Vantagens e desvantagens do clareamento dental caseiro

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O cuidado com os dentes não é só uma questão de higiene, mas também de apresentação. Afinal, o sorriso é nosso cartão de visitas, não é mesmo? E para que ele fique ainda mais bonito, existem métodos para deixá-lo branquinho, como o clareamento dental caseiro.

O tabagismo, a ingestão de remédios, a idade ou até mesmo uma herança genética podem deixar os dentes amarelados. Essa particularidade é um incômodo para muitas pessoas, que buscam por meio de clareamentos, melhorar a aparência dos dentes. Uma das opções mais acessíveis dentre as técnicas usados no mercado é o clareamento dental caseiro.

O clareamento dental caseiro é realizado em casa pelo paciente. Apesar de não ser realizado no consultório, necessita de acompanhamento do dentista. Ele fica encarregado de confeccionar uma moldeira personalizada para o paciente, fornecer o gel a base de peróxido de carbamida com a concentração ideal para o caso e monitora semanalmente a evolução.

Se interessou? Então acompanhe o artigo e descubra quais são os melhores tratamento para clarear os dentes.

O que é clareamento dental caseiro

O clareamento dental caseiro correto, ao contrário do que pode aparentar, é um método profissional e seguro de clareamento dental.

Trata-se de um método realizado em casa, porém, sob orientação do dentista. Afinal, as mudanças e intervenções realizadas no ambiente oral precisam de supervisão e aprovação odontológica sempre.

O clareamento dental caseiro tem como objetivo deixar os dentes mais claros, removendo possíveis manchas e o escurecimento causado por fatores externos, como pigmento do café ou tabaco, ou o escurecimento natural dos dentes.

Contudo, o tratamento caseiro de clareamento dental considerado eficaz pelos dentistas está longe de se tratar de receitas caseiras e outros métodos mirabolantes que podem ser encontrados hoje na internet.

Ao contrário disso, o método de clareamento que apresentaremos nesse artigo possui embasamento científico e eficácia comprovada pelos especialistas. Portanto, é seguro e realmente efetivo.

Assim, como já antecipamos no início desse artigo, esse é um método que utiliza propriedades químicas para devolver o tom branco aos dentes. Trata-se da ação do peróxido de carbamida agente que se dissocia em peróxido de hidrogênio, molécula responsável pelo clareamento dental.

Esses agentes químicos, aliados à outras propriedades essenciais, compõem produtos odontológicos desenvolvidos especialmente para a realização do clareamento dental em casa, disponibilizados para a compra e o uso do paciente.

Isso porque esses produtos são encontrados em forma de gel e devem ser aplicados em uma moldeira, confeccionada pelo dentista especialmente para a utilização individual do paciente.

Assim, apesar de ser encontrados facilmente para compra, não é possível realizar o tratamento sem a supervisão e auxílio do profissional da odontologia.

A ação do produto e os resultados clareadores se dão por meio da aplicação do produto na moldeira e sua utilização durante período pré-determinado pelo profissional, de acordo com cada caso específico.

Como realizar o tratamento caseiro?

Para iniciar o tratamento caseiro, é preciso que, antes, o paciente passe por uma avaliação clínica no consultório odontológico.

Esse exame clínico detalhado, realizado pelo cirurgião-dentista, irá avaliar a presença de cáries, erosão e inflamação na gengiva. Quando presentes, o paciente deverá passar por um tratamento que promova a resolução desses problemas, antes de, de fato, inciar o clareamento caseiro.

Se não houver maiores problemas e a saúde bucal do paciente estiver em ordem, o dentista fará o teste da moldeira, para a posterior confecção.

Além disso, o profissional pode, ainda, efetuar o preparo prévio dos dentes no consultório odontológico, antes que o tratamento seja iniciado, a fim de promover melhores resultados.

Esse preparo prévio consiste na limpeza dos dentes por meio da profilaxia dentária, a fim de remover o tártaro e a placa bacteriana – película dental que pode agir como uma barreira e impedir o bom funcionamento do tratamento – e garantir a limpeza e saúde dos dentes e gengivas.

Após os cuidados no consultório e a orientação devida do dentista, o paciente poderá realizar o tratamento caseiro.

Assim, o gel clareador deverá ser aplicado na moldeira que, por sua vez, deverá ser utilizada durante o período indicado pelo profissional, o que costuma variar entre 3 a 5 semanas.

