Sangramento na gengiva pode indicar problemas de saúde

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Gengiva sangrando? Veja quais podem ser as causas!

Enquanto realizava sua escovação rotineira talvez você tenha reparado que a espuma da pasta de dente estava avermelhada. Sangramento na gengiva? Será que você a machucou no escovação?

O sangramento na gengiva, apesar de ser comum, não deve ser considerado normal. Se você sofre com esse problema há muito tempo, ou percebe que o sangramento tem se tornado recorrente, procure um dentista.

O sangramento na gengiva pode ser um sinal de doenças na gengiva ou até problemas de saúde mais sérios. Ele acontece na margem da gengiva, bem próximo ao dente.

O mais comum é que seja visível durante a escovação, ao passar o fio dental ou até na hora de comer uma maça.

Observe Sua Gengiva

O corpo é como uma máquina que funciona em perfeita harmonia, se alguma coisa estiver errada, ele irá te mostrar.

Causas pontuais podem levar o sangramento da gengiva, como quando, de fato você a machuca, por exemplo, escovando os dentes muito forte ou usando o fio dental da forma errada.

Mas, não se engane, se você observou sangramento durante a higienização bucal, não significa que você deve negligência-la, a fim de parar o sangramento.

O sangramento se dá pela forma errada de escovação, negligenciar essa limpeza só vai piorar o sangramento.

Entretanto, a gengiva não deve sangrar quando você realiza a escovação de forma correta ou quando come uma maça, por exemplo. Se isto acontece, algo está errado.

Portanto, se você percebeu que o sangramento da sua gengiva tem sido recorrente, e não por uma causa pontual e momentânea, observe sua gengiva.

Uma gengiva saudável é rosada e levemente áspera, ou “pontilhada”, com a aparência de uma casca de laranja.

Sinais e Sintomas

Os sinais de uma gengiva que NÃO está saudável são:

  • Sangramento gengival espontâneo ou ao toque
  • Sangramento gengival durante a escovação ou utilização do fio dental
  • Gengiva inchada e sangrando
  • Textura gengival lisa
  • Aparência gengival avermelhada
  • Inchaço na papila gengival
  • Destacamento da gengiva do dente, ou mobilidade gengival
  • Dor na gengiva
  • Ardência na gengiva
  • Gosto de sangre ao longo do dia ou após acordar
  • Mau hálito
  • Sensibilidade na gengiva
  • Desconforto gengival durante a mastigação

Causas de Sangramento na Gengiva

O sangramento gengival pode ser causado por diversos fatores, confira quais são:

Escovação Incorreta dos Dentes

O sangramento gengival pode ser decorrente de uma escovação incorreta. Geralmente, quando há algum tipo de trauma causado pela escovação ou pelo uso incorreto do fio dental, de formas a causar ferimentos na gengiva.

Isso pode ocorrer pelo uso de aparelhos de higiene inadequados, como escovas de cerdas muito rígidas, ou pela técnica aplicada no momento da escovação.

Porém, o sangramento pode aparecer durante a higienização, ainda que a técnica e o os aparelhos sejam adequados. Isso pode decorrer de um caso de gengivite.

Seja como for, se o sangramento for causado pela escova, é necessário que haja uma reeducação no sentido de tornar a higienização saudável e eficaz.

Gengivite

Gengivite significa inflamação na gengiva. Ela é causada pela irritação proveniente da placa bacteriana acumulada à margem gengival.

Em síntese, a placa bacteriana é causada pelo acúmulo de bactérias e restos de alimentos acumulados e não eliminados corretamente. Ou seja, a gengivite é causada pela má higienização bucal.

Além do sangramento, a gengivite pode ocasionar inchaço, escurecimento e mobilidade gengival. Do mesmo modo, pode levar também à retração gengival.

Algumas predisposições podem colaborar para o aparecimento da gengivite, bem como:

  • Deficiência de vitaminas
  • Medicamentos específicos
  • Deficiência nutricional
  • Fumar
  • Puberdade
  • Menopausa
  • Alterações hormonais no geral

Periodontite

A periodontite é um estado avançado da gengivite. Trata-se de uma doença periodontal ocasionada quando a gengivite não é tratada a tempo e da forma correta.

Essa doença afeta os ligamentos e os ossos da região gengival, podendo levar à temida perda óssea. Os casos mais extremos podem levar, inclusive, à perda dos dentes.

A periodontite pode ser, ainda, considerada um mau crônico que pode ser controlado com a mudança de hábito, ou seja, pela reeducação e hábito da higienização.

