Tudo sobre o aparelho transparente e alinhador invisível

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O aparelho transparente é uma nova opção, mais bonita e confortável, para quem faz tratamento ortodôntico

Os aparelhos fixos são usados para o tratamento de imperfeições e desalinhamentos na arcada dentária. Essa é a técnica mais comum e mais conhecida por pacientes e dentistas. Apesar de oferecerem um ótimo resultado, os fixos podem gerar alguns incômodos, sejam estéticos ou higiênicos. Pensando nisso, o mercado de odontologia inovou e criou o alinhador transparente, mais conhecido como aparelho transparente.

Recomendado em praticamente 50% dos casos, o aparelho transparente é removível e confortável. Possui espessura de apenas 0,75mm e não impõe qualquer restrição alimentar para os pacientes.

O aparelho transparente é conhecido também como alinhador invisível e funciona como um aparelho tradicional: tem como principal objetivo alinhar imperfeições da arcada de dentária. Ele é produzido a partir de materiais como o acetato transparente para que fique imperceptível.

Diferente dos aparelhos tradicionais, esta técnica de alinhamento não é fixa e conta com placas que cobrem os dentes, proporcionando maior conforto e facilitando a higienização dos dentes.

Além disso, são praticamente imperceptíveis. Com todos estes atributos, o alinhador invisível é uma ótima opção estética para crianças e adultos.

Diferente dos aparelhos convencionais, não atrapalha a escovação ou o uso de fio-dental e evita o acúmulo de alimentos. Não faz volume e não incomoda a bochecha, lábio ou língua.

  1. Conhecendo Mais da História do Aparelho Transparente
  2. Como o Aparelho Transparente é Produzido?
  3. Quais São os Tipos de Aparelho Transparente?
  4. Vantagens do Alinhador Dentário Transparente
  5. Cuidados Com o Alinhador Ortodôntico Transparente
  6. Quais São os Cuidados com a Higiene Bucal?
  7. Diferenças Entre o Alinhador Transparente e o Aparelho Invisível
  8. Outros Tipos de Aparelhos Ortodônticos

Conhecendo Mais da História do Aparelho Transparente

Temos uma pergunta para você: quando o aparelho transparente foi inventado? Guarde sua resposta e agora responda outra: quem inventou esse aparelho? Vamos descobrir se suas respostas estão certas!

O aparelho foi inventado no final dos anos 90, entre 1997 e 1999. Zia Chishti é o responsável pelo novo dispositivo.

O americano estudou na Universidade de Columbia, na cidade de Nova York.  E, anos mais tarde, ele estudou na Universidade de Stanford, na Califórnia.

Durante os estudos na Califórnia, Chishti começou a imaginar um aparelho ortodôntico diferente dos que eram feitos na época no mercado odontológico.

Ao invés do metal, o americano testou aparelhos de plástico e transparente.

Dessa forma, o produto foi apresentado no mercado e fez sucesso por suas vantagens e originalidade. E, como já vimos, o aparelho é produzido por meio de placas de acetato.

Uma das grandes vantagens desse dispositivo é que ele é moldado de forma adequada para todos os dentes.

Com o lançamento no mercado, muitos profissionais da área da odontologia começaram a indicar o uso do aparelho transparente em tratamentos ortodônticos.

Isso porque o aparelho ortodôntico transparente promove o alinhamento e correção ortodôntica. E isso ao mesmo tempo que promove a estética dentária.

Como o Aparelho Transparente é Produzido?

Como os alinhadores transparentes são produzidos? Descubra aqui

Antes de iniciar o tratamento, é necessário preparar a documentação do paciente, que inclui fotos, raio x panorâmico, escaneamento e moldagem em silicone.

Em seguida, por meio de um programa especializado, você monta o passo a passo do tratamento e pode demonstrar os resultados esperados por meio de uma simulação em 3D.

A próxima etapa do desenvolvimento do alinhador transparente é o envio do planejamento para o laboratório produzir as guias do alinhador.

Para que o tratamento cumpra seu objetivo é necessária a cooperação do paciente, que deve seguir à risca as orientações do dentista.

Caso contrário, o tempo de uso do alinhador transparente pode ser longo e os resultados insatisfatórios.

