Mordida aberta tem diferentes causas e tratamentos

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A mordida aberta é mais comum em crianças

Manter o dedo na boca e chupar chupetas são hábitos comuns para as crianças. Porém, eles podem ocasionar alguns problemas para a saúde bucal, como a mordida aberta.

Além de gerar um efeito estético desagradável, a mordida aberta também é a responsável por uma série de sintomas e consequências.

Mordida aberta é um tipo de má oclusão dentária. Ela é caracterizada pela falta de contato entre os dentes superiores e inferiores da arcada dentária. Pode acometer os dentes anteriores, que se localizam à frente, ou os dentes posteriores, localizados na parte de trás da boca.

Em geral, o problema é encontrado em crianças. Porém, se não for tratado, é possível que permaneça e se desenvolta durante a fase adulta.

O que causa a mordida aberta?

A mordida aberta tem relação com problemas dentários ou com problemas no desenvolvimento da estrutura óssea do rosto da pessoa.

Quando surge por problemas dentários, o aparecimento desse tipo de má oclusão está, na maioria das vezes, relacionada ao uso excessivo de chupeta ou ao hábito de chupar os dedos por tempo prolongado.

Outras práticas, como manter objetos na boca, respirar pela boca ou roer as unhas também podem ser intensificadores do problema.

Se a língua se mantém posicionada de maneira incorreta dentro da boca por bastante tempo, pode influenciar nesse desalinhamento entre as arcadas.

Os problemas ósseos, em geral, são genéticos e transmitidos hereditariamente. O crescimento excessivo dos ossos da face é um exemplo.

Consequências

É comum, nesses casos, que haja o desgaste dos dentes que entram em contato, uma vez que eles são sobrecarregados. Assim, podem surgir fraturas e outras consequências.

Além disso, existem outros sintomas da mordida aberta, como:

  • Dores de cabeça;
  • Perda óssea;
  • Zumbido nos ouvidos;
  • Dificuldades de mastigação;
  • Retração de gengiva
  • Problemas na deglutição;
  • Problemas na articulação temporomandibular;
  • Problemas na fonética.

Tipos

Os diferentes tipos de mordida aberta são divididos de acordo com área afetada pelo problema:

  • A mordida aberta anterior consiste na ausência de contato entre os dentes anteriores, ou seja, os que estão posicionados à frente da arcada dentária;
  • A mordida aberta posterior consiste na ausência de contato entre os dentes posteriores, ou seja, os que estão posicionados na parte de trás da arcada dentária;
  • A mordida aberta lateral consiste na ausência de contato entre os dentes posicionados nas laterias da arcada dentária;

A situação se torna mais grave quando ocorre a mordida aberta cruzada. Nesses casos, além do distanciamento dos dentes, o desvio da mandíbula também está presente.

Tratamentos para mordida aberta

Em geral, esse tipo de má oclusão é tratada com o uso de aparelhos ortodônticos. O tipo de aparelho ideal será decidido pelo dentista.

Na maioria das vezes, para crianças que ainda possuem dentes de leite na sua arcada dentária, é indicado o uso do aparelho ortodôntico removível.

Já no caso de adultos, o aparelho ortodôntico fixo é o mais utilizado.

A duração do tratamento depende da intensidade do problema. Portanto, pode chegar a meses ou anos.

Entretanto, nem todos os casos podem ser resolvidos através de tratamentos ortodônticos. Assim, é necessária a realização de um procedimento cirúrgico na tentativa de consertar o problema.

Se for identificado um distúrbio de fala advindo da má oclusão, será necessário o acompanhamento terapêutico.

Existe prevenção?

O tratamento não ocorre com facilidade e sua efetividade nem sempre é garantida. Por isso, a melhor forma de evitar a mordida aberta é a suspensão dos hábitos prejudiciais.

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.