O que é CAD/CAM e como ele pode revolucionar a vida dos dentistas

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A tecnologia é a maior aliada dos dentistas para fornecer diagnósticos e tratamentos rápidos e eficazes. Ela é, também, uma exigência dos pacientes. A inclusão de máquinas como o raio X e a CAD/CAM, na vida dos dentistas, mostram que esse cenário só tende a crescer.

A perda ou comprometimento dos dentes passou a ser mais um fator revolucionado pela tecnologia. Fatores como idade, higiene bucal e acidentes estragam milhares de sorrisos todos os anos. O mais novo equipamento que pode ajudar nesses casos é a máquina CAD/CAM.

A CAD/CAM é um equipamento que permite ao dentista desenhar e produzir uma prótese em minutos. Com essa máquina, o profissional pode entregar a prótese definitiva em uma sessão.

Esse processo acelera o tratamento, com maior custo benefício. Quer entender todo esse processo? Então vamos aos detalhes.

O que é o sistema CAD/CAM?


O nome é formado por duas siglas que resumem as funções do aparelho. CAD significa desenho assistido por computador (computer-aided design, em inglês) e CAM é manufatura assistida por computador (computer-aided manufacturing, em inglês).

Primeiro, é preciso compreender que a tecnologia CAD/CAM não é utilizada somente na área odontológica. Na verdade, essa tecnologia vem sendo usada em vários mercados com a função de realizar desenhos e manufatura de moldes de fundição, lâminas estampadas, distribuição de plantas e desenhos de calçados, por exemplo.

Contudo, dados os ótimos resultados nos mais diversos mercados, o sistema CAD/CAM foi adaptado à odontologia, contribuindo para uma revolução da odontologia tradicional, dando origem à “odontologia 4.0”, ou Odontologia Digital.

Ainda não entendeu o que é o sistema CAD/CAM? Calma! Iremos explicar melhor.

Atualmente é muito comum encontrarmos empresas que buscam formas de automatizar seus processos e encontram a modelagem em 2D ou 3D como alternativa. Nesse contexto, muitas empresas utilizam o CAD/CAM para economizar recursos que, por sua vez, podem ser utilizados para investir em outras áreas.

Então, quando nos referimos ao uso do CAD/CAM para realizar animação 3D, estamos falando de réplicas que são criadas no computador em três dimensões, de modo que viabilizam um trabalho muito mais rápido e eficaz, se comparado aos métodos tradicionais de fabricação e medição de objetos.

Na odontologia, apesar da tecnologia ter tido mais protagonismo nos últimos anos, os sistemas digitais já vem sendo empregados há mais de 30 anos.

O primeiro sistema CAD/CAM odontológico, por exemplo, foi desenvolvido em meados dos anos 80, na Universidade de Zurich, Suíça, pelo professor Werner H. Mörmann. A evolução, desde então, vem acontecendo nos softwares e na série de materiais que estão sendo adaptados para aplicação no sistema CAD/CAM.

Para que serve o sistema CAD/CAM?

Para que serve o sistema CAD/CAM?

Como já dissemos, essa tecnologia não é usada apenas no setor odontológico, mas em vários mercados, com a função de realizar desenhos e manufatura de moldes.

Mas você sabe para que serve esse sistema na odontologia?

Em síntese, sistema CAD/CAM na odontologia é largamente utilizado para a manufatura dos mais variados tipos de próteses, como por exemplo:

  • Próteses de até 10 elementos dentais;
  • Coroas unitárias;
  • Coroas longas;
  • Próteses longas e curvas;
  • Lentes de contato; e
  • Moldes de fundição.

Além disso, essa tecnologia pode, inclusive, auxiliar o dentista em tratamentos ortodônticos e na realização de restaurações definitivas. Portanto, as funções desse sistema incluem:

  1. Ferramenta útil para o auxílio no diagnóstico e planejamento de tratamentos;
  2. Permite a fabricação e restaurações de ótima qualidade em menor tempo e com desempenho clínico compatível com a restauração dentária convencional;
  3. Visualização detalhada da arcada, como cores, densidade óssea, por exemplo;
  4. Fotografia da arcada dentária do paciente com imagens de alta resolução, com possibilidade de ampliação em até 60 vezes;
  5. Simulação e visualização do provável resultado de tratamentos – como o ortodôntico – visto o alto grau de previsibilidade que o sistema CAD/CAM garante.

