Importância da presença de dentista na UTI de hospitais

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Presença de profissional da odontologia na UTI diminui o tempo de internação do paciente

A rotina dentro da UTI de um hospital é incessante e conturbada. Contudo, a presença de um profissional da odontologia nessa ala do hospital pode tornar as coisas mais fáceis!

Contar com um dentista na UTI otimiza os tratamentos e preserva a saúde de todos os pacientes.

A UTI de um hospital é a área onde são concentrados os pacientes em estado grave. Em geral, eles também necessitam de monitoramento contínuo.

Importância do dentista na UTI

Contar com a presença de um profissional da odontologia na Unidade de Tratamento Intensivo é muito importante para a segurança de todos os pacientes.

Isso porque é comum que os pacientes dessa ala hospitalar apresentem baixa imunidade. Consequentemente, eles estão mais propícios ao desenvolvimento de diversas infecções hospitalares.

Agravando ainda mais a situação, os pacientes passam por exposição a procedimentos invasivos, redução do fluxo salivar por desidratação terapêutica e ressecamento da secreção salivar.

A falta de hidratação e a impossibilidade de realizar a higiene bucal aumentam o acúmulo de bactérias na cavidade oral.

É sempre importante lembrar que a boca é a cavidade corporal mais propícia ao desenvolvimento e proliferação desses microrganismos nocivos.

Dessa maneira, o atendimento odontológico na UTI se mostra essencial para evitar a propagação de doenças infecciosas que, em casos mais graves, podem provocar até mesmo a sepse.

A sepse consiste em uma série de manifestações, advindas de uma infecção, que afetam todo o organismo. Também conhecida como infecção generalizada, esse problema pode chegar a ser fatal.

Além disso, a presença de um cirurgião-dentista na UTI acarreta:

  • Economia para o próprio hospital;
  • Diminuição no tempo de internação do paciente;
  • Diminuição na quantidade de medicamentos prescritos;
  • Fornecimento de um tratamento completo ao paciente.

Quais profissionais da odontologia podem atuar em UTI?

Os dentistas que atuam em UTI’s são aqueles especializados em odontologia hospitalar.

Essa especialização é importante pois durante a graduação na faculdade de odontologia, é comum que o profissional não seja preparado para esse tipo de atuação.

Dessa maneira, o dentista pode conseguir se especializar por meio da realização de um curso completo em odontologia hospitalar.

É estipulado pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) que o curso de ter o mínimo de 350 horas.

Durante o curso, o dentista passa por aulas teóricas, visitas aos hospitais e aulas prática. Estágio e trabalho de conclusão de curso também estão inclusos.

Por meio das aulas do curso de odontologia hospitalar, o dentista aprende mais sobre a rotina hospitalar, propedêutica clínica e o suporte básico de vida.

É importante ressaltar que a odontologia hospitalar é uma área concorrido. Portanto, quanto mais preparado estiver o profissional, maiores são suas chances de contratação.

Que procedimentos são realizados pelo dentista em odontologia hospitalar?

Os procedimentos mais comuns de realização por esses profissionais são: a laserterapia, condicionamento bucal e aplicação de toxinas para fins terapêuticos.

Além disso, os dentistas da odontologia hospitalar também são responsáveis pela realização de biópsias e pela assistência odontológica preventiva e curativa dos pacientes.

A criação de protocolos de higiene bucal, principalmente em uma UTI, também pode ser descrita como uma atividade fundamental do dentista dessa área.

Valdir de Oliveira
Valdir de Oliveira
Valdir de Oliveira é cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Possui especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Também é professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilofacial e Harmonização Orofacial e voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA Brasil). Com o registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 52860, Valdir integra a equipe odontológica do Instituto Bernal e Oliveira, que está localizado na Avenida dos Imarés, 572A - Indianópolis, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.