Gengivite recorrente é resultado de má higiene bucal

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A causa é reversível e simples de ser resolvida, mas depende do empenho do paciente

Realizar a escovação todos os dias é essencial para manter a saúde dos dentes e da gengiva. Negligenciar essa prática diária pode causar diversos problemas, dentre eles a gengivite recorrente.

Os sinais da gengivite recorrente são similares aos da tradicional. A diferença é que no primeiro caso, ela acontece com frequência justamente por conta da falta de limpeza dos dentes.

A gengivite recorrente é resultado do acúmulo de placa bacteriana causado por uma higiene bucal ineficiente. Esse acúmulo causa inflamação da gengiva e constantes sangramentos.

Causas da gengivite

Existem diversos fatores que contribuem para a ocorrência frequente da gengivite. São eles:

  • Retenção de placa bacteriana, muitas vezes causada por aparelhos fixos e próteses mal adaptadas;
  • Variação hormonal, normalmente em mulheres grávidas;
  • Doenças sistêmicas crônicas, como a diabetes;
  • Uso de medicamentos que diminuem o fluxo salivar;
  • Infecções fúngicas ou virais, como a candidíase;
  • Baixa imunidade e deficiência de nutrientes;
  • Tabagismo.

Sintomas da gengivite

Os sintomas são os mesmos, tanto na gengivite, quanto na gengivite recorrente. Por isso, atente-se a:

  • Gengivas doloridas ao toque
  • Sangramento das gengivas ao escovar ou usar fio dental
  • Mau hálito
  • Inflamação ou gengivas inchadas
  • Gengivas recuando e moles

Tratamentos para gengivite recorrente

Primeiramente, um cirurgião-dentista irá verificar os sintomas. Tais como a placa bacteriana, e se há presença de tártaro na cavidade oral.

A gengivite pode ser prevenida a partir de uma higiene bucal bem feita. Porém, seu tratamento deve ser feito em uma clínica com um profissional apto para tal.

Dessa forma, no caso da gengivite recorrente, o profissional mais adequado para tratá-la é o dentista especializado em periodontia.

O objetivo é, principalmente, fazer com que o paciente desenvolva melhores as técnicas de higienização e controlar o avanço da placa bacteriana na gengiva inflamada.

Uma medida que pode auxiliar na hora da higienização bucal é o uso de escovas elétricas. Para alguns pacientes, ela pode ajudar a alcançar áreas mais profundas e remover o acúmulo de placa bacteriana.

Complicações causadas pela gengivite recorrente

A gengivite é uma doença simples de ser tratada. Porém, quando o tratamento não é feito da maneira correta e acaba a tornando algo recorrente, algumas complicações mais sérias acontecem:

  • Abscesso ou inflamação gengival e no osso da mandíbula;
  • Periodontite, que pode levar à perda de dentes;
  • Trincheira bucal, onde a infecção bacteriana leva à ulceração das gengivas.

A periodontite é uma evolução da gengivite. Desse modo, é uma doença séria e sem cura, que compromete todos os tecidos de suporte ao redor do dente, ocasionando a queda do mesmo.

Higiene bucal dos pacientes com gengivite recorrente

Os cuidados que o paciente tem em casa são essenciais, igualmente com o tratamento feito pelo dentista. Portanto, é recomendado então:

  1. Escovar os dentes pelo menos duas vezes ao dia;
  2. Testar o uso de uma escova de dentes elétrica;
  3. Uso do fio dental pelo menos uma vez por dia
  4. Lavar regularmente a boca com um anti-séptico bucal de acordo com as recomendações do dentista.

Manter uma rotina de cuidados e realizar uma higiene bucal eficiente é importante, não só para prevenir a gengivite recorrente, mas quaisquer outras complicações originadas pela falta de cuidados.

Rodrigo Venticinque

Rodrigo Venticinque

Graduado pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e especialista em Prótese e Reabilitação Oral Integrativa, Biofísica Quântica, Biorressonância Aplicada e Ortomolecular. Pós-graduado em Estética Dental e Reabilitação Oral, com certificação em Remoção Segura da Amálgama e Odontologia Biológica pela Academia Internacional de Medicina Oral e Toxicologia. Professor da pós-graduação em Biofísica e Ortobiomolecular da QuantumBio. Também atua nas áreas de Ozonioterapia, Odontologia Sistêmica, Sedação Consciente com Óxido Nitroso e Hipnose. Diretor da clínica Venticinque Odontologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.