Facetas de porcelana na odontologia estética

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

As facetas de porcelana são indicadas para reparar danos em pacientes que apresentam qualquer imperfeição no sorriso. Porém, têm como principal função o reparo de sintomas de alterações na estética dos dentes.

O paciente deve ter sempre em mente que o processo da colocação das facetas de porcelanas é irreversível. Ou seja, é preciso tomar a decisão cautelosamente com seu dentista.

As facetas de porcelanas são materiais odontológicos estéticos. Elas são finas próteses que se fixam na parte externa dos dentes e cobrem, como um revestimento, a parte visível deles.

Elas são moldadas para ter o formato dos dentes e são coladas com materiais específicos ao esmalte dentário natural durante o procedimento de colocação.

Como as Facetas de Porcelana São Colocadas?

Os dentes de porcelana têm um procedimento pouco invasivo, uma vez que eles são apenas colados no dente. Ou seja, o desgaste dos dentes em alguns casos é nulo. Vamos entender mais sobre o que é uma faceta de porcelana.

Desde o planejamento do tratamento nos consultórios dos dentistas até a colocação dos dentes de porcelana, é importante conhecer desde o princípio como é o processo.

Aqui estão as etapas para a colocação das facetas:

  1. Dentista e paciente, a partir dos diagnósticos encontrados, escolhem o tratamento como a melhor opção;
  2. Um molde é feito e confeccionado, por meio do scanner intraoral, a partir das características dos dentes do paciente;
  3. Assim que o molde é feito, ocorre o teste para conferir se o alinhamento, a cor, a forma, a textura e a estética estão de acordo com o combinado; e
  4. Por fim, no lugar escolhido, o dentista desgasta o dente com uma broca de 1,2 milímetro. Assim, as facetas de porcelana são colocadas e fixadas na boca do paciente para a conclusão do procedimento.

Depois que as facetas estiverem devidamente prontas, e iniciada então a fase de aplicação das mesmas. O que os cirurgiões-dentistas costumam fazer é provar juntamente com o paciente, certificando-se que estão boas.

Na hora da colocação, faz parte do procedimento realizar um desgaste dos dentes leve ou moderado, bem na região vestibular do dente.

Caso o desgaste do esmalte do dente necessário seja tão leve a um ponto de não chegar na região da dentina, pode-se então fazer apenas a colagem dos dentes, sem que seja necessário anestesiar o paciente.

Porém, em casos que se realizam preparos mais profundos chegando a dentina, o mais recomendado a fim de evitar desconfortos é aplicar uma anestesia. Isso só ocorre devido ao dissilicato de lítio presente na resina, podendo causar uma sensibilidade aos dentes.

Etapas de aplicação

O processo de colocação costuma ser feito em três etapas básicas, são elas:

  1. Principalmente, o primeiro passo é realizar uma sessão para confeccionar os dentes com uso do material em resina bisacrílica, checando sempre se o paciente gosta;
  2. Em seguida, é marcada então uma nova consulta onde será realizado o preparo das facetas de porcelana e também o molde odontológico dos dentes, independente do método que será utilizado;
  3. Por fim, uma última consulta é feita para que os dentes de dissilicato sejam provados.

Após todos esses procedimentos serem então resolvidos, entre em ação o trabalho do protético. Ele irá fazer todas as alterações que forem necessárias para que, na próxima consulta, as facetas possam ser colocadas.

Material

Como já citamos anteriormente, o material que é atualmente utilizado é o dissilicato de lítio. Principalmente, acaba sendo então o escolhido pelos profissionais por ser mais resistente do que as resinas.

Além disso, ele pode ainda ser também feito em diversas espessuras, inclusive as que são muito finas, conhecidas então como lentes de contato.

O mundo das facetas está sempre em atualização e modernizações ocorrem o tempo todo. Um dos grandes avanços que foram observados foi com relação aos produtos de colagem das peças.

O que ocorreu então foi que, além do material em sim, os agentes responsáveis por unir o dente e o dissilicato, são extremamente eficientes.

Preparação dos dentes para receber as facetas; aplicação das facetas

Anteriormente, já explicamos as etapas e como cada uma delas funciona na colocação das próteses. Porém, antes mesmo de começar a colocação, os dentes precisam ser devidamente preparados.

Principalmente, o que ocorre é uma primeira ida do paciente até o consultório para realizar uma avaliação geral da boca, vendo se está apta para a implantação.

Em seguida, podendo ser tanto por meio de um scanner bucal ou pelo próprio método tradicional, é feito então o processo de moldagem.

Caso alterações sejam necessárias, essas serão então feitas com a ajuda de programas de computador, ou pelo protético que faz os dentes.

