Scanner intraoral traz rapidez e precisão para diagnósticos

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A odontologia está em constante evolução tecnológica, e um dos principais objetivos desse progresso é atender às necessidades dos pacientes com mais rapidez, fluidez e eficácia. O scanner intraoral foi criado pensando nisso: é um equipamento que facilita o trabalho do profissional, especialmente na área ortodôntica, e traz muito mais conforto ao paciente.

O scanner odontológico se apoia em uma tecnologia já presente e utilizada na área da engenharia, conhecida como sistema CAD/CAM. O nome são as siglas inglesas para Computer-Aided Design/Computer-Aided Manufactoring que significam, respectivamente, desenho auxiliado por computação e manufatura auxiliada por computação. Mas afinal, o que é um scanner intraoral?

O scanner intraoral é um equipamento pequeno e de fácil manejo. Ele oferece um molde em 3D da boca do paciente. A tecnologia também permite com que o profissional vá além da moldagem e consiga ver – em cores -, vários detalhes da boca do paciente, assim como a densidade dos ossos e outros detalhes.

Com ele, pode-se elaborar próteses e aparelhos dentários com maior precisão, já que é possível visualizar todos os detalhes da arcada, bem como o efeito que o aparelho ortodôntico ou a prótese surtirá sobre ela. Assim, o profissional consegue simular os tratamentos que podem ser oferecidos ao seu paciente com o molde em 3D já no computador.

Trata-se de uma simulação, utilizada geralmente no tratamento ortodôntico, capaz de demonstrar a condição atual da arcada dentária e uma prévia estimada da disposição dos dentes conseguida após o tratamento. Assim, não apenas o profissional, mas o paciente também consegue visualizar o resultado esperado naquela terapêutica, o que pode estimulá-lo a prosseguir até o final do tratamento

Porém, suas funções não se limitam ao molde e simulações. O scanner odontológico também pode ajudar o profissional a identificar doenças e fazer um diagnóstico mais exato.

Qual a diferença entre a moldagem tradicional e o scanner intraoral?


A moldagem odontológica é um procedimento muito comum, usado especialmente para tirar as medidas corretas da boca do paciente para o aparelho ortodôntico, facetas e próteses, por exemplo.

Atualmente, existem duas maneiras diferentes de realizar-se esse procedimento: o modo tradicional e o modo digital.

A moldagem tradicional pode ser realizada por meio de diferentes materiais, como silicone ou gesso.

Todo o processo, até a confecção do produto final, seja prótese ou aparelho, pode levar até semanas, dependendo se o dentista tem ou não um laboratório no consultório ou se o molde irá para um laboratório externo.

Em resumo, o procedimento tradicional demanda que o paciente morda o material que será usado para a moldeira, como o gesso. O material é modelado sobre um molde e é inserido dentro da boca para que o paciente o morda.

Pode levar alguns minutos até que o material tome a consistência desejada. A sensação, para o paciente, pode ser um tanto quanto desagradável, podendo gerar ânsias.

Como você irá descobrir ao longo desse artigo, diferentemente do método tradicional, o uso do scanner intraoral dispensa o uso do molde de gesso. Ele é realizado de modo 100% digital.

Separamos algumas das principais diferenças entre esses dois métodos. Confira:

Método tradicional

  1. Uso da moldeira para fabricação dos moldes dentários;
  2. Gastos com materiais essenciais, como o gesso, placa para aplicação do gesso, pistola aplicadora, e outros utensílios descartáveis;
  3. Procedimento mais longo, já que necessita de preparamento prévio e várias etapas durante o processo;
  4. Desconforto do paciente durante o procedimento, como ânsia e enjôo;
  5. Demora superior no processo de envio e execução do trabalho por parte do protético;

Método digital

  1. Sistema CAD/CAM;
  2. Dispensa o uso do molde de gesso, escaneando com precisão até mesmo as áreas de maior dificuldade;
  3. Não incomoda o paciente, já que o procedimento é totalmente digital e consideravelmente menos invasivo;
  4. Procedimento muito mais rápido, podendo ser finalizado em pouquíssimos minutos;
  5. Possibilidade de simular o resultado final do tratamento;
  6. Envio digital para o protético, o que torna o a execução mais rápida por parte do protético e o tempo de espera muito mais curto;

Como funciona o scanner intraoral?

