Piercing na boca exige uma higiene oral exemplar

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Entenda como o paciente deve tomar cuidado com o Piercing na Boca

Para um estilo único e moderno, é muito comum que pessoas coloquem piercings em várias partes do corpo. Algumas colocam o piercing na boca e na língua. Mas atenção! É preciso ter cuidados especiais.

A saúde bucal pode ser muito afetada com a colocação do piercing na boca. É necessário conversar com seu dentista de confiança e ter cautela com a higiene oral.

O piercing na boca é uma forma de mudar esteticamente o rosto. O piercing é um material metálico que pode ser colocado na cavidade bucal. Por ser um metal, ele deve ser extremamente limpo.

Os profissionais indicam às pessoas que querem colocar piercing procurar por especialistas.

Isso porque eles estão preparados e treinados para colocar o piercing da melhor maneira na boca. Além disso, o material mais recomendado para ser usado na joia é o aço cirúrgico ou inoxidável.

Isso porque ele não solta muito resíduo e ainda retém pouca sujeira. O piercing na língua (barbell de língua) e nos lábios são os mais comuns.

Se você ficou interessado pelo assunto, então fique ligado neste artigo! Isso porque vamos tirar todas as suas dúvidas e mostrar curiosidades sobre o piercing na boca. Vamos começar?

  1. Há Problemas Com o Piercing na Boca?
  2. Principais Riscos do Piercing na Boca
  3. Fique Atento às Alergias
  4. Que Cuidados Preciso Tomar?
  5. Piercing na Boca versus Piercing no Dente

Há Problemas Com o Piercing na Boca?

Se você não tomar cuidados com a sua higiene oral, sim! Nessa situação, os problemas do piercing na boca podem aparecer.

O piercing é um organismo novo e estranho no seu corpo. Quando você não tem uma higiene bucal em ótimo estado e não limpa seu piercing, ele pode infeccionar a área perfurada.

Além de infecções, os riscos do piercing na boca podem ser mais agressivos.

Principais Riscos do Piercing na Boca

Principais riscos do piercing na boca

A cavidade bucal é uma região de extrema importância para a nossa saúde. Por isso, qualquer alteração na área deve ser tratada.

O piercing, por ser um corpo estranho, pode provocar algumas reações no nosso organismo que o comprometem. Alguns dos riscos presentes na colocação do piercing na boca são:

Infecções

A infecção na boca é uma alteração considerada comum em pessoas que têm o piercing. Na maioria dos casos, ela é causada por microrganismos que se desenvolvem na boca.

As bactérias são um dos exemplos de microrganismos que causam a infecção.

Elas são marcadas por feridas e áreas avermelhadas. Assim que notar os sintomas é ideal visitar o cirurgião-dentista. Dessa forma, ele pode indicar o tratamento mais adequado para o seu quadro clínico

Um dos tipos de tratamentos é o consumo de remédios. O profissional recomenda o melhor medicamento para o perfil do paciente.

Inflamações Gengivais

As inflamações na gengiva também são conhecidas como doenças na gengiva. Elas são exemplos de fatores consequentes dos maus cuidados com o piercing na cavidade bucal.

Como elas comprometem da área da gengiva até o osso alveolar, os profissionais as nomeiam de doenças periodontais.

As doenças periodontais podem se apresentar em três  estágios:

  • Gengivite;
  • Periodontite; e
  • Periodontite avançada.

Cada uma delas representa o nível da inflamação na gengiva. Por isso, a gengivite é o nível mais leve, justamente por ser o início da inflamação.

Enquanto isso, a periodontite avançada representa o nível mais agressivo por ser o último estágio da doença.

A principal causa para a inflamação é o acúmulo de bactérias na cavidade bucal. Quando você não limpa o piercing oral, é mais capaz desses microrganismos se concentram e se desenvolvem dentro da boca.

Dessa forma, o acúmulo e a falta de higiene oral fazem com que as bactérias se proliferem e piorem os sintomas.