Caso o molde for feito pelo protético, o processo envolve uma cópia dos dentes em cera e, em seguida, são reproduzidos em resina bisacrílica.

Já se for feito por meio do scanner intraoral, quem fará as alterações será o programa de computador.

Terminadas todas essas etapas, o profissional conversa então com o paciente sobre a cor dos dentes, seu formato, tamanho e também a posição.

Quando as facetas de porcelana são indicadas?

scanner intraoral

A indicação irá variar de caso para caso e cabe somente ao cirurgião dentista avaliar se há de fato a necessidade de aplicá-las ou não. Porém, elas são indicadas principalmente para pessoas com:

  • Dentes ligeiramente irregulares no tamanho
  • Problemas de posicionamento dental
  • Distância entre os dentes
  • Dentes com manchas resistentes a processos de clareamento
  • Manchas escuras devido a uma cirurgia de canal
  • Dentes desgastados devido ao bruxismo

Além disso, elas podem ainda ser colocadas somente em um dente ou, se for o caso do paciente, pegando toda a arcada dentária.

Porém, se for possível, é interessante que os dentes inferiores sejam evitados desse procedimento, um vez que esses são mais sensíveis, correndo assim o risco de resultar em dentes rachados ou ainda quebrados.

E quando são contraindicadas?

durabilidade das facetas de porcelana

Existem restrições para o uso de facetas? Sim. Porém, elas irão variar de caso para caso, então cabe ao dentista analisar individualmente qual a situação do paciente.

Os casos que são menos indicados para colocação desse tipo de material são em pacientes com:

  1. Grande perda de estrutura dental saudável;
  2. Histórico ou presença de cáries;
  3. Fraturas ou trincas;
  4. Dentes com tratamento endodôntico;
  5. Bruxismo não tratado;
  6. Excesso de tártaro e placa bacteriana;
  7. Alta sensibilidade nos dentes.

Para que os problemas já existentes não piorem ou venham a se manifestar, o paciente deve estar então em plena saúde durante o processo. Estar sem gengivites, cáries e outras doenças bucais é fundamental.

Além disso, quaisquer outros tratamentos deverão ser feitos antes do preparo e também da colagem desses laminados. Principalmente os de clareamento dental, uma vez que ele oferece uma estrutura mais clara para a cimentação das facetas.

Preço das faceta de porcelana

preço das facetas de porcelana

O preço das facetas de porcelana é um fator decisivo para quem pensa em passar pelo procedimento. Por não ser exatamente um procedimento barato, pode exigir um planejamento financeiro por parte do paciente.

Na maioria das vezes, costuma-se optar pela utilização de um laminado de cerâmica ou das lentes de contato. Entretanto, como essas são muito finas e não exigem o desgaste dental, acabam sendo mais caras.

Esse preço mais alto é uma consequência por ter também um custo mais alto paro o dentista com o laboratório protético, por exemplo.

Uma alternativa é fazer a correção usando uma resina, o que irá diminuir o preço do trabalho, uma vez que os serviços de um protético não são necessários.

A única coisa que irá envolver então é o tempo do profissionais e todos os materiais. Porém, a durabilidade do trabalho também e bem menor quando comparada com as cerâmicas.

Em resumo, o que determina então a principal diferença no preço é a durabilidade das facetas de porcelana e também a qualidade dos materiais utilizados.

As de resina, por exemplo, são feitas com uma mesma massa de restauração, seja diretamente no dente ou não. Cada uma dessas está entre 500 e 700 reais.

Já a faceta de porcelana tem os preços um pouco mais altos, ficando em uma faixa de preço entre 1000 e 1400 reais a capinha dos materiais.

A lente de contato são as mais caras, por mais que sejam as que acabam dando mais trabalho ao dentista. Principalmente, esse custo é alto devido ao preço laboratorial, podendo chegar a R$2.000.

Porém, não se desanime com valor das facetas de porcelana. Lembre-se sempre que, como o procedimento é irreversível, o investimento das facetas de porcelana são para a longevidade.

Quais cuidados devo tomar com as facetas?

procedimento estético

Assim como começamos a explicar, elas fazem parte de um processo irreversível pois estão completamente grudadas aos dentes. Então, costumam durar por anos e anos.

O que pode ocorrer com o tempo é que, as gengivas podem se movimentar e subirem, precisando assim fazer certas alterações no trabalho para manter a boa aparência dos dentes.

Pode acontecer também algum tipo de falha na cimentação, durante a adaptação, ou alguns locais apresentarem certas manchas. Porém, não é algo que ocorre comumente com dentistas cuidados.

Todo procedimento estético da Odontologia exige manutenções, então, com as facetas não é diferente. O certo a se fazer nesse caso e que evitará que você gaste um dinheiro desnecessário corrigindo problema, é manter as consultas de rotina em dia.