Qual a diferença entre a moldagem tradicional e o sistema CAD/CAM

Você pode ter reparado que o a tecnologia possui a mesma função que um método um pouco mais antigo dentro da odontologia: a moldagem de gesso.

No entanto, esse método tradicional ainda está presentem em cerca de 78% dos laboratórios. Trata-se de um procedimento muito comum, especialmente na ortodontia, que utiliza o silicone ou o gesso para realizar o molde da boca do paciente, a fim de fabricar aparelhos, facetas e próteses, por exemplo.

Esse procedimento consiste no encaixe do material nas arcadas do paciente, a fim de que o gesso, ou o silicone, molde-se ao formato da boca e, assim, seja enviado como um modelo de suas medidas para o laboratório.

Todo esse processo pode ser demorado, desconfortável para o paciente e, ainda, ser sujeito a erros.

Os moldes são enviados para o laboratório após a consulta clínica, onde é realizada a estratificação, um trabalho manual que, muitas vezes, não consegue criar próteses tão fieis.

Hoje, 22% dos laboratórios ainda recebem o molde e realizam um escaneamento do objeto. Ou seja, de certa forma, os laboratórios utilizam o sistema CAD/CAM.

Contudo, a tecnologia permite hoje que o próprio dentista faça o escaneamento e mande digitalmente todos os dados para o laboratório, trazendo muito mais eficiência ao trabalho.

Como o aparelho funciona?

Como o aparelho funciona?

O sistema CAD/CAM não é apenas uma, mas duas tecnologias. Isto é, o scanner (CAD) e a manufatura (CAM).

A tecnologia CAD é responsável por realizar o rascunho de parte do objeto – ou da arcada dentária, na área odontológica – que é processado em um determinado software que permite a coleta e transmissão de dados e modelagem 2D ou 3D. O resultado é obtido em um arquivo CAD e, então, é importado para o software CAM.

Logo, a tecnologia CAM auxilia na comunicação do computador com as ferramentas de controle de uma determinada máquina – como de próteses – utilizada para a realização do processo de manufatura.

Agora vamos falar mais especificamente desse sistema na área odontológica.

A tecnologia CAD/CAM é composta de um scanner que tem como função realizar um mapeamento tridimensional da arcada dentária. Para realizar o escaneamento, o dentista tem auxílio de dois tipos de software CAD/CAM.

O primeiro (CAD), é usado no projeto da construção, fazendo um desenho da prótese, como explicamos anteriormente, enquanto o segundo (CAM) é usado para gerar um arquivo de controle numérico que deve ser utilizado na máquina que produz a peça virtualmente projetada.

Por sua vez, essa máquina pode ser de tecnologia subtrativa (fresadoras) ou aditiva (impressoras 3D).

Assim, o dentista pode

Em resumo:

  1. O dentista ou técnico laboratorial, faz o escaneamento oral do paciente;
  2. Pelo computador, o profissional projeta a prótese usando a tecnologia CAD;
  3. Com o projeto pronto, o CAM produz a peça com o material escolhido previamente.

Como vemos, existem 3 passos de produção essenciais para o funcionamento completo desse sistema na odontologia. A seguir, abordaremos com mais detalhes cada um deles. Vamos lá.

  1. Escaneamento
  2. CAD
  3. CAM

Escaneamento

O primeiro passo, o de escaneamento, pode ser dividido em dois tipos: o realizado nos laboratórios de prótese e o feito pelo próprio dentista com aparelho específico.

O primeiro tipo de escaneamento, o realizado nos laboratórios, pode, ou não, utilizar o modo tradicional de moldagem de gesso. Trata-se de um scanner tridimensional de bancada.

Assim, esse tipo de scanner, presente nos laboratórios de prótese, realiza a leitura dos moldes de gesso ou das moldagens do paciente, por meio da emissão de uma luz estruturada, normalmente no formato de faixas, que sofre deformações na sua forma no momento em que incide sobre a superfície do objeto que está sendo lido.