Seus sintomas são os mesmos da gengivite, mas o sangramento costuma ser mais frequente e constante.

Exodontia

Gengiva sangrando também pode estar relacionado à procedimentos odontológicos, como a exodontia.

A exodontia é o procedimento de extração dentária realizado pelo dentista. Durante e após esse procedimento, é normal que ocorra sangramentos pontuais na cavidade gengival de onde o dente foi extraído.

No entanto, o sangramento após a exodontia é pontual. Em alguns casos podem apresentar pequenas hemorragias no local da extração, mas não deve ser prolongada ou apresentar relevância clínica.

Dentaduras Mal Ajustadas

O sangramento gengival pode ocorrer, também, em pessoas que utilizam próteses dentárias. Ele é causado quando a prótese não está devidamente ajustada à boca ou em casos de má adaptação.

Esse sangramento causo pela prótese desajustada é proporcional ao nível de desajuste, podendo ser menos ou mais intenso e recorrente. Isso também pode variar de fatores como o tipo de alimento e a força de mastigação utilizada.

A solução para esse caso é efetuar o ajuste da prótese dentária ou substituir por próteses novas.

Leucemia

A leucemia também pode ter relação com o sangramento gengival.

Normalmente, isso ocorre quando a doença apresenta-se de forma mais aguda e pode ser acompanhada ainda dores orais.

Os sintomas sentidos em casos como esse são de gengivas ligeiramente inchadas e sangramento. Além disso, as gengivas também tendem a crescer sobre os dentes.

Os sintomas orais da leucemia podem ser tratados pelo dentista na remoção de placa bacteriana com fonte de bacteremia ou uso de antibióticos para controle da placa.

Doenças Gengivais Necrosantes

Essa doença periodontal apresenta os mesmos sinais da gengivite e da periodontite. Porém, quando atingida a condição necrosante, as hemorragias gengivais podem ser espontâneas e intensas.

Assim, quando a pessoa é acometida por doenças gengivais necrosantes há maior risco de incidência de reabsorção óssea e retração gengival.

As causas para essa doença advém do acúmulo de placa bacteriana aliada à doenças sistêmicas como o HIV e condições de desnutrição.

No entanto, outros fatores também podem estar ligados, bem como estresse e uso de tabaco e álcool.

Outras Causas de Sangramento Gengival

  • Pericoronarite
  • Erupção dentária
  • Doenças imunossupressoras ou imunodepressoras
  • Deficiência e vitaminas
  • Escorbuto
  • Desordem hemorrágica
  • Uso de afinadores de sangue
  • Diabetes
  • Gravidez
  • Queda de resistência

Prevenção do Sangramento na Gengiva

O tratamento para cada caso de sangramento citado acima pode ser específico. No entanto, na grande maioria das vezes, o sangramento gengival está diretamente ligado à má higienização bucal.

Portanto, para tratar e prevenir esse tipo de sangramento – encontrado mais frequentemente em casos de gengivite e periodontite, por exemplo – é necessário realizar a limpeza adequada dos dentes.

Primeiramente, uma boa higienização dental começa pela escolha da escova de dentes. Ela deve ser SEMPRE macia. Afinal, o que proporciona uma escovação eficaz é a quantidade de cerdas e não sua rigidez.

A escovação deve ser realizada no mínimo 2 vezes ao dia, após as principais refeições. Ela deve durar em média 2 minutos aliada a movimentos circulares ou verticais, sempre da gengiva para fora.

A escovação completa inclui a limpeza da língua. Os movimentos devem ser delicados e de preferência realizados com o limpador de língua próprio.

Não se esqueça do fio dental! Mais que necessário, o fio dental é obrigatório.

Afinal, ele é responsável por alcançar as partes onde a escova de dente não é capaz. Inclusive, onde a comida e as bactérias ficam acumulas, causando a gengivite.

O fio dental pode vir antes ou depois da escovação, vai da preferência de cada um.

Consulte o Dentista

É fundamental que, ao apresentar qualquer sangramento gengival, você consulte o dentista.

Os casos mais graves de periodontite, por exemplo, são aqueles em que sangramentos na gengivas foram ignorados e compreendidos como algo normal.

Além de identificar a causa do sangramento, o dentista poderá indicar a melhor forma de tratamento para cada um dos casos.

Lembre-se, sangramento na gengiva não é normal! Preze sempre pela sua saúde, se apresentar algum sinal de sangramento, agende uma consulta o quanto antes.

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.