Odontologia no Brasil: conheça um pouco sobre sua história

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Entenda como foi o desenvolvimento dessa ciência até chegar ao que é hoje

A odontologia, assim como as diversas áreas da saúde, percorreu um longo caminho até se tornar o que é hoje. Ela possui uma história bastante curiosa no seu processo de propagação pelo mundo. Mas você sabe qual é a história da odontologia no Brasil?

Relatos indicam que desde 1500 os índios já efetuavam uma simples higienização bucal utilizando apenas água. Eles realizavam esta ação após se alimentarem. Porém, muitos estudiosos não consideram este o início da odontologia no Brasil por se tratar de uma técnica extremamente rudimentar e precária.

Entretanto, indícios sugerem que a odontologia no Brasil surgiu no mesmo ano, quando os colonizadores portugueses pisaram em nosso território. Com eles, vieram algumas pessoas que garantiam a assistência odontológica a quem precisasse.

O início da odontologia no Brasil – século XVI e XVII

Na frota de Pedro Alvares Cabral, aquele mesmo que “descobriu” o Brasil, despontava o cirurgião português Mestre João. Ao desembarcar no litoral da Bahia em 1500, já trazia da Europa técnicas curativas e de extração dentária.

Durante esse período, a odontologia era extremamente limitada, os barbeiros (nomeação dada aos dentistas da época) se restringiam apenas a arrancar dentes fraturados ou podres.

Com o passar do tempo, já no século XVII, autoridades portuguesas estabeleceram um documento que regularizava a prática odontológica.

Entretanto, era necessário possuir uma licença para exercer a profissão. Caso o barbeiro fosse pego extraindo um dente sem possuir licença, era cobrada uma taxa de dois mil réis.

Em seguida, ainda no século XVII, Gomes Freire de Andrade, um importante general português, sancionou um Regimento ao Cirurgião, com autorização de Sua Majestade.

Para muitos estudiosos, esta pode ser considerada (em parte) a primeira legislação brasileira do ofício da Arte Dentária.

Século XVIII

O que pode ser considerado uma segunda parte da historia da Odontologia no Brasil ocorreu, principalmente, durante o século XVIII.

No decorrer desse período, ocorreram alguns fatos de notável importância. Autoridades estabeleceram a extinção dos cargos de cirurgião-mor e físico-mor.

Em seguida, foi criada a Real junta de Protomedicato. Assim, as cartas e licenças passaram a ser emitidas por um novo órgão composto por 7 deputados vigentes na época.

Século XIX

Com a virada do século, a impressão era que os portugueses não tinham mais vontade em exercer a profissão de odontologistas.

Assim, ocorreu que em diversas ocasiões essa função era passada para escravos e negros livres. Nesse período, a sensação era de que a profissão rumava para um patamar de menor importância.

Além disso, o trabalho efetuado por negros e escravos não agradava a burguesia portuguesa, que mesmo assim atribuía a função a eles com o objetivo de que as classes inferiores obtivessem acesso ao atendimento odontológico.

Um grande salto na história odontológica brasileira ocorreu apenas em 1808, quando a corte portuguesa veio para o país. Algumas medidas foram tomadas imediatamente, como:

  1. Criação da escola de cirurgia da Bahia, em fevereiro de 1808;
  2. Extinção da junta do Protomedicato, em janeiro de 1809;
  3. Chegadas de dentistas estrangeiros ao território brasileiro, como franceses entre 1820 e 1850 e americanos, principalmente durante a Guerra de Secessão, ocorrida entre 1861 e 1865;
  4. Em 1879 ainda foi lançada uma lei que obrigava as faculdades de medicina a sempre ser anexas a uma escola de farmácia.

Desse período em diante, a odontologia brasileira só obteve progresso. Não é a toa que muitos consideram o século XIX como um grande marco na historia da odontologia no Brasil.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.