Preenchimento labial é seguro? Entenda o procedimento

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Famoso entre celebridades, o preenchimento labial pode ser realizado por dentistas especializados

Apesar de muito usado entre as famosas, o preenchimento labial só se tornou um assunto em 2017. O motivo foi a celebridade americana Kylie Jenner, que apareceu com os lábios preenchidos e negou o procedimento.

Depois disso, o preenchimento labial passou a ser usado abertamente por outras celebridades, como a cantora brasileira Anitta. O método entrou na lista de desejos das pessoas, mas ele ainda levanta muitas dúvidas!

O preenchimento labial é a aplicação de substâncias biocompatíveis para aumentar ou definir os lábios. Não é considerado uma cirurgia, e a aplicação pode ser feita em consultório.

  1. Como é Feita a Aplicação no Preenchimento Labial?
  2. Tipos de Preenchimento Labial
  3. O Preenchimento Labial Dói?
  4. Como é o Pós-Operatório?
  5. Quanto Tempo Dura o Preenchimento Labial?
  6. Qual é o Preço do Preenchimento Labial?
  7. E Se Algo Der Errado Durante o Procedimento?
  8. Que Produto Pode Ser Aplicado?
  9. Qual o Profissional Mais Indicado?
  10. Botox é a Mesma Coisa que Preenchimento Labial?
  11. Existe Reversão Para o Procedimento?

Como é Feita a Aplicação no Preenchimento Labial?

Um dos primeiros questionamentos dos pacientes antes do procedimento é: são muitas agulhadas? Bom, a resposta para essa pergunta é: depende. O preenchimento nos lábios varia de acordo com os desejos de cada um.

Se o objetivo for preencher o lábio superior e inferior haverá mais agulhas do que apenas no inferior. É uma variável que será definida pelo dentista ou outro profissional qualificado.

É importante ressaltar que antes de qualquer aplicação, é feito o uso de anestesia local. Você não sentirá as agulhadas ou a injeção do produto.

Indicações e Contraindicações Para o Tratamento

Ainda é importante destacar que o procedimento é indicado para pacientes com as seguintes características:

  • Pouco volume labial, que acabe incomodando a pessoa esteticamente;
  • Pessoas incomodadas com os sinais do envelhecimento;
  • Alguma patologia oral que tenha passado por um processo dentário e acabou perdendo volume na projeção do lábio;
  • Para quem tem lábios com tamanhos desproporcionais;
  • Para quem deseja ter o contorno labial mais definido.

Entretanto, em alguns casos ele é contraindicado, por exemplo:

  • Pacientes com doenças autoimunes;
  • A pessoa possui lesões nos lábios;
  • A pessoa possui lesões na cavidade oral;
  • O paciente possui herpes;
  • Se você é menor de idade, seus pais precisam autorizar o procedimento;
  • Se você está grávida, não faça o procedimento. Mesmo sem contra indicações claras, não existe motivos para você correr o risco;
  • Não faça nenhum procedimento sem avaliação da sua saúde por completo. Também não esqueça de contar os medicamentos que você utiliza e se teve algum problema na boca ou pele recentemente.

Tipos de Preenchimento Labial

Preenchimento labial é seguro? Entenda o procedimento

Também é interessante destacar que existem diversificados tipos de preenchimento labial.

Entre eles, os mais famosos são:

  1. Preenchimento Labial Temporário – sendo uma das modalidades mais populares em procedimentos estéticos, o preenchimento labial temporário dura em média 6 meses. Assim, ele precisa ser aplicado novamente após este período, para que o efeito possa manter um padrão. Este ainda é considerado o método mais seguro entre todos.
  2. Preenchimento Labial Permanente – por conta de possíveis efeitos colaterais, o preenchimento labial com resultados permanentes já foi mais usado há anos.  Ainda assim, o preenchimento labial permanente é procurado por alguns pacientes. É o preenchimento labial com a substância PMMA, contendo microesferas de acrílico.  O ideal é que você converse com seu médico para saber mais sobre os riscos que essa substância oferece. Entretanto, poucos profissionais realizam a técnica, uma vez que ela pode causar alterações negativas ao paciente.
  3. Preenchimento Labial Semipermanente – estes geralmente são feitos a partir de hidroxiapatita de cálcio e poli lactona. Como podem provocar a formação de granulomas e nódulos, não são indicados para a realização de procedimentos nos lábios. Portanto, fique longe destas substâncias!

