Ácido fluorídrico é aplicado durante processos de condicionamento

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui como o ácido fluorídrico é utilizado na área da odontologia

Na área da odontologia, os profissionais utilizam alguns produtos químicos junto com as cerâmicas odontológicas. Esse é o caso do uso do ácido fluorídrico.

Ele traz vantagens para a resistência dos materiais odontológicos. Mas, afinal o que é o ácido fluorídrico?

Ácido fluorídrico é um produto químico de solução aquosa. Na odontologia, o ácido é usado o condicionamento de cerâmicas odontológicas.

Curiosidade: o ácido fluorídrico 5% é o químico mais utilizado por profissionais da área.

Se você ficou interessado no assunto, então fique ligado neste artigo! Isso porque vamos tirar todas as suas dúvidas e curiosidades sobre o uso do ácido fluorídrico na odontologia. Vamos começar?

Usos do Ácido Fluorídrico na Área da Odontologia

Já vimos que esse tipo de ácido é ideal para o condicionamento de materiais, como as cerâmicas odontológicas.

Desse modo, ele pode servir como o condicionador de porcelana. Inclusive, essa função é utilizado em larga escala dentro da área da odontologia.

No entanto, os profissionais fazem testes com o ácido fluorídrico 5% e ácido fluorídrico 10%. Isso porque cada concentração da solução aquosa interfere no efeito causado ao material.

Além da concentração, outro aspecto para ser observado é o tempo que os materiais devem ser expostos ao ácido. Afinal, assim como a concentração, o tempo interfere nos resultados e propriedades do material.

Desse modo, os materiais podem ser expostos ao tempo de 20 segundos ou 60 segundos nas concentrações de 5% e 10%.

Materiais aplicados com a concentração 5% exposto por  20 segundos apresentam os melhores resultados. Assim, a exposição evita superfícies com defeitos, fendas e buracos.

Mas para que serve o ácido fluorídrico? Bom, listamos algumas das principais vantagens da substância. Elas são:

  • Aumento da resistência;
  • Aumenta a chance de adesão com materiais resinosos;
  • Aumento da durabilidade; e
  • Diminui as chances de quebra do material.

Cuidados com o Ácido Fluorídrico

Como você deve saber, muitos ácidos são ruins para a nossa saúde. Mas por que isso? A resposta é simples: eles são corrosivos e, consequentemente, podem prejudicar o nosso organismo.

Dessa forma, o profissional precisa ter muita atenção durante o uso do produto químico. Quando o ácido for utilizado, o profissional deve tomar medidas de segurança para evitar complicações.

Com isso, é preciso ser feita uma proteção ocular. Assim, os olhos ficam protegidos e não entram em contato direto com o produto.

Importante: tanto o profissional como o paciente devem estar protegidos.

Além disso, quando o produto for aplicado diretamente na cavidade bucal do paciente, o profissional precisa proteger os tecidos orais. Isso é feito com o uso de vaselina ou pelo isolamento total.

O profissional deve tomar cuidados para evitar o contato direto do produto químico com:

  • Dentina;
  • Esmalte;
  • Pele; e
  • Mucosas.

Caso o dentista ou paciente tiverem contato com uma dessas partes, o ideal é lavar a área com água.

Conhecendo Mais Sobre as Cerâmicas Odontológicas

As cerâmicas odontológicas são materiais restauradores. Elas têm como papel central a reestruturação da estrutura dental. Esses materiais são usados durante o tratamento com restauração dentária.

A restauração é o procedimento odontológico que tem como garantia a recomposição da estrutura do dentes depois da mesma ter sofrido algum trauma, como uma fratura ou cárie.

O procedimento permite que o dente restabeleça algumas características fundamentais, como a forma natural, funcionalidade, o alinhamento e a estética.

Dentro do mundo das cerâmicas, há diferentes formas de compor o material. Por isso, fizemos uma lista com os principais exemplos de materiais restaurados para você entender mais sobre o assunto. Vamos conferir!

  1. Livres de metal – os cerâmicos livres de metal surgem como alternativa para as metalocerâmicas. Além disso, são indicados para a estruturação dos dentes anteriores e posteriores.
  2. Zircônia – a cerâmica de zircônia é indicada para a estruturação de coroas unitárias anteriores e posteriores. E, é indicada para próteses parciais ou fixas compostos de três elementos localizados na região anterior.
  3. Feldspática – cerâmica feldspática garante a qualidade estética. No entanto, ela tem baixa resistência e é mais leve quando comparada a outras. Por essas características, a feldspática é indicada para a estruturação de coroas unitárias anteriores em locais de pouco estresse oclusal.
  4. Dissilicato de lítio – cerâmica de dissilicato de lítio é mais resistente, mas se apresenta com menor translucidez. Ela é indicada para próteses parciais ou fixas compostos de três elementos localizados até o 2º pré-molar.