O passo mais prático e básico então para preservar suas facetas é cuidar da saúde bucal e visitar regularmente o dentista que realizou o procedimento.

Escovação, o uso do fio dental, enxágue bucal e uso de cremes dentais com flúor são alguns dos cuidados mais simples, porém essenciais.

O dentista ainda deve sugerir produtos específicos que ajudam a manter as restaurações. Entre as limitações, é recomendável diminuir o consumo de alimentos causadores de manchas, como o café e refrigerantes.

A higiene bucal ajuda na sua prolongação, mas é importante lembrar que as facetas de porcelana terão que ser substituídas em algum ponto, mesmo com a manutenção das facetas de porcelana correta e adequada.

Facetas de Porcelana e Facetas de Resina

facetas dentárias

Na hora de escolher o tratamento, dentista e paciente devem chegar em um acordo para adotar o melhor caminho.

Entre as opções de facetas dentárias, encontra-se a faceta de porcelana e a faceta de resina.

Entre as vantagens das facetas de resina, é a necessidade de apenas uma consulta dentária para a colocação delas. Ela é mais econômica (R$200 a R$700 reais por faceta) e não precisa de molde.

Porém, há também desvantagens: a faceta de resina é menos resistente, tem mais chance de manchar e o deslocamento é mais provável.

As de porcelana, embora com desvantagens como o preço mais caro, as consultas periódicas para colocação (duas ou mais) e a necessidade de um molde, tem um resultado mais vantajoso para o paciente.

Ainda está um pouco em dúvida de qual seria o método que mais te interessa? Então confira essa lista com algumas das principais diferenças entre cada uma das facetas:

Rapidez no tratamento

O que principalmente faz a diferença é o fato de que as em resina, são confeccionadas em uma cama única ou ainda múltiplas, mas que sejam aplicadas diretamente no dente e, normalmente, apenas uma única consulta é suficiente.

Já as de porcelana precisam de mais cuidados, como por exemplo o uso de provisórios, passam por processos de moldagens.

Além do uso de laboratórios de próteses dentárias para que as facetas sejam então confeccionadas.Por isso, a mais indicada para esse caso é a faceta em resina composta com técnica em porcelana.

Um caso como o de fechamento de espaços entre os dentes anteriores, por exemplo, também é um dos que apresenta bons resultados com essa opção.

Assim como restaurações de pequenos desgastes que podem ter sido ocasionados pelo bruxismo. Em situações de urgência, é algo que pode fazer total diferença.

Durabilidade

Você deve estar se perguntado quanto tempo dura uma faceta de porcelana nos dentes, certo? Bom, uma curiosidade é que os índices de infiltração devido a cáries são muito menores nas facetas de porcelana do que nas com resinas.

Desde o primeiro instante até que sejam necessárias manutenções, nas facetas em resina, quaisquer reparos normalmente começam a ser necessários após dois anos de uso.

Além disso, elas são também consideravelmente resistentes a impactos e cargas da mastigação. As de porcelana acabam não exigindo cuidados extras quando se for consumir algum alimento.

Por outro lado, as de resina apresentam uma maior fragilidade e essas sim precisam de cuidados especiais. Porém, já foi estudado que essa é sim uma diferença que pode ser resolvida com as indicações corretas.

Casos de amarelamento

Um dos problemas mais comuns que os pacientes costumam se queixar muito nos tratamentos com facetas é o fato de que essas amarelam.

Porém, quando comparadas, as de porcelana tem uma taxa de amarelamento muito menor do que as resinas compostas, por exemplo.

Por isso, é fundamental que o dentista oriente seus pacientes sobre a importância de tomar cuidado com os alimentos que possuem alta pigmentação.

Além disso, utilizar escovas mais macias também ajuda a fazer com que o amarelamento seja mais lento, ainda que venha a acontecer de qualquer forma.

Entretanto, caso ele ainda esteja em uma fase inicial, pode ser eliminado por completo e até mesmo evitado pelo profissional quando técnicas como o polimento são aplicadas.

Esse fator é então um dos mais importantes e que tem diferenças mais acentuadas entre as duas opções. Assim, no caso das resinas, os dentes amarelam juntamente com as facetas. Já nas de porcelana os dentes amarelam muito mais.

E as lentes de contato dental? O que são?

lentes de contato dental

Diferente das facetas, as lentes são um processo estético dental que cobrem apenas a parte da frente dos dentes, também conhecida como região vestibular.

Para esse procedimento, o material que é utilizado também é o dissilicato de lítio, que é muito mais resistente do que porcelanas comuns, por exemplo.

Dessa forma, esse é um dos fatores que permite que essa técnica possa ser feita com várias espessuras diferentes. Para os pacientes que desejam as lentes de contato dental, é muito utilizado, pois elas são extremamente finas.