Benefícios do Preenchimento Labial

Podemos dizer que o preenchimento labial possui alguns benefícios ao paciente. Entre eles, os mais notáveis são:

  • O procedimento é pouco invasivo;
  • Ele não representa fortes incômodos ao paciente;
  • É provisório, no caso do preenchimento temporário;
  • Pode ser realizado facilmente.

O Preenchimento Labial Dói?

Preenchimento labial é seguro? Entenda o procedimento

Como citamos previamente, o procedimento deve ser feito com algum tipo de sedação leve com anestesia para as injeções não causarem desconforto ao paciente.

Alguns profissionais injetam junto com a substância um pouco de anestesia, ou fazem injeção com anestesia antes do início do procedimento.

Assim, podemos dizer que o que impede a dor é a presença da anestesia. Caso ela não fosse aplicada, o paciente poderia sofrer com notáveis desconfortos.

O procedimento, inclusive, não chega nem a ser considerado uma cirurgia, uma vez que é realizado no próprio consultório do médico ou dentista e não há necessidade de internação hospitalar.

Além disso, o paciente não fica debilitado e pode retornar às suas atividades no mesmo dia em que o tratamento foi realizado.

Como é o Pós-Operatório?

Preenchimento labial é seguro? Entenda o procedimento

Como dissemos, a pessoa pode continuar o seu dia normalmente após o preenchimento. Ela pode ir para sua casa, não precisando ficar internada ou sendo observada por um profissional da saúde.

É normal que os lábios fiquem inchados por até 48 horas depois do procedimento. Entretanto, logo este sintoma vai amenizando e o preenchimento começa a ficar a aparente, dando a forma prevista aos lábios preenchidos.

Pode ocorrer que o local das injeções fique um pouco roxo, mas isso passa logo.

Em pouco menos de 3 semanas, o resultado se revela e deve durar mais ou menos 6 meses, de acordo com o tipo de preenchimento realizado pelo paciente.

Quanto Tempo Dura o Preenchimento Labial?

Preenchimento labial é seguro? Entenda o procedimento

Como já apresentamos no decorrer deste artigo, existem 3 tipos diferentes de técnicas para a realização da plástica nos lábios.

Elas possuem durações bastante diferentes, podendo inclusive remodelar os lábios de maneira permanente. Assim, o tempo de duração do preenchimento irá depender da técnica utilizada para realizá-lo.

Entretanto, vale ressaltar que o mais recomendado e seguro é o preenchimento labial temporário, visto que o permanente e o semipermanente podem trazer complicações ao usuário.

Quais os Cuidados Pós-Aplicação?

Apesar de simples, o preenchimento labial exige cuidados. É importante que você siga as instruções dadas pelo seu dentista para evitar danos, deformidades ou outros problemas.

Os principais cuidados são:

  • Não toque, massageie, morda ou pressione os lábios após a aplicação. Espere, pelo menos, um dia antes de voltar ao uso “normal”.
  • Não utilize maquiagem antes ou no dia após a aplicação.
  • Não utilize cremes, pomadas ou qualquer outro produto não indicado pelo dentista.
  • Não se exponha ao sol ou faça esforço físico.
  • Espere, pelo menos, 30 dias antes de realizar outro procedimento estético!

Qual é o Preço do Preenchimento Labial?

Preenchimento labial é seguro? Entenda o procedimento

Em média, o preço do preenchimento labial varia de R$600 a R$1.500 por sessão. A quantidade de sessões e retoques depende de pessoa para pessoa.

Entretanto, cabe somente ao especialista que analisou e vai aplicar no paciente definir se é possível a realização do procedimento ou não.

E Se Algo Der Errado Durante o Procedimento?

O ideal é que você busque um médico especialista e certificado como cirurgião plástico, dermatologista ou cirurgião dentista para realizar o tratamento labial. Antes de qualquer coisa, procure saber se o especialista escolhido é membro de alguma sociedade ou associação médica. Ainda é de extrema importância que o preenchimento labial seja feito com uma equipe multidisciplinar para que haja uma harmonia facial no procedimento.

Devemos compreender que preenchimentos labiais com resultados insatisfatórios podem estar relacionados com a técnica de aplicação do profissional e com a natureza do produto utilizado.

A visão estética deturpada por parte do médico também contribui para resultados insatisfatórios para o paciente. Além disso, dependendo do produto utilizado pode haver reação do organismo.