Com isso, as câmaras que munem esse scanner realizam a leitura justamente dessa deformação da luz que, então, gera uma nuvem de pequenos pontos que formam a superfície do objeto.

Por sua vez, esses pontos auxiliam o software odontológico na criação de vértices que formarão triângulos e que, por fim, gerarão uma malha. Aí, adquire-se, então, o arquivo tridimensional que poderá ser utilizado no software CAD para o projeto da prótese.

O segundo tipo de escaneamento, realizado pelo dentista em seu consultório, utiliza um equipamento odontológico conhecido como scanner intraoral.

O scanner intraoral é um equipamento pequeno e fácil de ser manejado pelo dentista.

Uma de suas pontas possui a tecnologia de scanner, que realiza a leitura completa da boca por meio da câmera intraoral que captura imagens coloridas (em fotos ou vídeos) de forma muito similar à tecnologia usada nos laboratórios.

Nesse caso, não existe necessidade do uso doas moldeiras ou de quaisquer objetos auxiliares, apenas a tecnologia CAD/CAM.

O escaneamento também pode ser feito de modo extraoral e na tomografia computadorizada.

CAD

O sistema CAD, ou desenho assistido por computador, é um nome genérico para os sistemas computacionais, os softwares, utilizados na odontologia (e em outros setores), para facilitar o projeto e desenhos técnicos da prótese.

Esse tipo de sistema oferece uma gama de ferramentas para a construção de entidades geométricas planas e tridimensionais, sendo a última a mais usada na odontologia.

Os sistemas computacionais mais avançados de CAD usam um método chamado de modelagem paramétrica que, por sua vez, permite a modificação desses desenhos pela simples entrada de números que indicam as dimensões e relações entre as entidades ou objetos desenhados no sistema.

Em síntese, é o sistema CAD que possibilita que o técnico da próteses CAD/CAM, ou o próprio dentista, projete a construção digital 3D do componente protético.

CAM

Já os softwares CAM são responsáveis pela transformação de um arquivo 3D em um arquivo de linguagem numérica que, por sua vez, é compreendido pelo dispositivo de fabricação da peça projetada.

Por fim, o processamento das peça pode ser realizado através de duas maneiras diferentes, como já comentado anteriormente, pela tecnologia subtrativa ou aditiva.

A manufatura subtrativa é a realizada por meio de máquina de fresagem CNC, na qual parte de um disco ou bloco, composto do material escolhido previamente, será usinado. Isso quer dizer que esse material será moldados de forma a remover todo material desnecessário por meio de fresas (brocas), até que atinja a forma projetada.

A tecnologia subtrativa é a manufatura utilizada há mais tempo no setor odontológico, além disso, abrange uma alta gama de materiais.

Já a tecnologia aditiva funciona através da impressoras 3D. Por sua vez, esse tipo de manufatura começou a ser empregado há pouco tempo no setor odontológico.

O método aditivo consiste na fotopolimerização de resinas de camada em camada, até que a peça esteja completamente construída. Como vantagens desse método, destaca-se o mínimo de desperdício de material usado, uma vez que a impressora 3D é muito mais precisa, e um investimento muito inferior, se comparado ao das fresadoras.

Como desvantagem, a manufatura aditiva limita-se apenas à cerâmica como material disponível para impressão. Apesar de ser possível encontrar outras tecnologias de impressão que possibilitem a impressão em outros materiais, como metal e cerâmica, por exemplo. No entanto, esses são equipamentos de custo muito superior.

Quais os materiais que a CAD/CAM aceita?

Quais os materiais que a CAD/CAM aceita?

As máquinas com tecnologia CAD/CAM foram projetadas para oferecer ao dentista a melhor opção. Por isso, a depender do método escolhido, são diversos os materiais dentários disponíveis.

Assim, o profissional pode escolher o que melhor se encaixa nas necessidades e no bolso do paciente.