Quais São os Tipos de Aparelho Transparente?

Aparelho dentário transparente é dividido em grupos

O aparelho transparente, como já vimos, é uma moldeira que não fica fixa nos nossos dentes. Além disso, ele é escolhido por ser um ótimo instrumento estético.

Isso porque enquanto ele corrige a posição dos seus dentes, ele não aparece de forma muito nítida.

O aparelho pode ter o aspecto:

  • Branco;
  • Transparente; e
  • Cristalino.

Além disso, o material escolhido para a produção do alinhador pode ser:

  • Porcelana;
  • Composite;
  • Cristais;
  • Plástico;
  • Resina;
  • Safira; e
  • Outros materiais com composições químicas estruturais diferentes.

A escolha tanto do aspecto do alinhador, como o do material, é feita em conversa com o dentista e o paciente.

Dessa forma, ambos entram em um consenso sobre quais características são mais adequadas para o quadro clínico do paciente.

Assim que vocês escolherem o melhor aparelho e ele estiver pronto, agora é só seguir as instruções do dentista! Com isso você garante o sorriso bonito e saudável.

Vantagens do Alinhador Dentário Transparente

Aparelho ortodôntico transparente traz vantagens para saúde bucal

Esta nova técnica para alinhar os dentes é um grande avanço no universo dos tratamentos ortodônticos. E para comprovar, resumimos algumas das vantagens dos alinhadores transparentes.

  • Estética: praticamente imperceptíveis, os alinhadores transparentes contribuem para a beleza do sorriso sem afetá-lo durante o tratamento;
  • Esqueça as restrições alimentares: é possível comer de tudo sem qualquer prejuízo para o cuidado com o alinhador;
  • Higienização: os alinhadores transparentes não apresentam qualquer empecilho para sua escovação, ou uso do fio dental;
  • Conforto: os alinhadores não fazem volume e não incomodam as bochechas, lábios ou língua; e
  • Esqueça as dores: os alinhadores transparentes não machucam a boca ou causam incômodos significativos durante o tratamento.

Pacientes que se submetem ao alinhamento transparente precisam fazer o uso sequencial de diferentes moldeiras.

Cada moldeira apresenta uma leve alteração na posição dos dentes, em relação à anterior. Geralmente o paciente fica 15 dias com cada uma. A troca causa o ajuste gradual dos dentes, até que se chegue ao resultado desejado.

É importante frisar que mesmo que o aparelho transparente seja uma alternativa de tratamento, apenas o dentista é capaz de decidir qual deles o paciente deve se submeter.

Para os pacientes, um alerta: nunca recorra a um tratamento ortodôntico sem verificar a credibilidade do profissional.

Cuidados Com o Alinhador Ortodôntico Transparente

Higienizar o aparelho transparente é essencial para a saúde

Os aparelhos transparentes podem acabar por manchar depois de algum tempo o usando.

Para evitar que o alinhador fique manchado, os profissionais recomendam que os pacientes tentem não comer alguns alimentos com muita frequência. Eles são:

  • Refrigerante;
  • Café;
  • Vinho;
  • Açaí; e
  • Alimentos com corante.

Além disso, alguns hábitos também podem fazer mal para a durabilidade do alinhador. O principal é o tabagismo. Isso porque os elementos químicos do cigarro podem amarelar o aparelho transparente.

Mas, e como faço para higienizar o aparelho transparente. Fica tranquilo, porque vamos descobrir agora!

Cuidados ao higienizar o aparelho

Assim que você for escovar os dentes, é ideal que você também higiene e limpe o seu aparelho para evitar o aparecimento de manchas. Por isso, tire ele da boca e passe uma escova ao redor do alinhador.

Tente limpar todos os lados do aparelho. Lembre-se de fazer movimentos suaves e circulares. Dica: não escova de maneira brusca, isso porque o aparelho pode sofrer desgastes quando o atrito é muito agressivo.

Além disso, devemos lembrar que é importante você guardar o aparelho em alguma “caixinha” quando não estiver com ele na boca. Dessa forma, ele fica protegido e você pode fazer as suas tarefas sem se preocupar.