Por fim, devemos evidenciar que às vezes a simetria não é respeitada e o paciente fica com a sua boca torta, também conhecida como boca de pato.

A questão é que, na maioria dos casos onde o tratamento da errado, a culpa é do profissional que não aplicou a técnica de maneira correta ou não observou as alergias e intolerâncias de seu paciente.

Portanto, é necessário que o profissional tenha bom senso, observando a proporção natural do rosto do indivíduo para poder determinar a harmonia facial após o tratamento.

Que Produto Pode Ser Aplicado?

O ideal é que você busque um médico especialista e certificado como cirurgião plástico, dermatologista ou cirurgião dentista para realizar o tratamento labial. Antes de qualquer coisa, procure saber se o especialista escolhido é membro de alguma sociedade ou associação médica. Ainda é de extrema importância que o preenchimento labial seja feito com uma equipe multidisciplinar para que haja uma harmonia facial no procedimento.

A maioria dos profissionais da preferência para o ácido hialurônico. Ele é bem aceito pelo organismo e tem ótimo efeito. Apesar de não ser definitivo, é um método seguro. Sua duração é de 6 a 12 meses.

A lista a seguir cita outras substâncias que podem ser usadas. No entanto, a maioria delas oferece riscos ou efeitos negativos ao usuário. São elas:

Gordura Autógena

Esta aplicação consiste em um enxerto de gordura do próprio paciente na região desejada.  Entretanto, ela contém alguns efeitos negativos, que são:

  • O corpo pode absorver muito da gordura, não entregando o resultado esperado;
  • Caso o paciente engorde, as células podem se multiplicar. Isso causaria um aumento exagerado dos lábios, deixando-os completamente desproporcionais e até mesmo tortuosos.

Hidroxiapatita de Cálcio

Mesmo não sendo recomendada para os lábios, há quem escolha aplicar. Seu resultado dura mais do que as duas alternativas anteriores.

Porém, a hidroxiapatita de cálcio pode formar nódulos ou granulomas nos lábios do paciente.

PMMA ou Metacrilato:

É o famoso silicone. Essa substância não é nada biocompatível, tendo altos índices de rejeição. Sua única vantagem é o efeito permanente nos lábios do paciente.

Qual o Profissional Mais Indicado?

Marketing pessoal é essencial para cirurgiões-dentistas

Há três profissionais indicados: cirurgião-dentista, dermatologista e cirurgião plástico. O importante é checar as credenciais dele e avaliar os procedimentos anteriores feitos, além de não agir por impulso.

O preenchimento labial, mesmo não sendo permanente, é um procedimento que mexe com a estética do rosto. Por isso, pesquise e converse abertamente com seu profissional antes da aplicação!

Antes de qualquer coisa, procure saber se o especialista escolhido é membro de alguma sociedade ou associação.

Ainda é de extrema importância que o preenchimento labial seja feito com uma equipe multidisciplinar para que haja uma harmonia facial no procedimento.

Botox é a Mesma Coisa que Preenchimento Labial?

Finalidade do botox na odontologia e sua aplicação

A resposta para esta pergunta é “não”. É um costume das pessoas chamar qualquer procedimento efetuado na região da face de Botox, mas eles não são o mesmo tratamento.

O Botox não é utilizado para aumentar o volume do lábio, e sim para amenizar as rugas dinâmicas, uma vez que diminui a ação da musculatura dos lábios do paciente.

Existe Reversão Para o Procedimento?

é possível reverter o preenchimento labial? confira como

Caso a pessoa não esteja mais feliz com os seus lábios preenchidos, existe sim uma maneira de reverter o procedimento.

Isso varia de acordo com a técnica utilizada para o preenchimento. Assim, pode ocorrer de três maneiras diferentes, cada uma para um tipo da modalidade. São elas:

Reversão de Temporários

Esta reversão é realizada com a enzima hialuronidase que degrada o ácido hialurônico, levando os lábios do paciente de volta ao seu tamanho natural.

Entretanto, toda vez que essa substância é usada, além de destruir o produto injetado, ela também degrada o ácido hialurônico natural do organismo.

Reversão de Semipermanentes

Geralmente, os preenchimentos labiais semipermanentes costumam durar cerca de dois anos. Entretanto, caso ocorra algum problema com o preenchimento nesse período, não há reversão imediata, como nos temporários.

