Garganta possui relação direta com a saúde bucal? Entenda!

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Dor na garganta pode indicar problemas com a saúde bucal

Você sabia que o dentista avalia sua garganta em uma consulta de rotina? Pois é! Essa região é uma parte importante do corpo humano que pode influenciar diretamente na saúde bucal.

Uma garganta inflamada, por exemplo, pode estar relacionada à ressecamento da mucosa e infecções na amígdala.  Essa última pode ser responsável por problemas no desenvolvimento da arca dentária.

A garganta é a parte anterior do pescoço, responsável pela passagem dos alimentos entre a boca e o estômago.

Ela possui grande importância na saúde bucal do indivíduo. Afinal, problemas que envolvem a garganta podem estar diretamente relacionados à boca e aos dentes.

Anatomia da Garganta

Como já dito anteriormente, a garganta é a parte anterior do pescoço. Essa pequena parte, importante nas funções alimentares do organismo e na saúde bucal, pode ser dividida em diferentes estruturas.

A primeira dessas estruturas é a faringe.

Faringe

A faringe é a principal estrutura da garganta. Podendo até levar o mesmo nome.

Ela é formada por um tubo que possui cerca de cinco centímetros de comprimento, que se estende desde a cavidade nasal e oral até a laringe.

Sua estrutura forma uma passagem muscular para o ar, líquido e alimentos passarem pelo seu nariz, ou boca, até os pulmões ou estômago.

Além disso, a faringe possui comunicação com o esôfago, laringe, fossas nasais e ouvidos. Situada atrás das fossas nasais e à frente das vértebras cervicais, a faringe possui diferentes ligações:

  • Faringe inferior: continuação da faringe média, liga-se a laringe e com esôfago;
  • Faringe média ou orofaringe: liga-se pela parte anterior com a cavidade bucal e realiza comunicação com a faringe superior;
  • Faringe superior: é ligada pelas cavidades nasais e pela faringe média. Além disso, é a parte mais espessa da faringe, vai da base do crânio até o céu da boca.

O caminho do ar pela faringe dá-se pelas fossas nasais ou pela boca, passa pela faringe, encaminha-se para a traqueia e brônquios e chega nos pulmões.

Já o alimento é introduzido pela boca, segue pela faringe média, chega ao esôfago e depois para o estômago.

A faringe só é capaz de realizar tanto a função da respiração como a de nutrição por causa da presença da epiglote.

Laringe

A laringe é uma estrutura da garganta em formato de tubo, responsável pela ligação da faringe à traqueia.

Trata-se de um componente do sistema respiratório, constituída de tecidos rígidos e moles. Ela é responsável pela articulação por meio do som e da respiração.

Está localizada acima da traqueia, funcionando como filtro de partículas, impedindo que essas cheguem aos pulmões.

Também é responsável por abrigar pregas vocais e ajustar o tom e o volume da voz, parte importante da fonação.

Ela é sustentada por peças cartilaginosas. A cartilagem faz a manutenção da luz da laringe, de forma que garante a passagem de ar.

A laringe possui ainda uma série de cartilagens, bem como a tireoide, cricoide e a aritenoide.

Epiglote

A epiglote é responsável pela separação da laringe e da faringe. Fica localizada na laringe, e é importante para o funcionamento do sistema respiratório. Afinal, a epiglote impede a entrada de alimento nesse sistema.

Ela se caracteriza por uma pequena porção cartilaginosa, localizada logo atrás da boca, fixada ao osso hioide e à cartilagem tireoide, funcionando como uma espécie de porta.

Quando engolimos, a epiglote fecha a passagem da laringe, pressionando-se contra ela, impedindo que o alimento vá em direção à traqueia, mas, continue seu caminho ao esôfago.

O engasgo é uma reação à falha do funcionamento da epiglote.

De forma que, quando ela não consegue impedir a passagem do alimento para o sistema respiratório, o corpo procura formas de desobstruir as vias respiratórios, provocando a tosse e o engasgo.

Condições Odontológicas que Envolvem a Região

Quer saber como a odontologia está relacionada à garganta?

Diversos problemas que atingem a garganta, como a dor, podem ser provocados por problemas originados pelos dentes ou saúde bucal.

Do mesmo modo, problemas dentários ou orais podem estar diretamente relacionados à condição da garganta.

Quer saber como? Confira alguns exemplos:

Dente do siso

Muitas das vezes os dentes do siso, ou terceiros molares, podem gerar complicações ao indivíduo. Isso ocorre pelo nascimento parcial do dente do siso.

O acúmulo de alimentos concentrado nessa “tampinha” – metade do dente para fora da gengiva e a outra metade para dentro – gera dor e inflamação no dente.

A inflamação pode causar dor de garganta e até mesmo dor no ouvido. Inclusive, o pós-operatório do dente do siso também pode desencadear dores na garganta.

Ressecamento da Mucosa

O ressecamento da mucosa oral é um dos fatores analisados pelo cirurgião-dentista na consulta de rotina.

O baixo fluxo salivar, além de causar o mau-hálito, pode ser contribuir para o desenvolvimento de amidalites, faringites e esofagites.

Infecção na Amígdala

As amígdalas ficam localizadas na parte lateral da garganta, parte de trás da boca. Sua função é mantes bactéria longe de locais que possam causar a infecção.

A adenoide crescida, ou inflamações na amígdala em função de respiração bucal, ou ainda hipertrofia de adenóide, pode ser responsável por diversos problemas.

Ela pode causar, por exemplo, a apneia, caracterizada pela parada da respiração durante o sono. Voz anasalada e, ainda, problemas no desenvolvimento crânio-facial, ou seja, arcada dentária e músculos faciais.

Pescoço Inchado

Em uma consulta de rotina, durante o procedimento de avaliação do dentista, pode-se examinar, por exemplo, a região do pescoço.

Um pescoço inchado pode ser caracterizado por infecções de garganta e infecções dentárias, inclusive.

Dor de Dente e Garganta Inflamada

A dor de dente, caracteriza-se pela inflamação da polpa do elemento dentário. A dor pode ser ocasionada por diversos fatores, desde cáries até doenças periodontais.

Um dos sintomas provocados, comumente, pela dor de dente é inflamação da garganta.

Além disso, uma infecção no dente pode ser espalhada, facilmente, pela garganta, bem como a infecção de garganta pode gerar impactos nos dentes.

Como vimos, a garganta e a saúde bucal podem ter uma ligação muito direta. Dessa forma, uma consulta ao dentista poderá sempre prevenir maiores problemas, além de manter a sua saúde em dia.

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.