Agora que você já terminou de limpar o alinhador, chegou a hora de cuidar da saúde bucal!

Quais São os Cuidados com a Higiene Bucal?

Cuidar da higiene bucal é fundamental durante tratamento ortodôntico

Nós acabamos de ver sobre os cuidados com o aparelho bucal. Agora, você precisa saber cuidar da sua higiene bucal. Só assim o resultado esperado do tratamento com o aparelho transparente terá resultados positivos.

Por isso, siga as nossas recomendações. Vamos conferir mais sobre elas.

Hora de escolher a escova adequada

Quando vamos escovar os dentes, a escova é um material muito importante durante esse processo. Isso porque ela é a responsável pela limpeza dos dentes e da língua. Por isso, escolher uma escova que seja ideal para a sua rotina é fundamental.

Se você tiver o aparelho com braquetes transparentes, a melhor opção é comprar a escova ortodôntica. Mas, por que preciso optar por uma escova específica?

Bom, a resposta é simples: a escova ortodôntica tem uma canaleta central adaptada aos braquetes do aparelho. Dessa forma, é mais fácil realizar a higiene oral.

Além disso, as cerdas da escova são em formato de um “V”. Isso facilita a limpeza das áreas laterais do dente e não traz danos para o aparelho. Agora, além das escovas ortodônticas, você também pode optar pela compra das escovas interdentais.

A principal vantagem desse tipo de escova é a eficácia na hora da limpeza entre os braquetes transparentes. A limpeza é feita de modo mais completo, com retirada de sujeiras e possíveis microrganismos.

Importante: a melhor maneira de usar a escova interdental é com a cabeça inclinada. Dessa forma, as cerdas se ajustam melhor ao aparelho e conseguem limpar áreas com o acesso mais difícil.

Escovando os dentes

Na hora de escovar os dentes, é ideal que você faça movimentos circulares, constantes e suaves. Passe a escova em cada dente, dando atenção especial para cada elemento dentário.

Você deve escovar os dentes em todas as faces e nas superfícies internas. Dica: não exagere no uso do creme dental. Isso porque quando colocamos muito creme dental, a fricção entre o dente e a escova perde a potência.

Assim, a limpeza não é feita da melhor maneira possível. Por isso, lembre-se de usar uma pequena quantidade do creme.

Se você não sabe ao certo qual a melhor quantidade para os seus dentes, não se preocupe. Pergunte para o dentista de confiança. Ele indicará a melhor forma de escovação.

Uso do fio dental é importante

Passar o fio dental é fundamental para os pacientes que fazem o tratamento ortodôntico. Isso porque o fio remove sujeiras e microrganismos presentes nas áreas de difícil acesso dos dentes.

Vamos descobrir as etapas para passar o fio de maneira adequada:

  1. Com cuidado, passe o fio dental por trás do fio metálico;
  2. Pressione o fio dental para que ele fique entre os dentes;
  3. Faça movimentos para cima e para baixo com o fio dental;
  4. Retire o fio puxando por uma das pontas; e
  5. Repita o processo em todos os espaços entre os dentes.

Você pode estar se perguntando: quando devo passar o fio dental?

O ideal é que você asse o fio dental após cada refeição. Isso para garantir uma limpeza completa e evitar que o aparelho sofra algum dano com comida presa, por exemplo.

Para completar a limpeza, enxaguante bucal é o mais indicado

Depois da escovação e de passar o fio dental, para dar um último toque à limpeza, você pode optar pelo uso do enxaguante bucal. Ele é uma substância que ajuda no controle de microrganismos.

Os profissionais indicam que você coloque uma quantidade adequada na cavidade bucal e realiza um bochecho durante cerca de 30 segundos. Os principais tipos de enxaguantes são:

  • Enxaguante bucal com álcool;
  • Enxaguante bucal sem álcool;
  • Enxaguante bucal com flúor; e
  • Enxaguante bucal antisséptico.

É ideal que o seu dentista recomende o melhor tipo de enxaguante para o seu quadro clínico. O profissional passará informações para prosseguir com o uso da substância de forma correta.

Pronto! Agora você já aprendeu a fazer uma higienização oral completa enquanto está fazendo o tratamento ortodôntico.