Como funciona o scanner intraoral?

Como dissemos anteriormente, o scanner intraoral é um equipamento odontológico moderno, pequeno e de fácil manejo. Pode ser comparado à uma pequena pistola – a depender do modelo – ou ainda um simples aparelho cilíndrico e pequeno.

Uma de suas pontas contém a tecnologia de scanner, responsável por realizar uma leitura completa da arcada dentária por meio de uma câmera intraoral. A seguir, vamos explicar direitinho como funciona o scanner intraoral. Vamos lá?

Forma de uso do scanner intraoral

O procedimento é simples e rápido. Assim, o profissional inicia inserindo a ponteira que contém o a câmera na cavidade bucal do paciente. Não é preciso, para isso, precise encostar totalmente o equipamento nos dentes do paciente.

Vale mencionar que tais ponteiras são descartáveis, a fim de preservar pela higiene e biossegurança do profissional, consultório e paciente.

Conforme a câmera intraoral captura as imagens, é possível visualizá-la em tempo real em uma tela, direcionando, assim, o profissional a guiar o aparelho sobre os locais restantes para a captura adequada.

A forma de escaneamento da boca depende de cada profissional. Contudo, é comum começar pela parte oclusal, seguindo para lingual e então vestibular. Vale lembrar que a forma de manuseio ainda pode variar para cada paciente em termos de abertura de boca.

É normal que o escaneamento oral da arcada superior seja mais simples e rápido se comparada à inferior, devido a ausência da língua e saliva em quantidade menor. Contudo, o procedimento, de forma geral, tende a ser bem rápido e sem grandes dificuldades.

Após o escaneamento, o profissional pode pedir ainda que o paciente morda a ponteira do equipamento. Com isso, ele será capaz de analisar, com precisão os contatos oclusais.

Como são capturadas as imagens?

Os dados capturados são enviados para o computador que, com o auxílio de um software já previamente instalado, cria uma imagem em 3D de alta resolução e qualidade.

O escaneamento ocorre por meio de uma leitura óptica, somada a um escaneamento a laser. Isto quer dizer que a câmera captura mais de 1000 imagens por segundo e que são juntadas simultaneamente pelo software, recriando a imagem virtual 3D da arcada.

Alguns aparelhos podem até escanear e reproduzir a cor real dos dentes. Essas cores, muito fiéis a original, podem ser usadas, inclusive, como base para a realização das restaurações definitivas.

Após a captura e devidos ajustes realizados no software, o material é entregue a um laboratório especializado que realiza a fresagem com uma impressora 3D.

Vantagens do scanner intraoral

Vantagens do scanner intraoral

O scanner intraoral traz velocidade e precisão à consulta. É possível escanear digitalmente um paciente em apenas 5 minutos, por exemplo. Assim, o arcaico molde de gesso que muitas vezes causava engasgos ou outros problemas, como sujeira ou grude nos dentes, é deixado de lado.

Devido à precisão do aparelho, que é muito superior à das moldagens tradicionais, também não são necessárias repetições no procedimento. Isso traz um fluxo muito melhor de trabalho ao profissional.

Com todos os dados do cliente salvos no computador, o contato do dentista com os fabricantes de peças e aparelhos fica muito mais fácil. Tudo pode ser feito de forma digital. O profissional pode oferecer o produto em um prazo menor, o que diminui a espera pelo início do tratamento.

Para os fabricantes, isso também é uma vantagem. Ao receberem as medidas exatas, os produtos podem ser fabricados sem o risco de apresentarem defeitos ou precisarem ser trocados.

Com as informações salvas digitalmente não é necessário se preocupar com perdas dos moldes de gesso.

Além disso, como já dissemos, o scanner intraoral pode ser benéfico em outros aspectos, como no diagnóstico de algumas doenças. Como analisa a densidade óssea dos dentes, pode ser uma ferramenta auxiliar no diagnóstico de da osteoporose, por exemplo.