Alguns dos materiais aceitos são:

  • Cerâmica feldspática;
  • Zircônia;
  • Cerâmicas híbridas;
  • Dissilicato de lítio;
  • Metal pré-sinterizado;
  • Resina fotopolimerizada;
  • PMMA para provisórios;
  • Ceras
  • Calcinável.

Quais são os benefícios dessa tecnologia?

Quais são os benefícios dessa tecnologia?

Os benefícios do CAD/CAM podem ser diversos, a começar pela velocidade e precisão trazidas à consultas, especialmente quando a tecnologia é usada diretamente pelo dentista no consultório.

O escaneamento da arcada do paciente pode ser realizada em até 5 minutos, por exemplo, o que dispensa o uso do da moldagem odontológica de gesso. Quanto a sua precisão, muito superior à das moldagens, dispensa a necessidade de repetições no procedimento, pois evita os erros comuns do método tradicional.

Isso traz muito mais fluidez aos processos no consultórios, otimizando o tempo do profissional e também do paciente.

O fato de que todos os processos tornam-se digitais também é uma vantagem. Todos os dados e medidas do paciente, por exemplo, ficam armazenados nos softwares, facilitando o contato com os fabricantes, o que acelera os procedimentos e, consequentemente, o tratamento do paciente.

Além disso, por causa da precisão, os fabricantes também recebem todas as medidas de forma exata, evitando o risco de que o produto apresente defeitos futuramente por causa de algum defeito no molde de gesso, como é comum na moldagem tradicional.

Por fim, possuir o sistema CAD/CAM no consultório pode ser uma verdadeira estratégia de marketing, atraindo novos pacientes.

Isso porque o uso da tecnologia aumenta a eficiência e a qualidade do tratamento, o que influencia na imagem do consultório, o que, consequentemente, aumenta o índice de indicações e de novos pacientes.

Tudo isso também influencia na rentabilidade do consultório, o que permite que o profissional invista cada vez mais em processos e equipamentos que otimizem seu trabalho.

Pontuando as vantagens

  • Autonomia: com o aparelho em mãos o dentista não depende mais dos laboratórios para produção. Você pode oferecer um tratamento seguro e na hora para seus pacientes, tendo certeza de como a prótese foi feita e quais os dados utilizados;
  • Adeus, moldes: por conta do scanner, o dentista não precisa mais moldar a boca do paciente. Isso evita problemas de pacientes que não toleram o uso da massa, erros na moldagem, perda ou desvio da moldagem;
  • Diminui as falhas: com o suporte do scanner CAD/CAM e do computador, o dentista elimina diversas falhas que podem ocorrer devido a produção artesanal ou aos erros primários de moldagem;
  • Estratégia de marketing: o uso da tecnologia é um atrativo que auxilia na prospecção de novos pacientes;
  • Aumento da rentabilidade: a prospecção de novos pacientes impacta diretamente no faturamento do consultório.

Qual o valor investido na tecnologia CAD/CAM?

Qual o valor investido na tecnologia CAD/CAM?

Saber como funciona e quais são os principais benefícios do sistema CAD/CAM é essencial, mas outra dúvida muito comum é o valor de equipamentos que utilizam a tecnologia.

Contudo, responder essa pergunta com precisão não é uma tarefa fácil, uma vez que o mercado oferece opções variadas para o dentista.

Primeiro, é preciso saber como o profissional quer trabalhar com esse tipo de tecnologia em seu consultório. Existem as seguintes opções:

  1. Contratar técnicos laboratoriais para realizar todo o processo, desde o escaneamento, até o processo final;
  2. Realizar o escaneamento no consultório, por meio do scanner intraoral, e enviar os dados para o laboratório para a finalização do processo;
  3. Realizar todo o processo no consultório, desde o escanamento, até a fase de construção da prótese, por meio de laboratório próprio.

Você já deve imaginar que, para cada escolha, existe um valor diferente.

Quanto a opção número 1, os preços dependem totalmente do laboratório contratado, bem como do tipo de aparelho utilizado por esses profissionais, que pode ir do mais simples ao mais moderno.

Já a opção número 2, demanda que o dentista adquira um scanner intraoral para realizar os procedimentos no laboratório. Por sua vez, o scanner intraoral possui inúmeros modelos e marcas disponíveis no mercado, fator que influencia no preço final do produto.