Dessa forma, é só seguir com a limpeza diária e focar em manter a saúde bucal para conquistar um sorriso bonito.

Diferenças Entre o Alinhador Transparente e o Aparelho Invisível

Aparelho invisível e transparente: descubra todas as diferenças

Na hora de escolher entre os diferentes tipos de aparelhos, nós podemos ter a seguinte dúvida: devo usar o aparelho transparente ou o aparelho invisível?

Eles parecem ser bem parecidos, mas há algumas diferenças que definem qual deles o paciente deve usar durante o tratamento ortodôntico. Vamos conhecer mais sobre o que distingue os dois alinhadores.

Indicações

Cada tipo de aparelho é indicado para um certo quadro clínico. E, com o aparelho invisível e o transparente não é diferente. Isso porque os profissionais avaliam que cada um deles está mais adequado para um tipo de caso clínico.

Aparelho Transparente

Os aparelhos transparentes são indicados para:

  • Mandíbula que está desalinhada: a mandíbula é o osso móvel que está localizado na parte inferior da cabeça. Ela é considerada desalinhada quando o seu encontro com o maxilar superior não está adequado;
  • Diastema: ele é o espaço “extra” localizado entre a separação dos dentes. Na maioria dos casos acontece nos dentes centrais superiores. No entanto, também pode se manifestar em outros espaços entres os dentes;
  • Mordida cruzada: esse tipo de mordida é considerado uma desarmonia da oclusão. Ela é caracterizada pelo desencontro dos dentes quando as arcadas são posicionadas na hora do repouso. Dessa forma, a arcada superior fica desalinhada com a inferior. Ela pode acontecer em sentido anterior e posterior, sentido lateral e sentido vertical;
  • Mordida profunda: é um outro tipo de má oclusão dentária. Ocorre quando os dentes da arcada superior são maiores do que o normal. Dessa forma, os dentes da arcada inferior são cobertos pelos de cima. Os profissionais consideram a mordida profunda quando a cobertura chega a ser a partir de 3 mm dos dentes inferiores;
  • Mordida aberta: também é um tipo de má oclusão dentária. Ela ocorre quando os dentes superiores não entram em contato com os dentes inferiores na posição de repouso. Na maioria dos casos acomete os dentes anteriores- que estão na frente-, ou os dentes posteriores- que estão na parte de trás da cavidade bucal; e
  • Apinhamento dentário: ele é marcado pelos dentes que nascem tortos ou que estão sobrepostos sobre outros dentes da arcada dentária.

Curiosidade: a mordida profunda também é conhecida como sobremordida.

Aparelho Invisível

Enquanto isso, os profissionais da odontologia indicam os aparelhos invisíveis para os seguintes casos:

  • Má oclusão dentária considerada leve;
  • Apinhamento: casos de 1 mm a 5 mm;
  • Diastemas: casos de 1 mm a 5 mm; e
  • Trespasse vertical que está aumentado.

Com as indicações, percebemos que ambos os tipos de aparelhos são indicados para tratamentos parecidos, mas têm diferenças marcantes entre si. Agora, os dois também têm propósitos estéticos.

Duração do tratamento

Em ambos os casos do uso dos aparelhos invisíveis e transparentes, o tempo de duração vai variar de pessoa para pessoa.

Mas por que isso acontece? Bom, a resposta é simples: alguns fatores influenciam diretamente na duração. Os principais são:

  • Resposta biológica do organismo;
  • Tipo de má oclusão;
  • Tipo de aparelho indicado;
  • Efeitos colaterais do uso do aparelho; e
  • Colaboração do paciente.

Por causa desses fatores, é importante sempre estar em dia com as consultas ao dentista. Dessa forma, o profissional consegue avaliar como está o encaminhamento do tratamento e ver o que precisa ser mantido ou melhorado.

Com isso podemos ver que o tratamento é feito em colaboração: paciente junto ao dentista! Siga as recomendações odontológicas e assim é possível ter o sorriso saudável e harmonioso.

Outros Tipos de Aparelhos Ortodônticos

Tratamento ortodôntico é realizado com diferentes tipos de aparelhos.