O scanner, em essência, é usado para o monitoramento preciso da oclusão e dos seus dentes e, por isso, é uma ferramenta que analisa:

  • Desgastes dentários;
  • Recessões;
  • Movimentações dentárias;
  • Retração gengival;
  • Simulação do tratamento ortodôntico;
  • Contatos interoclusais.

Assim, de maneira geral, podemos listar as vantagens do uso desse aparelho no consultório odontológico da seguinte forma:

  1. Rapidez durante os procedimentos;
  2. Conforto;
  3. Precisão na captura de imagens;
  4. Método com menos sujeira e mais praticidade;
  5. Segurança para o dados e informações do paciente;
  6. Fácil manuseio;
  7. Bom custo-benefício;
  8. Melhora na logística entre profissional e protético;

Quanto custa o scanner intraoral?

Quanto custa o scanner intraoral?

Saber como funciona e até mesmo as vantagens de possuir um scanner intraoral é necessário, mas, com isso, outra dúvida surge: quanto custa o scanner intraoral?

Na verdade, responder essa pergunta com precisão pode ser uma tarefa difícil, visto que o mercado oferece inúmeros modelos, marcas e aparelhos que possuem diferentes vantagens, se comparado a outros, o que influencia no preço final.

Ou seja, o preço do scanner intraoral pode variar muito a depender do modelo e marca, por isso o profissional que tem intenção de adquirir o produto deve realizar uma pesquisa aprofundada, a fim de garantir o melhor custo-benefício possível.

Por exemplo, o profissional pode adquirir apenas as câmeras intraorais portáteis que, por sua vez, são mais simples e têm um valor mais baixo.

A vantagem do scanner intraoral portátil é que o atendimento pode ser realizado em vários lugares, com facilidade de transporte.

Por outro lado, se o profissional quiser adquirir o scanner completo pode pagar um valor mais alto.

Assim, os equipamentos com a tecnologia de escaneamento podem ser encontrados no mercado desde quantias que variam na faixa dos R$600,00, até valores que ultrapassam os R$100.000,00. Mas não se assuste! Como já dissemos, tudo depende do modelo procurado pelo profissional, bem como sua marca.

O investimento do scanner vale a pena?

O investimento do scanner vale a pena?

Como vimos, por ser um equipamento notável no meio da odontologia, o scanner odontológico acaba tendo um preço mais elevado. Esse pode ser um fator a pesar na balança na hora de decidir se o equipamento é um bom investimento para o seu consultório ou clínica odontológico, mas, além disso, é preciso pensar nas outras vantagens que o equipamento pode trazer.

Além das que já citamos anteriormente, a aquisição de um scanner intraoral, por outro lado, pode ser uma importante ferramenta de marketing para dentistas.

Isso porque, uma vez que a eficiência do tratamento aumenta, bem como sua qualidade, eleva-se também a imagem da clínica e o índice de indicações de pacientes.

Tudo isso faz também com a receita e a rentabilidade da clínica aumentem. Permitindo que o profissional consiga investir mais e melhor em processos e equipamentos que tornem seu trabalho mais rápido, direto e eficaz.

De acordo com o gerente da 3Shape – uma das marcas de scanners digitais -, no Brasil, Rodrigo Didario:

“Alguns profissionais relataram que o estímulo causado pelas imagens em 3D resultou no pedido dos pacientes por novos procedimentos. Isso tudo pelo simples fato de nunca terem visto suas bocas com tamanha perfeição anteriormente”.

Impacto financeiro e conhecimento profissional

Tudo isso pode ainda impactar positivamente no faturamento do consultório odontológico, compensando no preço pago pelo scanner. Além disso, pode ser um bom método para fidelizar pacientes.

Hoje a área odontológica conta com diversos equipamentos e diversas tecnologias que tornam o trabalho do dentista mais eficiente e ágil, otimizando seu tempo. Toda essa modernidade sempre contribuiu para o bom desenvolvimento do seu trabalho e do seu negócio e o scanner intraoral é uma dessas tecnologias.

Vale lembrar que o profissional pode optar, ainda, pelo scanner que mais satisfaz as necessidades do seu consultório odontológico, dispondo de diversas opção no mercado, a diversos preços.