Vale ressaltar que, especialmente durante o início do tratamento, o paciente deverá realizar consultas do dentista para obter acompanhamento profissional.

Cuidados durante o clareamento dental caseiro

Cuidados durante o clareamento dental caseiro

Apesar de ser um tratamento considerado simples e contar com a supervisão do dentista, o tratamento dental caseiro com moldeira deve exigir alguns cuidados do paciente, a fim de promover bons resultados e evitar complicações.

Um dos principais cuidados relacionados ao clareamento caseiro é o de evitar o consumo de alimentos que mancham os dentes, isto é, aqueles que são mais pigmentados, como bebidas e comidas que contenham corantes, bem como temperos fortes, aumentando assim a eficácia do tratamento. São exemplos:

  • Café
  • Refrigerante
  • Vinho
  • Ketchup
  • Molho de tomate
  • Beterraba
  • Chá preto
  • Suco de uva

É preciso atenção também à sensibilidade que o tratamento pode causar. Nesse caso, os cuidados incluem o uso de um creme dental especial para a sensibilidade nos dentes, o uso de escovas de dentes macias e, se recomendado pelo profissional, a diminuição da concentração do ativo que compõe o produto ou o uso de um terceiro produto próprio para o tratamento da sensibilidade, recomendado também pelo dentista.

É indicado ainda evitar o consumo de alimentos muito ácidos, já que esses podem agravar o quadro de sensibilidade. Assim, é preciso investir em alimentos saudáveis no lugar dos industrializados e consumir alimentos com pH mais “neutro”.

Outras recomendações

Outras recomendações e cuidados durante o tratamento caseiro incluem:

  • Fazer uma limpeza dentária adequada antes do uso do gel clareador, realizando a escovação e o uso do fio dental. Contudo, é recomendado evitar o uso de enxaguante bucal e cremes dentais coloridos;
  • Utilizar a quantidade de gel clareados recomendada pelo profissional e fabricante, a fim de impedir que ele extravase da moldeira e afete as gengivas, causando complicações à saúde bucal;
  • Caso o produto extravase da moldeira, remova os excessos com o auxílio de algodão, escova de dentes ou até mesmo com o dedo;
  • Não ultrapassar o tempo estabelecido pelo dentista no uso da moldeira, evitando um processo de sensibilização ainda mais intenso;
  • Enxaguar a boca após a retirada da moldeira, evitando que os dentes fiquem em contato com o produto além do tempo necessário;
  • Realizar uma limpeza adequada da moldeira antes e após o uso, evitando a proliferação de bactérias e prolongando sua vida útil;
  • Não ingerir alimentos durante o uso da moldeira;
  • Armazenar a moldeira no porta-moldeiras e manter em local seco e arejado, o que também vale para o gel clareador;
  • Se observadas complicações ou reações ao produto, é preciso consultar imediatamente o seu dentista, preocupando-se também com as consultas de rotina para o acompanhamento do tratamento.

Depois do tratamento, é necessário inserir na rotina algumas práticas que podem aumentar a durabilidade do clareamento. Como por exemplo:

  1. Evitar as causas do escurecimento dos dentes, como o tabaco;
  2. Consultar seu dentista para revisões periódicas;
  3. Escovar os dentes após todas as refeições, mantendo sempre uma boa higiene bucal.

Como funciona o clareamento dental a laser?

Como funciona o clareamento dental a laser?

O clareamento a laser constitui-se um segundo método de clareamento dental profissional.

Da mesma forma que o clareamento com moldeira, o tratamento a laser também utiliza o gel clareador para promover a remoção das manchas e deixar os dentes mais brancos.

No entanto, o tratamento a laser é realizado no consultório odontológico, onde o profissional utiliza o laser para promover a ativação do produto, fazendo com que a fórmula química reaja com maior potência.

Assim como tratamento caseiro, os resultados do tratamento a laser não são imediatos, exigindo a realização de mais de uma sessão até alcançar o resultado desejado. O período de tratamento, no entanto, é mais curto que o caseiro, devido à maior intensidade oferecida devido ao laser.

Em contrapartida, trata-se um procedimento mais caro que o método caseiro. Além disso, devido à alta potência, muitas pessoas tendem a sentir uma sensibilidade consideravelmente maior em comparação ao procedimento com a moldeira.

Os cuidados para a realização desse método são os mesmos do procedimento com a moldeira. Eles garantem que o tratamento seja realizado de forma segura e que os resultados sejam os melhores possíveis.