Os principais sintomas das doenças periodontais são:

  • Gengiva inchada;
  • Vermelhidão intensa das gengivas;
  • Sangramento ao escovar os dentes ou passar o fio dental;
  • Dor e sangramento da gengiva ao mastigar;
  • Os dentes parecem mais longos, porque a gengiva fica retraída;
  • Mau hálito e gosto ruim na boca;
  • Nos casos mais graves pode haver sangramento espontâneo da gengiva.

Feridas

O piercing pode provocar a abertura de algumas feridas no interior e exterior da boca. Isso acontece por causa do atrito da joia com os elementos bucais.

As lesões podem se manifestar em forma de corte ou uma bolha cheia de líquido, por exemplo. Importante: as características da ferida vão depender do quadro clínico do paciente.

Apesar de parecerem inofensivas, as feridas podem trazer algumas consequências para o paciente. Isso porque elas podem ser dolorosas, além de dificultarem hábitos do cotidiano, como mastigar ou falar.

Caso não desapareçam dentro de 10 dias, é ideal que o paciente procure por ajuda de um profissional da área da odontologia.

Má Cicatrização

Como o piercing faz um furo na boca ou um furo na língua, um processo de cicatrização vai acontecer. A cicatrização é um processo de reparação tecidual da nossa pele.

Neste processo, o tecido lesionado é substituído e renovado por um tecido novo. Além disso, a cicatrização de uma lesão inclui diversos fatores, um deles é a regeneração de células especializadas.

Outro processo é a formação de tecidos de granulação. No entanto, o processo de cicatrização é influenciado diretamente pelos cuidados que tomamos com a saúde.

Dessa forma, quando não limpamos o piercing e a boca de forma adequada, o processo de cicatrização vai demorar mais tempo para ser concluída.

Inchaço

É um efeito colateral da colocação do piercing. O inchaço pode se dar na língua, interior da bochecha, gengiva ou lábio.

Vermelhidão na Boca

A vermelhidão na boca é causada por um vaso rompido. Esse vaso é rompido quando a joia é colocada na boca.

Fraturas nos Dentes caso Haja Atrito do Piercing com os Dentes

A fratura no dente é um tipo de lesão que afeta o esmalte, dentina ou a polpa dentária.

Assim que a joia causar a fratura no dente, por causa do atrito ou até por mover os dentes, é preciso que o paciente tenha uma reação rápida.

Dessa forma, o primeiro passo é procurar pela orientação do cirurgião-dentista o mais rápido possível.

Enquanto você estiver esperando pela consulta, você pode colocar uma compressa gelada na região do dente fraturado. Essa medida ajuda a diminuir o inchaço da área.

Em casos de fratura acompanhada de sangramento, pegue uma gaze com água fria e pressione na região para conseguir estancar o sangue.

E o que eu faço se uns fragmentos do dente tiverem saído da minha boca?

Essa é uma situação que pode assustar, mas mantenha calma! Pegue esses fragmentos e guarde em água morna. Você também pode colocar no leite ou no soro fisiológico.

Assim que você tiver contato com o profissional, ele fará uma avaliação do quadro clínico e buscar pelo melhor tratamento.

O tipo de tratamento escolhido vai depender das características da fratura. Alguns desses tratamentos estão:

  • Colagem do fragmento ou restauração;
  • Reconstrução com resina;
  • Remoção de bordas;
  • Tratamento de canal;
  • Prótese; e
  • Extração do dente.

Mau Hálito

Quando não limpamos o piercing, os microrganismos se proliferam na cavidade bucal.

Dessa forma, muitas pessoas podem acabar por apresentar o mau hálito. Ele é o cheiro desagradável exalado pela boca. Outro nome para o mau hálito é a halitose.

Problemas na Mastigação

O piercing de boca e língua faz com que a produção de saliva na boca aumente. Dessa forma, uma função simples de mastigar pode se tornar mais complexa e difícil graças ao grande volume de saliva.