Essa evolução tecnológica, dentre todas as suas vantagens, ainda pode ser eficiente para o aprendizado profissional do dentista, no que diz respeito a ampliação dos seus conhecimentos.

Isso também significa estar a um passo a frente no mercado, aperfeiçoando-se e atualizando-se com o que há de mais novo na área.

Desse modo, não é apenas o preço de scanner que deve ser levado em consideração.

Qual é o melhor scanner intraoral?

Qual é o melhor scanner intraoral?

Após constatar que a compra de um scanner intraoral pode ser muito benéfica à necessidades do seu consultório ou clínica odontológica, outra dúvida pode surgir: qual o melhor scanner intraoral? Como escolher?

Essa dúvida pode ser ainda maior quando se olha a quantidade de marcas e modelos disponíveis atualmente no mercado. Para solucionar essa questão, primeiro é preciso responder algumas perguntas, como:

  • Até quanto você está disposto a gastar?
  • Quais funcionalidades do scanner são prioridades para você?
  • Um equipamento de qualidade intermediária é suficiente para suprir as suas necessidades?

Outra dica é realizar uma pesquisa aprofundada nas páginas da internet, a fim de levantar valores, conhecer as marcas disponíveis e entender as funcionalidades presentes em cada marca, por exemplo.

Um equipamento com um preço elevado demanda não apenas um planejamento financeiro, mas paciência para avaliar todos os pontos e vantagens de cada marca, a fim de fazer uma escolha assertiva. Portanto, não confie apenas na recomendação de terceiros, pesquise e conheça a marca pela qual optar.

Para facilitar esse processo, listamos algumas das marcas mais conhecidas de scanners, bem como uma pequena descrição e vantagens de cada uma delas, confira:

  1. iTero Scan
  2. 3 Shape TRIOS
  3. Planmeca PlanScan
  4. CS 3600 Dental da Carestream

iTero Scan

A iTero Scanner conta com dois modelos de scanner intraoral. São eles:

  1. iTero Element 5D: conta com um sistema de imagem dental híbrido, que grava simultaneamente imagens 3D e permite a comparação ao longo do tempo, com a tecnologia TimeLapse;
  2. iTero Element 2: possui processador de última geração, escamentos ininterrupto, imagens em cores aprimoradas, visualização em alta definição, posicionamento ergonômico da Wand e Touchpad.

As vantagens destacadas pela marca incluem:

  • Conclusão do escaneamento completo da arcada em até 60 segundos;
  • 18,0 milhões de escaneamentos realizados na área ortodôntica em todo o mundo;
  • 9,4 milhões de escaneamentos relacionados ao tratamento Invisalign;
  • 4,3 milhões de escaneamentos relacionados ao fluxo restaurativo em todo o mundo.

3 Shape TRIOS

Já o 3 Shape TRIOS conta com recursos diferenciados, como funcionalidade sem fio, configuração flexível de hardware e um ecossistema aberto.

Também auxilia no diagnóstico da cárie, possibilitando cuidados preventivos. Além disso, foi 7 vezes vencedor do prêmio “Best of Class“.

Dentre as vantagens destacadas pela marca, podemos citar:

  • Sem restrições por fios, otimizando o conforto e facilitando o escanemanto;
  • Precisão comprovada por 18 estudos independentes, sendo superior em comparação às digitações convencionais e/ou feitas com outros scanner intraorais do mercado para restauração de arcada completa, unitária e múltiplas;
  • Modelos digitais de alta qualidade com cores realistas e registro de medições de tonalidade dos dentes;
  • Permite registrar os movimentos excursivos do paciente, destacando os pontos de contato estáticos e dinâmicos;
  • Inteligência artificial que remove automaticamente os tecidos moles da moldagem digital, facilitando a digitalização;

Planmeca PlanScan

Por sua vez, a Planmeca PlanScan oferece quatro modelos de scanner diferentes, são eles:

  • 1. Planmeca Emerald: Projetado pra uma usabilidade superior, com alta velocidade e precisão;
  • 2. Planmeca Emerald S: Versão aprimorada do anterior, eleva as velocidades de digitação, além de apresentar novos recursos de diagnóstico e melhor usabilidade;
  • 3. Planmeca PlanScan: pode ser integrado diretamente em sua unidade odontológica digital Planmeca ou conectado a um laptop;
  • 4. Planmeca PlanScan Lab: é um scanner de mesa para digitalizar moldes e impressões em gesso. Pode ser para várias indicações, como coroas unitárias, pivôs, barras de implante dentário e pontes para a arcada inteira.