Esse tipo de método, porém, pode ser considerado bem mais caro que o procedimento realizado em casa. Para saber qual o tratamento ideal para você, converse com o seu dentista.

Contraindicações para ambos os clareamentos

Contraindicações para ambos os clareamentos

Como qualquer tratamento, o clareamento dental também possui contraindicações, seja realizado em casa ou no próprio consultório odontológico, como é o caso do laser.

Portanto, é preciso ficar atento a essas contraindicações, a fim e evitar futuras complicações.

Por exemplo, pessoas com próteses e/ou implantes não obterão a ação efetiva do tratamento clareador, uma vez que o mesmo não age sobre a resina.

O procedimento também não é indicado para quem está passando por um tratamento médico sistêmico e debilitante. Também não se deve fazer o clareamento em pessoas com menos de 18 anos e gestantes.

Devido à agressividade dos produtos utilizados no tratamento, é recomendado que pessoas com dentes muito sensíveis o evitem. Afinal, essa potência dos elementos pode desencadear uma sensibilidade bastante incômoda, até mesmo em pessoas que ainda não apresentem esses sintomas.

Confira outras contra-indicações específicas:

  1. Anomalias no esmalte do dente e dentina que coloquem a vitalidade do dente em risco;
  2. Fluorose severa;
  3. Infiltrações em restauração;
  4. Fissuras no esmalte;
  5. Dentina exposta;
  6. Manchas intensas causadas por tetraciclina.

Perigos do clareamento dental incorreto

Perigos do clareamento dental incorreto

Apesar de possuir eficácia comprovada, a realização do clareamento dental em casa pode apresentar perigos se este não for efetuado corretamente.

Por isso, é preciso ressaltar novamente que, durante todo o período de tratamento, é necessário realizar acompanhamento profissional. A orientação do dentista é essencial para evitar complicações durante o processo, que, se mal realizado, pode provocar danos sérios à saúde bucal.

Veja, a seguir, quais são os perigos de um clareamento caseiro dental incorreto:

  1. Sensibilidade intensa
  2. Surgimento de manchas
  3. Pulpite
  4. Lesões gengivais
  5. Queimaduras

Sensibilidade intensa

Como já mencionado, devido ao componentes químicos que fazem parte do processo de clareamento e o consequente efeito de abrasão dentária que esses agentes possuem sobre os dentes, é muito provável que os dentes possam adquirir uma sensibilidade maior que o normal.

No entanto, se o tratamento for realizado de forma incorreta, é possível que o quadro de sensibilidade torne-se grave.

O uso prolongado do gel clareador sobre os dentes, isto é, a utilização da moldeira além do tempo recomendado pelo profissional da odontologia, pode ocasionar um quadro de sensibilidade intensa ao paciente, já que esse efeito abrasivo desgasta o esmalte dentário.

A hipersensibilidade pode causar efeitos desagradáveis e interferir até mesmo na rotina do paciência. Esse efeito pode ser variado para cada um e muitos pacientes podem ter a dentina exposta ao realizar esse tratamento de forma negligente.

Surgimento de manchas

Outro perigo do tratamento negligente é o efeito reverso do qual era o proposto inicialmente, isto é, em vez de haver o clareamento do elemento dental, é possível que os dentes adquiram manchas ou uma coloração ainda mais escurecida.

Isto se deve ao fato da realização de uma dieta inadequada durante o período de tratamento. Como já citamos anteriormente, o clareamento dental exige uma dieta específica, eliminando a ingestão de alimentos de alta pigmentação.

Efeito rebote também pode ocorrer se, durante o tratamento, o paciente mantiver o hábito de fumar, escurecendo ainda mais os dentes.

Todo esse cuidado é necessário, pois, por causa da abrasão dentária, os dentes podem ficar ainda mais sujeitos ao aparecimento das manchas. Portanto, até que se finde o tratamento, o paciente deverá observar melhor sua dieta e hábitos, a fim de promover a longevidade do tratamento.

Vale lembrar que, após a ingestão de alimentos, é preciso realizar uma higienização dental adequada.

Pulpite

A pulpite caracteriza-se como outro perigo da realização incorreta do tratamento caseiro, sendo, possivelmente, um dos mais preocupantes.

Trata-se da inflamação da polpa dentária – tecido composto por nervos e vasos sanguíneos, localizado no interior do dente –  causada pelo uso prolongado dos clareador em gel, isto é, agressão por produtos químicos que começa pelo desgaste do esmalte dentário.