É comum que o médico avalie a situação individualmente para decidir o que é possível fazer a respeito. Mas o ideal é esperar o tempo passar e obter os lábios naturais novamente.

Reversão de Permanentes

Neste caso, não se remove o material injetado nos lábios, justamente por ele ser permanente. Assim, para reverter esse tipo, apenas com procedimento cirúrgico pode resolver.

Entretanto este pode deixar sequelas no paciente e não é recomendado.

Sobre os Nossos Lábios

Saiba mais sobre os lábios

Agora está na hora de entendermos um pouquinho mais sobre nossos lábios. Eles são responsáveis por diversas funções importantíssimas do nosso corpo.

Eles sugam e envolvem os alimentos, além de auxiliar na fala e na deglutição.

Principais Inimigos dos Lábios

Diversos estudos realizados apontam que alguns hábitos podem danificar seriamente o nosso lábio e regiões ao seu redor. Assim, podemos destacar alguns deles, que são extremamente nocivos, como:

  • Tomar sol na região labial sem utilizar nenhuma loção protetora;
  • Excesso de tabagismo, que a longo prazo pode prejudicar bastante a região.

Principais Problemas que Afetam os Lábios

Certas mudanças nos lábios como alterações de cor, tamanho e superfície ou envelhecimento podem parecer inofensivas.

Entretanto, variações no aspecto estrutural dos lábios são o primeiro sinal de que algo está errado com a região.

Assim, é importante que você preste atenção nela. Sobretudo, se eles apresentarem lesões ou sinais persistentes. Vamos conhecer os principais problemas enfrentados por essa estrutura:

Lábio Rachado ou Fissurado

Lábios rachados podem estar relacionados ao clima seco ou até mesmo à temperaturas muito baixas. Contudo, outros diversos fatores podem ocasionar o problema, como:

  • Desidratação corporal;
  • Queimaduras nos lábios causadas pela exposição ao sol;
  • Contato com ar seco e baixa umidade;
  • O hábito de lamber os lábios excessivamente, pois este faz com que os ácidos da saliva entrem em contato com os lábios;
  • O hábito de respirar pela boca;
  • Ingestão deficiente de vitamina B;
  • Ingestão excessiva de vitamina A;
  • Alergia a alguns tipos de cosméticos e cremes dentais;
  • O uso de medicamentos como a tretinoína;
  • Estresse;
  • Infecções como a herpes labial;
  • Psoríase;
  • Tratamentos de radioterapia.

Lábios Secos

Desidratação, queimaduras solares, tempo frio ou clima seco podem ser a causa do aparecimento de lábios secos.

Contudo, o ressecamento da pele pode aparecer como consequência de uma reação alérgica a batons, cremes dentários, alimentos ou bebidas. Por isso, os lábios podem tornar-se duros e secos, especialmente o inferior.

Assim, ingerir bastante água, enxaguar bem a boca depois de lavar os dentes e usar hidratantes labiais adequados pode ajudar a reverter esta situação bastante indesejada pelas pessoas.

Lábios Inchados

O problema pode ser fruto de alguma reação alérgica que proporcione o inchaço labial. Ele pode ser causado por medicamentos, alimentos e até mesmo partículas presentes no ar.

O tratamento varia, dependendo bastante da causa do problema. Apesar disso, geralmente o procedimento é bem tranquilo, fazendo com que os lábios voltem ao normal.

Outros Problemas Labiais

Fora anomalia já citadas, é importante ressaltarmos algumas outras comuns no meio odontológico. Muitos pacientes aparecem no consultório alegando possuir bolhas nos lábios.

O problema é bastante comum e geralmente está associado à herpes simples.

Além disso, lábios pálidos ou descoloridos podem indicar que o paciente possui algum problema cardíaco que dificulte a circulação ou até mesmo esteja com hemorragia.

O importante é, sempre que notar alguma peculiaridade em seus lábios, procurar um profissional de confiança. É sempre bom se prevenir.

Em algumas situações, pequenas lesões podem indicar até mesmo um câncer de lábio. Portanto, o diagnóstico precoce se demonstra como a melhor maneira de prevenção para este e qualquer outro tipo de problema.

Agora você já sabe tudo sobre o preenchimento labial e os lábios, esta região tão importante e funcional de nosso corpo. Lembre-se que em caso de suspeita de qualquer anomalia citada acima, o ideal é consultar um profissional!

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.