As vantagens destacadas pela marca incluem:

  • Velocidade de digitalização de primeira linha, capaz de digitalizar uma arcada dentária inteira em menos de um minuto;
  • Compacto e ergonômico;
  • Captura de cores vivas e realistas;
  • De duas a três pontas disponíveis, a depender do modelo. Ponta SimLine, mais fina, para acesso aos dentes posteriores e áreas interproximais. Ponta de transiluminação, para a detecção de cáries. Opções de troca de ponta;
  • Importação e exportação fácil no software;
  • Pedal de comando sem fio que permite alterar as funções de digitalização;
  • Entre outras.

5. CS 3600 Dental da Carestream

Já a CS 3600 Dental da Carestream promete uma digitalização inteligente para tratamentos de restauração, ortodontia ou implantes.

Dentre as vantagens que a marca destaca podemos citar:

  • Captura rápida, precisa e simples;
  • Estatisticamente superior em autenticidade (refere-se a saber se uma medida corresponde à quantidade real do que está a ser medido), de acordo com o artigo “Accuracy of Four Intraoral Scanners in Oral Implantology: A Comparative In-Vitro Study”;
  • Digitalização contínua que permite utilizar o aparelho de forma ininterrupta, diminuindo o tempo de digitalização;
  • Avisos em tempo real que fornecem feedback, indicando áreas que carecem de detalhes e que necessitam de uma leitura adicional para otimizar os resultados clínicos;

Onde adquirir um scanner intraoral?

Onde adquirir um scanner intraoral?

Decidida a marca e o modelo desejado, o próximo passo é adquirir o produto.

Esses equipamentos podem ser adquiridos em lojas físicas ou online, em lojas específicas de produtos odontológicos ou diretamente com o fabricante.

Essa fase exige um cuidado especial do profissional, que deve se atentar ao local da compra.

Isso porque, assim como o profissional utiliza a internet para realizar pesquisas e levantar preços, é comum que também utilize o meio para realizar a compra, uma vez que e-commerce está cada vez mais confiável e seguro.

Ainda assim, é preciso tomar cuidado redobrado nesse momento, especialmente se a compra for efetuada pela internet.

Por isso, recomenda-se que o profissional adquira o equipamento direto com o fornecedor ou em lojas confiáveis. A dica aqui é não se encantar por preços extramente baixos, fora do comum. Não raramente, estabelecimentos de má índole utilizam preços abaixo do normal para atrair clientes.

Ao se deparar com preços assim, questione o vendedor a respeito e investigue o caso. Não haja precipitadamente para evitar adquirir produtos de procedência duvidosa.

Se a compra for realiza pela internet, certifique-se que o site possui selos de verificação e segurança, bem como uma política de externo confiável, caso haja algum problema com a compra.

Fora isso, o ideal e mais seguro é adquirir o produto diretamente com o fornecedor. É possível, ainda, entrar em contato com o fornecedor e solicitar uma visita de um representante comercial para uma demonstração do produto e esclarecimento de possíveis dúvidas.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a nova tecnologia da odontologia digital?

Em resumo, o scanner intraoral traz uma série de benefícios para todos. Conforto e confiança aos pacientes, agilidade e melhor fluxo de trabalho aos profissionais e, a longo prazo, uma melhor imagem, receita e rentabilidade para a clínica odontológica.

Ramiro Murad
Ramiro Murad
Ramiro Murad Saad Neto, cirurgião-dentista com registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 118151, é graduado pela UNIC e residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Possui habilitação em Harmonização Orofacial e também é gestor de clínicas e franquias odontológicas. Além disso, é integrante da equipe Bucomaxilofacial da Clínica da Villa, que está na Rua Eça de Queiroz, 467 - Vila Mariana, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.