Quando as lentes de contato são indicadas?

São diversos os casos em que pacientes podem querer colocar essas lentes. Porém, elas são principalmente indicadas para pacientes que têm dentes com:

  • Formato inadequado
  • Cor indesejada
  • Tamanho irregular
  • Correção da posição dos dentes

Isso significa que a maioria das correções estéticas podem ser resolvidas com aplicação de lentes? Sim! E ainda leva uma vantagem que, nesse procedimento, o desgaste é leve ou até desnecessário, ocorrendo somente nos dentes da frente.

Nos primeiros testes do processo costumava ser necessário o desgaste dental total. Muitas vezes, inclusive, ele era tão abrasivo que era preciso fazer um tratamento de canal posterior à aplicação, evitando que o doente doesse e todo o trabalho fosse perdido.

Informações importantes para saber antes do procedimento

Um fator importante para ser falado sobre esse processo é a questão do tempo. Começando pelo fato de que várias sessões com o dentista são necessárias para a colocação.

Por isso, se estiver procurando por algo que traga resultados com mais rapidez e urgência, talvez seja melhor optar por um outro método.

Na primeira consulta costuma ser feito então todo o procedimento, na segunda, o cirurgião-dentista irá então realizar um preparo dos dentes e molda-los em resina bisacrilica, conferindo sempre se o paciente gosta ou se são necessárias alterações.

Em seguido vem a etapa de fazer uma primeira prova dos dentes de material dissilicato de lítio, o que é fundamental para que ambos, tanto o dentista quanto o paciente consigam enxergar como irá ficar a aplicação.

Essa é a prova final, por isso, se o paciente quiser os dentes mais claros, por exemplo, ou ainda menores, qualquer outra questão pessoal, esse é o momento de avisar o profissional. Depois de feito não poderão ser feitas alterações.

Após que tudo estiver sido resolvido o protético entra então em ação, fazendo quaisquer ajustes que ainda sejam necessários e, no dia seguinte, elas já poderão ser instaladas.

Vou precisar tomar anestesia para o procedimento?

A resposta pode variar e tudo depende do desgaste. Caso ele seja muito leve e não chegue até a camada mais interna no dente, conhecida como dentina, a colagem pode ser feita sem necessidade de anestesia.

Entretanto, caso o profissional avalie que o caso do paciente irá precisar de reparos que sejam mais profundos e chegarão à dentina, aí sim é sugerido que uma anestesia seja aplicada a fim de evitar que haja dor durante.

Principalmente pelo material essencial do produto ser o dissilicato, é importante lembrar que esse é um componente muito forte. Dessa forma, pode causar desconforto em dentes que tenham uma maior sensibilidade.

Então, buscando proporcionar um melhor trabalho para o profissional e também menos desconforto para o paciente, a anestesia é uma boa escolha.

Quanto tempo as lentes de contato dental duram?

Por serem tão fortemente coladas nos dentes, as lentes, quando bem cuidadas, costumam durar por muitos anos. Existem até mesmo casos em que se é mais fácil fraturar um dente do que remover a lente.

Porém, caso a gengiva se movimente subindo ou descendo, realizando a conhecida como retração gengival, é normal que reparos precisem ser feitos na lente dental. Em alguns casos, inclusive, é necessário até refazer o procedimento.

O objetivo é sempre manter os dentes em perfeito estado e aparência, o que pode facilmente ser comprometido pela retração ou ainda manchas, falhas na cimentação e outros problemas.

Todo e qualquer procedimento odontológico, principalmente os que envolvem a estética dos dentes, manutenções fazem parte do tratamento para que os melhores e mais duradouros resultados sejam obtidos.

Por mais que isso signifique em alguns casos, um gasto maior de dinheiro, existem sim maneiras mais em conta de conseguir fazer com que seus dentes se preservem bonitos por mais tempo.

Atitudes básicas do dia a dia como uma boa higiene bucal e seguir as recomendações do cirurgião dentista já fazem uma grande diferença. Além disso, compareça as visitas regulares ao consultório do profissional que as aplicou.

Ainda assim, a principal vantagem das facetas de porcelana é que elas duram mais, sãos mais resistentes, não perdem a cor e não saem facilmente quando estão na boca.

Ramiro Murad
Ramiro Murad
Ramiro Murad Saad Neto, cirurgião-dentista com registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 118151, é graduado pela UNIC e residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Possui habilitação em Harmonização Orofacial e também é gestor de clínicas e franquias odontológicas. Além disso, é integrante da equipe Bucomaxilofacial da Clínica da Villa, que está na Rua Eça de Queiroz, 467 - Vila Mariana, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.