Antes de começar a última parte deste artigo, vamos retomar algumas informações importantes:

  1. O que é o aparelho transparente?
    Ele também é conhecido como alinhador invisível e funciona como um aparelho tradicional: tem como principal objetivo alinhar imperfeições da arcada de dentária. Ele é produzido a partir de materiais como o acetato transparente para que fique imperceptível.
  2. Quais são os tipos de aparelho dentário transparente?
    Os aparelhos transparentes podem ser: branco, transparente e cristalino. Além disso, o material escolhido para a produção do alinhador pode ser: porcelana, composite, cristais, plástico, resina, safira e outros materiais com composições químicas estruturais diferentes.
  3. Quais são as principais vantagens desse tipo de aparelho?
    Fizemos uma lista para você recordar das vantagens. Elas são:
  • Estética: praticamente imperceptíveis, os alinhadores transparentes contribuem para a beleza do sorriso sem afetá-lo durante o tratamento;
  • Esqueça as restrições alimentares: é possível comer de tudo sem qualquer prejuízo para o cuidado com o alinhador;
  • Higienização: os alinhadores transparentes não apresentam qualquer empecilho para sua escovação, ou uso do fio dental;
  • Conforto: os alinhadores não fazem volume e não incomodam as bochechas, lábios ou língua; e
  • Esqueça as dores: os alinhadores transparentes não machucam a boca ou causam incômodos significativos durante o tratamento.

Pronto! Agora que relembramos pontos importantes, vamos começar a última parte do artigo, que é sobre os outros tipos de aparelhos ortodônticos existentes na área odontológica.

Conhecendo mais sobre outros tipos de aparelhos ortodônticos

Os diferentes tipos de aparelho dentário são usados pelos profissionais da odontologia, principalmente os ortodontistas.

O objetivo é realizar o alinhamento dos dentes das arcadas dentárias que se desenvolveram de maneira inadequada.

Os profissionais, então, utilizam os aparelhos para corrigir a posição dos dentes. Além disso, há a finalidade de corrigir esteticamente o sorriso.

Entre os tipos de aparelhos, nós encontramos os fixos e os removíveis. A escolha do uso de cada instrumento é realizada após uma avaliação do quadro cínico do paciente.

Dessa forma, é o profissional que é responsável por indicar o melhor material para o paciente.

Tipos de aparelhos

Como acabamos de ver, os aparelhos podem ser divididos em dois grupos: os removíveis e os fixos.

Os removíveis são encaixados na boca e, como o próprio nome sugere, podem ser retirados pelo paciente ou profissional a qualquer hora, como na hora da alimentação ou durante consultas odontológicas.

Os tipos de aparelho móvel podem ser:

  • Ortodônticos: eles são indicados para os quadros nos quais é necessário realizar pequenas movimentações dentárias; e
  • Ortopédicos: eles conseguem realizar as correções de alterações ósseas de crescimento. Eles são utilizados com o objetivo de inibir ou estimular o desenvolvimento dos ossos. Além disso, podem ser usados para redirecionar um crescimento que está inadequado. Por isso, na maioria dos casos são indicados para crianças e adolescentes na fase de crescimento.

Os aparelhos fixos, por outro lado, não podem ser retirados a qualquer hora. Eles são indicados para quadros clínicos nos quais é necessário movimentar dentes dentro do osso.

Por isso, os fixos apresentam bandas metálicas e braquetes para suportar o arco metálico. Os braquetes podem ser:

  • Metálicos;
  • Plásticos; e
  • Porcelana.

Os aparelhos ortodônticos podem ser produzidos com diferentes materiais, como o metálico, policarbonato, safira e porcelana.

Essas três últimas opções são consideradas estéticas, uma vez que suas peças de suporte se confundem com a coloração do dente ou nem aparecem.

Importante: cada tipo de alinhador dentário tem uma indicação. Isso porque a arcada dentária de cada paciente é diferente e exige tipos diferentes de tratamento ortodôntico.

Dessa maneira, cada caso precisará de um tipo específico de aparelho.

O ideal é marcar uma consulta com o dentista de confiança.

Com isso, ele consegue indicar qual aparelho ortodôntico é o mais indicado para o seu caso. Aproveite para perguntar se você pode usar o aparelho transparente!

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!