Vantagens das Cerâmicas

Os profissionais estão usando cada vez mais os sistemas cerâmicos nas aplicações clínicas. Isso porque eles apresentam benefícios essenciais para os pacientes. As principais vantagens do uso da cerâmica são:

  • Material translúcido- ou seja, a estética é parecida com a do dente;
  • Estabilidade química;
  • Textura;
  • Compatibilidade biológica;
  • Coeficiente de expansão térmica parecido com o da estrutura original do dente;
  • Fluorescência;
  • Resistência; e
  • Durabilidade.

Como é Feita a Escolha do Material?

Todo o processo de escolha do material da cerâmica é realizado durante as consultas odontológicas. Dessa forma, o profissional fará exames para entender qual o melhor material dependendo do quadro clínico do paciente.

Por isso, o dentista realiza o exame clínico – que é dividido em anamnese e exame físico. É nessa etapa que ele avalia a necessidade da restauração dentária e qual material é o mais adequado para a cavidade bucal.

Para uma avaliação minuciosa, o profissional pede por exames complementares, como os exames de radiografia.

É por meio deles que o cirurgião-dentista especializado consegue ter uma visão mais detalhada do tipo de material que a cavidade bucal melhor se adaptará.

Além disso, o tipo de cerâmica das restaurações também será avaliado a partir de suas vantagens e desvantagens.

Portanto, alergias, local afetado e a extensão do preparo são alguns dos aspectos a serem discutidos.

Por fim, não podemos esquecer dos custos envolvidos em todo o processo.

Isso porque cada material tem um custo diferente. Dessa forma, o profissional e o paciente precisam chegar em um acordo e equilibrar o lado financeiro e o que expõe o melhor tipo de material para determinado quadro clínico.

Dica: é importante que o paciente veja se o seu plano odontológico cobre os valores do procedimento e colocação das cerâmicas.

Atenção Com a Higiene Bucal!

Os materiais restauradores duram por muito tempo. Inclusive, eles chegam a durar anos. No entanto, a resistência só consegue ser boa quando os pacientes tomam cuidados com a higiene oral e evitam os hábitos inadequados.

Por isso, os cirurgiões-dentistas recomendam que o paciente tenha uma rotina de higienização básica.

Dessa forma, é fundamental que o paciente escove os dentes depois das refeições.

O melhor intervalo para a escovação é depois de 30 minutos do consumo. Além disso, a escovação noturna, ou seja, aquela que você faz antes de ir dormir, é essencial para manter a boca limpa durante a noite.

Como deve ser feita a escovação? Bom, você precisa passar a escova ao redor dos dentes com movimentos circulares e suaves.

Importante: além dos dentes, você precisa lembrar de limpar, ou seja, escovar, a língua.

Você pode higienizar com a sua própria escova ou com outras ferramentas mais específicas, como o limpador de língua e o raspador de língua.

As escovas de cerdas macias ou extra-macias são as mais recomendadas para a escovação. Dessa forma, você evita traumas ou ferimentos na hora da escovação.

Utilizar o fio dental pelo menos uma vez ao dia é fundamental! Por isso, passe o fio em torno dos dentes. Além disso, caso o dentista recomende, utilize enxaguantes bucais para completar a limpeza bucal.

Cuidados Complementares

A durabilidade do material da restauração também é definida pela sua alimentação. Dessa forma, é bom manter uma alimentação equilibrada e com bastante nutrientes e vitaminas para manter a saúde dos dentes.

Além disso, você precisa ficar atento para alimentos que mancham o material, como os refrigerantes, chás, chocolates e cafés. Assim, os profissionais aconselham que o paciente evite o consumo desses produtos.

Além disso, beber água é importante para preservar a saúde bucal. Assim, a sua boca fica sempre hidratada e limpa.

E alguns hábitos podem ser evitados, como fumar e consumir bebidas alcoólicas. Isso porque eles provocam desgaste do material da restauração.

Importante: siga as orientações e conselhos do profissional responsável pelo seu caso.  Isso porque todos esses cuidados fazem com que o material restaurador dure por muito mais tempo e traga o resultado esperado.

Dessa forma, você garante a funcionalidade e a estética dos seus dentes.

Por fim, agora que você já conhece tudo sobre o assunto, que tal marcar uma consulta com o cirurgião-dentista de confiança?

Com isso, você entende qual o melhor material para o seu quadro clínico e como o ácido fluorídrico foi usado.

Valdir de Oliveira
Valdir de Oliveira
Valdir de Oliveira é cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Possui especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Também é professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilofacial e Harmonização Orofacial e voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA Brasil). Com o registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 52860, Valdir integra a equipe odontológica do Instituto Bernal e Oliveira, que está localizado na Avenida dos Imarés, 572A - Indianópolis, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.