Impactos das mucopolissacaridoses na saúde bucal

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Condição genética acarreta alterações no desenvolvimento e tem manifestações orais

Diferente do que muitos pensam, os casos de mucopolissacaridoses não são tão raros. Esse tipo de patologia tem diferente tipos de manifestações, inclusive impactos para a saúde oral do paciente.

Por isso, neste artigo, vamos detalhar um pouco mais as as mucopolissacaridoses.

Mucopolissacaridoses são doenças genéticas e hereditárias, provocadas por deficiências em enzimas e diretamente ligada ao metabolismo.

Nesses casos, as enzimas apresentam dificuldades de realizar a degradação de determinadas substâncias, como os
glicosaminoglicanos.

Essa substância, por sua vez, acaba se acumulando no interior de células, músculos e tecidos.

Assim, as doenças acarretam manifestações multissistêmicas. Ou seja, em diferentes órgãos e áreas do corpo, incluindo cérebro, olhos, ouvidos, coração, fígado, ossos e articulações.

Além disso, alterações na saúde bucal do paciente também são comuns, indicando a importância do estudo da mucopolissacaridoses na odontologia.

Tipos de Mucopolissacaridose

Os diferentes tipos de mucopolissacaridoses, também conhecida como MPS, estão relacionados com o tipo de enzima deficiente.

Dessa maneira, são divididos em:

  • MPS I: relacionada à enzima α-L-iduronidase, esse tipo da doença tem como possíveis sintomas o retardamento mental, a turvação da córnea, além de algumas cardiomiopatias que afetam o coração;
  • MPS II: esse tipo está associado à enzima Iduronato sulfatase. Seus possíveis sintomas se assemelham aos presentes do primeiro tipo. Contudo, tendem a ser mais brandos;
  • MPS III: o tipo mais diverso de mucopolissacaridose pode ser causado por diferentes enzimas. Ainda, seus sintomas estão associados à hiperatividade, disfunção motora e atrasos no desenvolvimento. Em geral, pessoas com esse tipo de patologia tendem a falecer na segunda década de vida;
  • MPS IV: causada por deficiências na enzima que recebe o nome de Galactose 6-sulfatase, suas principais características são displasia esquelética, problemas de disfunção motora e baixa estatura na pessoa afetada;
  • MPS V: a deficiência na enzima N-acetilgalactosamina 4-sulfatase pode causar defeitos cardíacos. Além disso, alguns sintomas característicos ao quarto tipo da doença, como displasia esquelética e baixa estatura, são repetidos;
  • MPS VI: o último tipo da doença é associado à deficiência da enzima β-glucuronidase. Dessa maneira, são sintomas comuns a baixa estatura, o atraso no desenvolvimento, a displasia esquelética e o aumento do volume do fígado, condição conhecida como hepatomegalia.

Mucopolissacaridoses e Saúde Bucal

Os diferentes tipos de mucopolissacaridoses podem causar uma série de manifestações orais.

A macroglossia, caracterizada pelo aumento anormal da língua, é comum em casos de MPS I.

Outro problema de aumento exagerado de alguma região da cavidade oral é a hiperplasia gengival, que afeta as gengivas e pode se desenvolver em pessoas com essa patologia.

Em relação aos problemas de oclusão, a mordida aberta é comum nos indivíduos afetados.

Sua principal característica é a falta de contato entre os dentes superiores e inferiores da arcada dentária.

Dessa maneira, pode acometer os dentes anteriores, que se localizam à frente, ou os dentes posteriores, localizados na parte de trás da boca.

Além disso, outros possíveis problemas odontológicos que se desenvolvem nos pacientes que contam com essa condição, são:

  • Boca grande;
  • Lábios proeminentes;
  • Mandíbula pequena e larga;
  • Limitação da abertura bucal;
  • Respiração bucal;
  • Impacção dentária;
  • Hipoplasia do esmalte.
  • Diastemas associados à microdontia;
  • Taurodontismo;
  • Hiperplasia dos folículos dentais;
  • Cistos dentígeros.

Por isso, é importante que os pacientes em casos de mucopolissacaridoses sejam acompanhados por uma equipe odontológica e interdisciplinar.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.