escolhem o tratamento como a melhor opção;
  2. Um molde é feito e confeccionado, por meio do scanner intraoral, a partir das características dos dentes do paciente;
  3. Assim que o molde é feito, ocorre o teste para conferir se o alinhamento, a cor, a forma, a textura e a estética estão de acordo com o combinado; e
  4. Por fim, no lugar escolhido, o dentista desgasta o dente com uma broca de 1,2 milímetro. Assim, as facetas de porcelana são colocadas e fixadas na boca do paciente para a conclusão do procedimento.

Lentes de contato dental

A lente de contato dental é um laminado produzido com cerâmica odontológica. Ele é usado para recobrir dentes que precisam de correções, como aqueles que se encontram escurecidos, por exemplo.

Geralmente, esta estrutura é bastante fina e muito resistente.

Ainda é interessante saber que além do branqueamento, a indicação mais comum para a técnica é corrigir a forma em dentes razoavelmente alinhados e em boas condições.

Porém, ela não é utilizada apenas nessas ocasiões. A verdade é que em muitas situações, a delicadeza e sutileza das lentes é suficiente para obter resultados marcantes. sofisticados e bastante satisfatórios.

Confira algumas situações em que as lentes são utilizadas:

Fechar de espaços

Os espaços naturais entre os dentes, como os diastemas, são bem resolvidos com a técnica com lentes de contato dental.

Alongar os dentes

Aumentar o comprimento de dentes curtos e desgastados pelo dia a dia. Previne desgastes devido à resistência das porcelanas odontológicas.

Aumento de volume

Com o aumento no comprimento (alongamento), o aumento de volume é indicado para dentes com muitos espaços adjacentes entre si.

Correção de bordas

Pequenas correções podem surtir efeito surpreendentes na estética do sorriso.

Correção suaves de cor

Harmonizar a cor entre dentes é essencial à estética do sorriso. O tratamento é indicado para dentes com variações intensas de cor ou muito amarelados.

Como Realizar Uma Ótima Higiene Oral?

Higiene bucal também é necessária para manter os dentes brancos

Escovar os dentes é um ato de higiene diário e deve ser incorporado à rotina de todas as pessoas. Além de manter a nossa saúde oral, uma escovação correta pode garantir dentes fortes, resistentes, brancos e sem manchas.

Ou seja, antes de se perguntar como clarear os dentes, procure manter uma higiene bucal adequada.

Ela ainda é responsável por evitar o desenvolvimento de cárie e outras doenças como gengivite e a periodontite, que causam dor, sangramentos e dificuldade para falar e mastigar.

E prejudicam a funcionalidade dos dentes de alguns pacientes.

Por isso, nada melhor do que aprender como realizar a escovação de forma correta. Assim, nós da Simpatio elaboramos um passo a passo para você seguir:

  1. Comece escovando as superfícies voltadas para a bochecha dos dentes superiores e, depois, dos inferiores;
  2. Siga fazendo a escovação das superfícies internas dos dentes superiores e inferiores;
  3. Escove as superfícies de mastigação;
  4. Faça movimentos circulares ou verticais, da gengiva para fora. Repita o movimento por cerca de 10 vezes, a cada 2 dentes; e
  5. Escove a língua fazendo movimentos para trás e para a frente.

Bochechar com enxaguante bucal e bochechar para finalizar é uma boa prática. Esse hábito elimina o mau hálito e ajuda a manter a saúde bucal.

Entretanto, vale lembrar que ele, em hipótese alguma, substitui a escovação ou a utilização do fio dental, atuando apenas como um acabamento, se assim podemos dizer.

O ideal é que a pasta tenha flúor na sua composição, em quantidade entre 1000 e 1500 ppm. Você pode verificar essa informação no rótulo da embalagem e procurar pelo nome fluoreto de sódio.

O ideal é usar cerca de 1 cm para adultos, e no caso das crianças, uma quantidade que corresponda ao tamanho de um feijão ou ervilha, visando evitar a fluorose dentária.

Qual a Escova de Dentes Ideal?

Geralmente os dentistas sugerem que a escova de dentes tenha cerdas macias. Esse tipo é o melhor para a remoção da placa bacteriana e dos resíduos de alimentos.

Além disso, as cerdas macias não ferem os tecidos moles bucais do paciente e nem desgastam as suas estruturas dentárias.

Também é indicado procurar escovas com cabeças menores pois são mais adequadas e alcançam com facilidade todas regiões da boca.

O recomendado trocar a escova de dentes a cada três meses ou quando notar que ela está desgastada e com as cerdas tortas ou atrofiadas.

Infelizmente nem todos se atentam para esse detalhe. Entretanto é muito importante trocar de escova depois de uma gripe ou resfriado para diminuir o risco de nova infecção por meio dos germes que aderem às cerdas.

Fora isso, para manter a higiene da escova e evitar cáries e outras infecções não compartilhe ela com outras pessoas.

Guarde sua escova em um local seco, com os as cerdas viradas para cima. De preferência, proteja a ferramenta com alguma proteção, deixando-a longe de microrganismos danosos presentes no ar.

E Como Devo Escovar os Dentes com Aparelho?

A escovação para quem usa aparelho ortodôntico é bem similar ao procedimento ao descrito acima.

O recomendado é utilizar uma escova comum, e iniciar com movimentos circulares entre a gengiva e a parte de cima dos braquetes, removendo a sujeira e placas bacterianas que podem estar nesta região.

Em seguida, você deve repetir o movimento na parte de baixo dos braquetes, removendo também a placa nesta região.

Não esqueça de escovar também a parte interna assim como indicado no procedimento sem aparelho fixo e a língua.

Depois que terminar com a escova de dentes comum, usa a escova interdental para alcançar locais de difícil acesso e limpar as partes laterais dos braquetes.

O instrumento possui uma ponta mais fina com cerdas. Por isso, é útil para quem usa aparelhos ou para quem tem próteses na hora de escovar os dentes

Seguindo essas dicas, os seus dentes ficarão limpinhos, saudáveis e brancos. Assim, não será necessário que você descubra como clarear os dentes.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.