Além disso, a joia pode estar em um local que machuque a boca na hora de comer.

Problemas com a Fonética

Assim como na questão da mastigação, os problemas com a fonética são causados pela joia. Isso porque ela aumenta a produção de saliva na boca.

Dessa forma, uma função simples de falar pode se tornar mais complexa e difícil graças ao grande volume de saliva.

Sensibilidade

O piercing pode trazer uma sensibilidade para a região em torno do furo. O piercing de lábio, por exemplo, deixa a região sensível.

Dor

O piercing na boca dói? Então, a dor na boca é provocada pelo atrito da joia com os elementos bucais. Dessa forma, o dente, a gengiva, o lábio e a parte interna das bochechas podem ficar doloridos.

A dor também pode ser causada por danos aos nervos locais.

Entrada de Bactérias

As bactérias são microrganismos que podem se proliferar na boca graças a má higienização do botão do piercing na boca.

Retração Gengival

A retração gengival é quando a área da gengiva diminui e consequentemente o dente não tem uma cobertura. Nos casos mais graves a retração leva à exposição da raiz do dente.

Se não tratada, pode causar a perda dos dentes e outras doenças. A retração pode acometer a região de um ou mais dentes.

Os principais sinais que os pacientes com retração gengival apresentam são:

  • Dentes sensíveis;
  • Dores na gengiva;
  • Sangramento da gengiva durante escovação ou ao passar fio dental;
  • A gengiva pode ficar mais vermelha e sensível;
  • Mau hálito; e
  • Perda dos dentes (em casos mais graves).

Fique Atento às Alergias

Fique atento para as alergias

A alergia é uma reação do nosso sistema imunológico quando estamos expostos a substâncias ou corpos que podem nos prejudicar.

Como o piercing na região da boca é um corpo estranho, o nosso corpo entra em um estado de hipersensibilidade e tenta nos proteger.

As reações alérgicas podem aparecer das seguintes formas:

  • Imediata: se manifestam em apenas alguns minutos após algum contato nocivo;
  • Semi-imediata: se manifestam em algumas após algum contato nocivo; e
  • Retardada: se manifestam em alguns dias após algum contato nocivo.

A escolha do material e lugar de colocação do piercing é ideal para evitar as reações alérgicas.

Que Cuidados Preciso Tomar?

Que cuidados preciso tomar?

Com o piercing, você precisa tomar cuidados especiais com a higiene oral. Ter uma atenção com a saúde bucal é essencial para evitar problemas futuros. Por isso, separamos algumas dicas que podem ser necessárias para você!

Antes de colocar o piercing, converse com o seu dentista. Ele indicará os passos a serem seguidos cuidadosamente antes e depois do procedimento.

Os dentistas recomendam que você procure um profissional especializado na hora que for colocar no piercing. Cheque se os instrumentos estão todos esterilizados e o local está higienizado.

Para mais cuidados com o piercing na boca, fique atento ao período de cicatrização. Não mexa na área perfurada, não fume e nem consuma alimentos muito gordurosos.

Higiene Bucal

Nós já vimos que muitas das alterações decorrentes da colocação do piercing são causadas pela falta de cuidados. Por isso, trouxemos recomendações para você ficar atento e evitar riscos para a saúde bucal.

Bom, a primeira informação que devemos saber é que que você deve escovar os dentes!

O ideal é que a escovação seja feita depois de 30 minutos das refeições. Além disso, o mais indicado é fazer movimentos circulares, constantes e suaves. É ideal que você dê uma atenção especial para cada elemento dentário.

Por isso, a escovação é realizada em todas as faces e nas superfícies internas. Importante: opte por escovas de cerdas macias ou extra macias.

Na hora da escovação lembre de não exagerar no creme dental. Isso porque o creme dental em excesso faz com que a potência da fricção entre o dente e escova diminua.

