Tiradentes: quem foi e qual sua relação com a odontologia?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Além de dentista, tinha diversas outras profissões e foi considerado um dos heróis da época

Nos anos de escola, ou mesmo devido ao feriado, você provavelmente ouviu falar da história de Tiradentes, não é mesmo? Mas você sabe de fato quem foi ele e qual sua importância para nosso país?

Além de muito influente na história da Odontologia no Brasil, Tiradentes ficou extremamente conhecido pela sua importante atuação durante a Inconfidência Mineira.

Joaquim José da Silva Xavier, conhecido então como Tiradentes, nasceu em 1746 e foi brutalmente morto em 1792. O dentista mais importante de toda história brasileira, foi também militar, tropeiro, comerciante, minerador e um respeitável ativista político. Atuando sempre no Rio de Janeiro e em Minas Gerais.

Neste artigo, iremos contar melhor sua história, um pouco de todas as profissões pelas quais passou e, principalmente, sobre sua influente rotina de dentista na época. Vamos lá?

Quem foi Tiradentes?

Ele era um filho de um português proprietário rural e de uma portuguesa que nasceu em uma colônia brasileira.

Teve oito irmãos. Quando tinhas apenas 9 anos de idade, sua mãe morreu e, apenas dois anos depois, seu pai também faleceu.

Tiradentes ainda era menor de idade quando seus pais morreram. Dessa forma, quem ficou responsável por ele foi seu padrinho. Este então, mais tarde teria grande influência em sua vida e na sua relação com a odontologia.

No ano de 1780, se alistou na tropa de Capitania de Minas Gerais e, foi a partir desse momento, que Joaquim passou a se aproximar de grupos que criticavam o poder dos portugueses sobre as capitania.

Tentou idealizar vários projetos, como a canalização de rios e muitos outros. Porém, nunca recebia apoio e aprovação dos portugueses. Isso fez então com que sua raiva pelos mesmos crescesse cada vez mais.

É nesse momento de extrema frustração que Tiradentes decide começar a pregar a favor da independência da capitania e nasce um dos maiores movimentos brasileiros.

Tiradentes e a Influência na Inconfidência Mineira

Em 1788 foi criado o movimento dos inconfidentes. Uma consequência do contato que os colonos brasileiros tinham com ideais iluministas que eram divulgados na Europa.

Além dessa propagação de ideias, o que mais notava-se na época era a insatisfação. As elites não concordavam com a cobrança de impostos estabelecida pela Coroa Portuguesa.

Isso mobilizou a elite a realizar um tipo de protesto contra o domínio português. Porém, o movimento acabou nunca acontecendo.

Ainda assim, Tiradentes era um dos envolvidos na conspiração. Afinal, além de ser um defensor dos ideais iluministas, também havia sido prejudicado pela gestão.

Então, foi ai que acontece sua primeira prisão, uma vez que todos os envolvidos foram denunciados por Joaquim Silvério dos Reis – que denunciou o movimento para se livrar das dívidas pessoais que tinha com a Coroa.

Curiosidades

Com toda sua bagagem e talentos que tinha, por ter perdido seus pais muito novo, teve que trabalhar por conta própria. Entre suas diversas profissões, foi:

  • Militar.
  • Tropeiro.
  • Comerciante.
  • Minerador.
  • Ativista político.
  • E o mais importante: cirurgião dentista.

Outra curiosidade sobre Tiradentes, é que, em 1792, no ano em que morreu, seus instrumentos odontológicos foram leiloados e comprados pelo valor de R$800,00.

Tiradentes e a Odontologia

Como já comentamos em alguns momentos desse artigo, Joaquim teve uma importante influência no mundo da odontologia na época.

Por ter sido então, entre seus diversos trabalhos e atuações, o que mais se destacou e deu até origem ao nome pelo qual é conhecido, vamos explicar mais a fundo como foi sua jornada odontológica.

O mais impressionante de tudo é que Tiradentes avançou na Odontologia mesmo sem ter quaisquer ferramentas ou técnicas para realizar diagnósticos precisos.

Apesar de toda a rusticidade de sua forma de trabalhar, condições que não eram das melhores e falta de bons instrumentos, conseguia:

  1. Aliviar dores e desconfortos dos pacientes;
  2. Eliminar infecções e inflamações;
  3. Evitar complicações graves como as hemorragias.

Dessa forma, as extrações dentárias aconteciam com muita frequência, eram usuais e realizadas de forma totalmente amadora. Todas as vezes sem anestesia e com instrumentos básicos.

Sua Trajetória na Odontologia

Mesmo sob as condições que, hoje em dia, são consideradas extremamente precárias e até mesmo perigosas, a habilidade que ele apresentava nas extrações era incrível.

Com todos seus trabalhos dedicados à Odontologia, Tiradentes foi então o pioneiro em realizar diversas ações para beneficiar a saúde bucal.

Dessa forma, para a época, ele era um visionário que entendia da área. Sempre reconhecendo que o bem-estar é parte fundamental e indispensável desse processo.

Além de tudo isso, fez com que a Odontologia se espalhasse por todo o país. Uma vez que era, além de tudo, um cirurgião-dentista que viajava. Era itinerante, fazendo então com que a profissão fosse vista e reconhecida.

Origem do Nome Tiradentes.

Obviamente seu apelido surgiu por sua atuação como cirurgião-dentista. Todo seu prestígio reflete e inspira até hoje os membros da classe odontológica.

Uma curiosidade é que, naquela época, não havia no Brasil uma lei que regulamentasse a prática da Odontologia. Por isso, eram os barbeiros que costumavam fazer esse trabalho.

Porém, a partir de 1631, a Coroa Portuguesa passou a multar as pessoas que tiravam os dentes sem licença, obrigando quem quisesse exercer essa função a passar por uma avaliação com um especialista.

Dessa forma, foi aí que surgiram então os conhecidos como “tira-dentes”. Joaquim se destacou entre os outros por saber tirar e colocar os dentes, além das suas habilidades com as próteses.

Tiradentes fabricava dentes com ossos de animais e os implantava de uma forma bem mais básica do que as atuais. O dente que seria colocado na boca era preso aos próximos com arame.

Ele foi então o patrono da odontologia no Brasil. Apesar de exercer a profissão de dentista tão bem, Tiradentes morreu antes que ela fosse oficialmente denominada dessa forma.

Foi enforcado e esquartejado em 1792. Mas só há registros escritos da palavra dentista, como denominação de profissionais legalizados que cuidavam dos dentes, a partir de 1800.

Em troca, Tiradentes ganhou a data de 21 de Abril em sua homenagem, em agradecimento e admiração a tudo que fez pelo país e representou na história da odontologia brasileira.

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.