A negligência durante o tratamento pode gerar um quadro de pulpite reversível, causando intensas dores que podem culminar até mesmo na morte da polpa.

Lesões gengivais

A gengiva pode ser a parte mais vulnerável à ação dos agentes químicos presentes no gel clareador.

Prova disso é que, se o paciente já tiver problemas gengivais, como gengivite e periodontite, o tratamento não é recomendado.

Quando o dentista realiza o teste da moldeira, também há preocupação de que ela não ultrapasse a linha gengival, a fim de que o produto não fique diretamente em contato com as gengivas.

Mesmo com o corte da moldeira realizado corretamente, se a quantidade de gel clareador utilizada for a mais do que o recomendado, isto é, se o produto extravasar para fora da moldeira e não for limpo corretamente nessa região, é possível que atinja as gengivas.

Caso isso aconteça com frequência, haverá grandes chances de que esse tipo de negligência provoque lesões na gengiva e o seu possível sangramento.

Assim, o cuidado com a quantidade de produto aplicado também deve ser uma preocupação durante o tratamento de clareamento caseiro.

Queimaduras

Da mesma forma, um dos perigos possíveis durante o tratamento são as queimaduras na cavidade oral.

As queimaduras podem ocorrer se o paciente não respeitar a concentração de peróxido indicada para o seu caso, optando por uma concentração maior, imaginando que a os resultados possam ser mais rápidos e eficazes.

Contudo, respeitar a concentração indicada pelo dentista é essencial na realização de um tratamento seguro. Especialmente porque todo o interior da cavidade oral é revestido apenas por mucosas, o que torna os tecidos da boca extremamente sensíveis.

Além disso, é possível que alimentos ácidos ingeridos durante o tratamento também cause queimaduras no interior da boca.

Por fim, além dos casos acima, outros efeitos colaterais podem se manifestar se o tratamento for realizado de forma incorreta. Confira:

  • Toxicidade;
  • Desmineralização da estrutura dentinária;
  • Trincas em esmaltes;
  • Alterações do pH dental;
  • Dor;
  • Reabsorção radicular externa;
  • Sensibilidade gástrica.

Outros tratamentos estéticos

Outros tratamentos estéticos

Atualmente é possível encontrar outros tratamentos branqueadores, que não o clareamento com moldeira ou o a laser, que podem proporcionar o clareamento do seu sorriso. Confira quais são:

  • Facetas de porcelana: são lâminas finas de porcelanas coladas sobre a superfície dos dentes para promover efeitos estéticos sobre os dentes manchados e escurecidos;
  • Gengivoplastia: mais conhecida como peeling gengival, é um procedimento estético que promove o clareamento das gengivas escurecidas, promovendo um sorriso mais estético;
  • Lentes de contato: as lentes de contato dental são ainda mais finas que as facetas, também feitas de porcelana, que podem ser aplicadas sobre a superfície dos dentes, proporcionando um tom mais branco e uma aparência mais estética.

Todos os tratamentos citados acima são realizados exclusivamente por um profissional da odontologia, a fim de promover um clareamento eficaz ao seu sorriso. Para saber qual o melhor método clareador para o seu caso, consulte um dentista.

Como evitar que os dentes escureçam?

Como evitar que os dentes escureçam?

Apesar do branqueamento dental caseiro ser uma ótima opção para ter dentes mais brancos, é inegável que não precisar de nenhum tratamento clareador é ainda melhor.

Mas, como evitar o escurecimento dos dentes?

Manter os dentes sempre branquinhos pode ser uma tarefa difícil para alguns, mas a verdade é que o princípio para isso é muito simples: uma escovação adequada e uso do fio dental.

Ela é necessária não apenas para manter os dentes sempre brancos, mas para manter a saúde bucal em dia. E, se você deseja se ver livres das machas, é preciso reforça-la após consumir alimentos pigmentados.

Além de manter os dentes sempre muito bem higienizados, para garantir um sorriso branquinho, outros cuidados também se fazem necessário. Abandonar o tabaco, por exemplo, é uma atitude essencial tanto para a promoção de dentes mais brancos, quanto para a promoção da saúde em geral.

Os cuidados citados acima são necessário até mesmo para quem já realizou o tratamento clareador. Isso porque, se esses cuidados não forem observados, os dentes logo voltarão à aparência escurecida.

Assim, é preciso prudência com os dentes, garantindo que o seu tratamento clareador dure mais tempo.