Com isso, a limpeza não é realizada da forma mais adequado.

Então, utilize uma pequena quantidade do creme. Dica: pergunte ao seu dentista qual é a melhor quantidade de creme dental para a sua rotina.

Uso do Fio Dental

Além da escovação, você também deve prestar atenção ao uso do fio dental. Isso porque o fio garante a remoção de resíduos, sujeiras e microrganismos presentes na cavidade bucal.

A maior vantagem do fio é que ele consegue alcançar espaços que a escova não consegue.

Para passar o fio dental, você precisa:

  1. Pressionar o fio dental para que ele fique entre os dentes;
  2. Fazer movimentos para cima e para baixo com o fio dental;
  3. Retirar o fio puxando por uma das pontas; e
  4. Repetir o processo em todos os espaços entre os dentes.

Mas, e quando eu devo passar o fio dental? Bom, a resposta é simples: você deve passar o fio dental após cada refeição, em conjunto com a escovação. Dessa forma, você garante uma limpeza completa da cavidade bucal.

Higiene Complementar

Depois da escovação e de passar o fio dental, para dar um último toque à limpeza do piercing e da boca, você pode optar pelo uso do enxaguante bucal. Ele é uma substância que ajuda no controle de microrganismos.

Os profissionais indicam que você coloque uma quantidade adequada na cavidade bucal e realiza um bochecho durante cerca de 30 segundos. Além disso, os principais tipos de enxaguantes são:

  • Enxaguante bucal com álcool;
  • Enxaguante bucal sem álcool;
  • Enxaguante bucal com flúor; e
  • Enxaguante bucal antisséptico.

No entanto, lembre-se: é ideal que o seu dentista recomende o melhor tipo de enxaguante para o seu quadro clínico.

Dessa forma, o profissional passará informações para prosseguir com o uso da substância de forma correta.

Escove a Língua

Uma outra dica para conseguir cuidar da saúde bucal quando você tiver os piercings na boca é escovar a língua. Muitas pessoas usam a escova para conseguir limpar a língua.

No entanto, você pode utilizar algumas ferramentas para isso. Um exemplo delas é o raspador de língua. E, como eu devo usar o raspador?

Quando você terminar a escovação dos dentes, pegue o raspador e passe ele sobre a língua. É ideal que você faça o movimento de trás para frente para conseguir retirar as sujeiras que estão no fundo da boca.

Você vai sentir como se estivesse varrendo a língua. Outra ferramenta é o limpador de língua.

A forma de usar o limpador é a mesma do raspador. Por isso, não há segredos! É só seguir as etapas que você consegue uma língua limpinha e saudável.

Curiosidade: a diferença entre as duas ferramentas é que o limpador apresenta cerdas na ponta, mas o raspador não.

Uma dica que trazemos é utilizar sprays em conjunto com esses instrumentos. O seu dentista de confiança pode indicar o mais adequado para o seu perfil.

Mas atenção: evite passar as ferramentas, principalmente de forma muito agressiva, quando o seu piercing estiver localizado na língua. Isso porque o movimento pode causar pequenos ferimentos ou traumas na região.

Cuide da Alimentação

Na hora da alimentação, também é preciso ter uma dieta regulada.

Além disso, consuma bastante vitaminas, nutrientes e se mantenha hidratado. Ainda, lembre-se de se manter hidratado. Por isso, carregue uma garrafa de água sempre com você.

Com uma saúde bucal em dia, você pode manter seu piercing na boca sem problemas.

