Fita dental ou fio dental: você sabe a diferença?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A fita dental apresenta formato diferente do fio. Independente de qual usar, busque sempre fazer uma ótima limpeza

Sabemos da importância que o fio dental! Com o seu uso alcançamos as cavidades mais difíceis e que não são limpas durante a escovação. Mas para as pessoas que têm o espaço entre a dentição menor, a fita dental é bastante útil.

Se olharmos a fita dental rapidamente, vamos confundi-la com o fio. No entanto, seu formato, como o próprio nome diz, é em fita, mais retangular, enquanto o fio é arredondado.

A fita dental, assim como o fio, é um importante item utilizado na higienização da boca. Ela permite remover a placa bacteriana e os resquícios de alimento que ficam presos no sulco gengival e na região interdental (entre os dentes).

O preço da fita dental varia de R$ 7 a R$ 10 reais dependendo do local.

Diferença de fita e fio dental

A fita, por ser mais fina, descomplica na hora de limpar as áreas dos dentes apinhados, que são aqueles que nascem tortos ou sobrepostos um sobre o outro.

O fio dental, por ser roliço e mais largo, é mais fácil de se manusear nos espaços mais vastos.

Nas regiões mais estreitas, ele provavelmente irá desfiar, não conseguindo limpar e ainda fazendo com que alguns filamentos fiquem presos no meio dos dentes.

Para saber qual empregar, o paciente deve identificar o que convém melhor para a situação e qual oferece mais conforto. Ele pode fazer isso experimentando os dois ou pedindo uma indicação de seu dentista.

E independente de qual escolher, o importante é saber manipulá-los sem machucar a gengiva e que eles acompanhem todas as escovações do dia.

Dica: É possível transformar a fita dental em fio. Basta torcer cada extremidade em lados opostos. Assim, ela adotará o mesmo formato cilíndrico. 

Como passar a fita dental corretamente?

Como passar a fita dental para os dentes

  1. Para começar, é necessário enrolar um pedaço de 20 centímetros nos dedos médios. Deixe um espaço aproximado de 10 centímetros entre eles;
  2. Segurando a fita dental entre o polegar e indicador das duas mãos, realize um movimento suave de vai e vem. Deslize para cima e para baixo na região entre os dentes;
  3. Você deve passar a fita na base de cada dente da boca. O segredo é ultrapassar a linha que separa o dente da gengiva, realizando uma limpeza subgengival, o que promove a diminuição do mau hálito. É necessário ser cuidadoso. O tecido gengival é bastante frágil e pode ser danificado caso se a limpeza for agressiva;
  4. O recomendado é passar pedaços novos, que ainda não foram utilizados, para cada dente a ser limpo;
  5. Utilize movimentos de trás para frente para remover a fita dental do meio dos dentes.

Outros métodos

Outros métodos, como o fio dental com haste e a escova interdental

Além do fio e da fita para limpar os dentes, existem outros métodos. Confira quais são:

Fio dental com haste

fio dental com haste é um instrumento que parece com uma forquilha, que em suas duas extremidades têm um fio preso.

Sua função é limpar o meio do dente, a qual está fora de alcance da escova de dente. Portanto, ele é importante para garantir uma higiene bucal completa.

Embora o produto seja recorrentemente indicado a alguns grupos de pessoas, como crianças, idosos e aqueles que não tem familiaridade com o fio ou fita, qualquer um pode usá-lo.

Passo a passo de como usá-lo
  1. Segure o fio dental com haste com o polegar e o indicador. Deixe-o paralelamente à cavidade;
  2. Insira-o na cavidade e faça movimentos suaves de vai-vem;
  3. O segredo é ultrapassar a linha que separa o dente da gengiva;
  4. Depois da limpeza de uma cavidade, limpe o fio com água corrente, pois dessa maneira evita que a placa bacteriana e os restos de comida sejam transportados de um dente para o outro;
  5. Ao fim, descarte-o.

Escova interdental

escova interdental é um tipo de escova que auxilia na limpeza entre os dentes ou braquetes do aparelho. Ela é feita para deslizar facilmente nessas cavidades e tem uma haste que facilita o manuseio do utensílio.

Passo a passo de como usá-la
  1. Adquira uma interdental de qualidade. Caso fique na dúvida, pergunte ao seu dentista;
  2. Insira a cerda da escova de maneira perpendicular à cavidade interdental;
  3. Deixe a mão leve, sem comprimir nem aplicar uma força desproporcional;
  4. Faça movimentos de vai e vem calmamente;
  5. Para quem possui aparelho ortodôntico, a escova pode ser utilizada também de modo a entrar paralelamente entre o aparelho e o dente, limpando os resquícios de sujeira que se armazenam ali;
  6. Use a escova diariamente, pelo menos antes de dormir.

Em resumo, vimos que o fio e a fita dental possuem a mesma funcionalidade, mudando apenas seu formato e sua recomendação.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.