Perguntas frequentes sobre o clareamento dental caseiro

Perguntas frequentes sobre o clareamento dental caseiro

  1. Quanto custa o clareamento dental caseiro?
  2. A levedura de cerveja clareia os dentes?
  3. Posso usar casca de banana para clarear os dentes?
  4. O bicarbonato de sódio clareia mesmo os dentes?
  5. O clareamento dental caseiro dói?
  6. Existem outras maneiras eficientes de realizar o tratamento dental?
  7. O gel clareador enfraquece os dentes?
  8. Clareamento a laser ou caseiro?

Quanto custa o clareamento dental caseiro?

O preço do clareamento com moldeira pode variar sob muitos aspectos. Primeiramente, o preço pode variar dependendo do profissional escolhido para o acompanhamento do tratamento, além da região do Brasil.

O valor da moldeira é de cerca de R$250,00 a R$350,00. O valor total inclui ainda o preço do gel clareador, podendo chegar a até no máximo R$800.

Esse é o método profissional mais acessível de clareamento dental, uma vez que o clareamento a laser pode chagar até R$1500,00 cada sessão.

A levedura de cerveja clareia os dentes?

levedura de cerveja é um dos métodos caseiros encontrados na internet como fórmula para o clarear os dentes.

No entanto, apesar de clarear algumas manchas externas do esmalte do dente, não é capaz de clarear a parte de dentro da estrutura dos dentes, já que não possuem peróxidos, substâncias que oxidam as manchas da parte interna e externa dos dentes.

Posso usar casca de banana para clarear os dentes?

Até pode! No entanto, esfregar a casca de banana nos dentes não promoverá seu clareamento efetivo. Isso porque, apesar da casca de banana causar um efeito abrasivo no dente, também não alcança sua estrutura interna.

Esse, que é outro método caseiro famoso na internet, pode, inclusive, ser prejudicial, uma vez que as frutas contém açúcares que, se permanecerem no dente, podem causar cáries.

O bicarbonato de sódio clareia mesmo os dentes?

O clareamento dental caseiro com bicarbonato é um dos mais conhecidos popularmente. Teoricamente, seu método de clareamento usa o efeito abrasivo e esfoliativo do bicarbonato de sódio para promover a remoção das manchas dos dentes.

Porém, assim como os métodos anteriores, por não conter peróxidos, também não produz um clareamento efetivo.

O clareamento dental caseiro dói?

Não! O tratamento caseiro com a moldeira é um método indolor. No entanto, se for realizado de forma incorreta e sem a supervisão do dentista, pode causar sensibilidade dentária, causando dor.

Existem outras maneiras eficientes de realizar o clareamento dental?

As formas realmente eficazes de clareamento dental são os métodos profissionais, isto é, por meio do tratamento caseiro com moldeira ou no consultório médico, por meio do laser.

Outros métodos de tratamentos caseiros, como o clareamento dental com carvão, não possuem respaldo científico que comprovem seus efeitos clareadores.

Outros tratamentos famosos como o clareamento dental caseiro com água oxigenada e o uso do açafrão também não são métodos recomendados pelos dentistas.

O método de clareamento com o carvão ativado pode, inclusive, desgastar a superfície dos dentes, levando ao surgimento da sensibilidade.

O gel clareador enfraquece os dentes?

Não! A ação do gel realiza um processo químico nos dentes que age somente em sua pigmentação, sem impactar sua estrutura. Ainda que ocorra a sensibilidade, já que o produto atua na dentina, esta não é resultado de um enfraquecimento dental.

No fim do tratamento a sensibilidade já não estará presente. Afinal, o método de clareamento dental caseiro é recomendado pelos dentistas.

Clareamento a laser ou caseiro?

Analisando os dois tipos de tratamentos, podemos dizer que o clareamento dental caseiro possui um bom custo benefício em comparação ao clareamento a laser, apesar de demorar um pouco mais para apresentar resultados. É ainda um método menos agressivo e pode ser realizado no conforto da sua casa.

Ramiro Murad
Ramiro Murad
Ramiro Murad Saad Neto, cirurgião-dentista com registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 118151, é graduado pela UNIC e residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Possui habilitação em Harmonização Orofacial e também é gestor de clínicas e franquias odontológicas. Além disso, é integrante da equipe Bucomaxilofacial da Clínica da Villa, que está na Rua Eça de Queiroz, 467 - Vila Mariana, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.