Piercing na Boca versus Piercing no Dente

Piercing na boca versus piercing no dente

Antes de falar mais sobre isso, vamos retomar algumas questões importantes sobre este artigo:

  1. O que é o piercing na boca?
    O piercing na boca é uma forma de mudar esteticamente o rosto. Os tipos de piercing mais comuns são feitos com metais de nível cirúrgico que pode ser colocado na cavidade bucal. Por ser um metal, o piercing deve ser extremamente limpo.
  2. Há riscos?
    Se você não tomar cuidados com a sua higiene oral, sim! Nessa situação, os problemas do piercing na boca podem aparecer. O piercing é um organismo novo e estranho no seu corpo.
  3. Como faço para cuidar da joia na boca?
    Alguns dos riscos presentes são: infecções, inflamações, feridas, má cicatrização, inchaço, vermelhidão na boca, fraturas nos dentes caso haja atrito do piercing com os dentes, mau hálito, problemas na mastigação, problemas com a fonética, sensibilidade, dor, entrada de bactérias e retração gengival.

Pronto! Agora vamos conhecer um pouco mais sobre o piercing no dente.

Piercing no Dente

O piercing no dente é um tipo de acessório colocado sobre o dente. Os materiais escolhidos para o piercing são variados, sendo que os mais conhecidos são os cristais e prata.

Dessa forma, ele lembra uma pedrinha posicionada no dente. A joia pode ter diferentes formas. Entre elas estão:

  • Bolinhas; e
  • Quadrados.

O piercing colocado no dente não perfura as camadas dentais. Por isso, pode ficar tranquilo que o procedimento para colocar a joia é indolor.

Além disso, você não vai sentir dor porque o piercing é fixado no dente por meio de uma cola específica.

Importante: o preço da aplicação da joia no dente varia em torno de R$100,00 e R$300,00. Mas fique atento: o piercing não é definitivo e tem duração de 2 a 3 meses.

Por isso, os custos aumentam se você quiser, depois desse período, continuar com o acessório. É ideal que você procure por um dentista ou um profissional especializado para a aplicação do piercing.

Com isso, os materiais e cola usados na aplicação do piercing dental serão de confiança e confeccionados para este procedimento.

Processo de Colocação do Piercing no Dente

O procedimento inteiro tem duração de 5 minutos. Dessa forma, as etapas da colocação são:

  1. Limpeza da cavidade bucal com um enxaguante bucal;
  2. Aplicação de uma substância que ajuda na fixação da cola;
  3. Secagem do dente;
  4. Aplicação da cola (resina);
  5. Aplicação do piercing escolhido pelo paciente na superfície do dente; e
  6. Durante 60 segundos, o profissional aplica uma luz específica sobre o dente para endurecer a cola e melhorar a fixação da pedrinha.

Depois desse processo, você pode sair sorrindo por aí e mostrar a pedrinha no dente.

Principais Riscos do Piercing no Dente

Assim como o piercing na boca, o do dente também pode trazer alterações para a nossa saúde bucal. Isso porque ele é um corpo estranho para o nosso organismo e estar em contato direto com o nosso dente.

Alguns dos problemas bucais causados pelo piercing são:

  • Dificuldade na hora da higiene: muitas pessoas ficam com medo de estragar a pedrinha. Mas, fique tranquilo! Com a aplicação correta por parte do dentista, o objeto não sairá;
  • Cárie: é uma lesão estrutural causada pela bactéria no dente. Ela perfura o esmalte do dente e placas duras e com coloração escura. Caso não tratada, pode causar o abcesso.
  • Placa Bacteriana: película grudenta e incolor formada por bactérias.
  • Doenças periodontais: elas têm três estágios- gengivite, periodontite e periodontite avançada. Além disso, representam alterações negativas na gengiva e nos ossos periodontais.
  • Mau hálito: cheiro desagradável que sai da boca.

Como pode ter consequências para a saúde, o piercing no dente deve ser cuidado de forma adequada. Importante: caso você queira retirar o acessório, é preciso que você marque uma consulta com o dentista.

Isso porque com as técnicas certas, ele irá tirar a pedrinha sem prejudicar o esmalte dentário.

Caso queira manter o piercing na boca ou no dente, é ideal que você tome cuidados com a higiene oral para evitar esses problemas. Para isso, marque uma consulta com o profissional de confiança para recomendações de limpeza.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!