Por exemplo, é possível que o profissional adquira apenas as câmeras intraorais portáteis, que têm um valor mais baixo.

De outro modo, se a escolha for pela opção 3 e o dentista quiser adquirir o equipamento completo, pode pagar um valor bem mais alto.

E qual o preço?

Não há um preço fixo para o aparelho de CAD/CAM. Você pode encontrar o produto sendo vendido completo, com valores acima de 100 mil reais.

Também está disponível a venda dos produtos separados, com partes sendo vendidas acima de 30 mil reais.

Pelo preço do produto, é importante que você pesquise e escolha cuidadosamente a marca. Para auxilia-lo nesse processo, vale conferir o feedback de outros dentistas.

Cheque a disponibilidade de manutenção e o suporte oferecido pela empresa. Lembre-se: adquirir uma máquina de CAD/CAM é um investimento alto para longo prazo, então não faça compras impulsivas.

Por outro lado, é preciso balancear os prós e contras. Como vimos, essa tecnologia pode trazer muitos benefícios.

Como o sistema ajuda o dentista?

Como o sistema ajuda o dentista?

Além das vantagens que já observamos no uso dessa tecnologia, é preciso ressaltar também o modo como o dentista é beneficiado por ela.

O primeiro ponto a ser observado é o melhor e maior foco no seu trabalho diário no consultório. Isso devido a garantia na qualidade do serviço oferecido por meio da tecnologia, que mantém seus pacientes satisfeitos, além de eliminar desperdícios e gatos com materiais em excesso.

Outro fator importante é a produtividade aumentada, uma vez que é possível atender seus pacientes com muito mais rapidez e eficiência, podendo ser feito, na maioria das vezes, em uma única sessão, sem necessidade de próteses provisório.

Isso diminui o tempo gasto, se comparado a técnica tradicional, possibilitando mais tempo clínico para realizar encaixes de pacientes, ou, proporcionando alguns momentos de descanso no tempo de sobra.

Um resumo sobre o sistema

Um resumo sobre o sistema

Por fim, vamos retomar alguns pontos para garantir que você entendeu todo conteúdo abordados no artigo de hoje. Para isso, elaboramos um pequeno resumo. Confira:

  1. O sistema CAD/CAM é uma tecnologia acoplada a equipamentos que permitem ao dentista escanear a arcada do paciente, digitalizar e produzir próteses de forma mais rápida e eficaz.
  2. Além da prótese dentária, a tecnologia pode ser usada para a fabricação de restaurações e no diagnóstico e planejamento de tratamentos;
  3. A tecnologia CAD/CAM conta com duas tecnologias, o scanner (CAD) e a manufatura (CAM);
  4. O dentista pode usar a tecnologia no seu consultório por meio de um scanner intraoral;
  5. Além de proporcionar autonomia, eficiência e qualidade no trabalho odontológico, o o sistema também funciona como estratégia de marketing e aumenta a rentabilidade do consultório;
  6. A tecnologia dispensa o uso dos métodos tradicionais de moldagem, como o molde a gesso, que apresenta várias desvantagens atualmente;
  7. Não é possível estipular um preço certeiro para o sistema CAD/CAM, pois esse fator depende do modelo, marca e do método utilizado pelo dentista, mas os preços variam de 30 a 100 mil reais.

Com o avanço cada vez maior da odontologia digital, e a procura dos pacientes por tratamentos cada vez mais modernos e eficazes, o sistema CAD/CAM vem sendo realidade em muitos consultórios odontológicos, unindo a tecnologia ao trabalho eficiente e o bem estar dos pacientes.

Ramiro Murad
Ramiro Murad
Ramiro Murad Saad Neto, cirurgião-dentista com registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 118151, é graduado pela UNIC e residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Possui habilitação em Harmonização Orofacial e também é gestor de clínicas e franquias odontológicas. Além disso, é integrante da equipe Bucomaxilofacial da Clínica da Villa, que está na Rua Eça de Queiroz, 467 - Vila Mariana, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.