CFO: o que essa sigla significa e sua importância

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Saiba qual é a importância do CFO para o universo da odontologia

Você conhece o CFO? Esse órgão é extremamente importante para os profissionais da odontologia, mas também tem um papel importante para a saúde bucal da população brasileiros.

O CFO, sigla para conselho federal de odontologia, já tem mais de meio século de atividades e diversas conquistas alcançadas.

O CFO é um órgão sem fins lucrativos, que foi criado a partir da lei 4.324, de abril de 1964. Essa entidade tem como principal objetivo regulamentar a profissão de cirurgiões dentistas, auxiliares, e técnicos de clínicas odontológicas, próteses dentárias e saúde bucal.

Quais são as principais funções do CFO

O conselho federal de odontologia possui diversas funções. Aqui você irá conhecer as principais atuações desse órgão, que interfere diretamente nas seguintes questões:

  • Fiscalização de todos os profissionais atuantes na área. Isso serve para confirmar que eles estão seguindo à risca o código de ética odontológico;
  • Criação de regulamentos e normas para o exercício da profissão;
  • Registro dos profissionais e regulamentação dos documentos que atestam a capacitação desses profissionais;
  • Defesa dos direitos e interesses da classe junto a órgãos e empresas públicas e privadas, além de prestar assessoria jurídica a esses profissionais;
  • Desempenho do papel de Tribunal de Ética, com análise de recursos de profissionais que foram penalizados pelos CRNs, atuando em última instância nos casos.

Como o CFO atua?

Trata-se de uma atuação em conjunto. Todas as atividades do CFO, sem exceções, são efetuadas com o apoio de Conselhos Regionais de Odontologia (CRO) espalhados por toda a extensão do país.

Cada estado brasileiro possui um CRO. Assim, existem 27 deles no Brasil. Eles têm como principais funções realizar registros e entregar as carteiras aos profissionais da área.

Em seguida, devem passar todos os dados coletados ao conselho de odontologia, para que este possa realizar um controle.

Como posso tirar o meu registro no CRO?

Aqui iremos disponibilizar as informações necessárias para que você consiga tirar o seu registro no CRO.

Para isso, o profissional necessário reunir uma série de documentos e encaminhá-los, pessoalmente ou pelos correios, para o CRO de seu respectivo estado.

Então vamos aos documentos necessários:

  • Original e cópia do diploma do curso realizado;
  • Duas fotos 3×4 e outras duas 2×2 com fundo branco;
  • Cópia e original da carteira de identidade, CPF e título de eleitor com comprovante da última votação;
  • Cópia do certificado de alistamento militar (somente para homens);
  • Comprovante de seu tipo sanguíneo;
  • Comprovantes de títulos de mestrado e doutorado, caso você tenha.

Um fator fundamental é que o processo só pode ser iniciado uma vez que o profissional já tenha pago algumas taxas pré-definidas pelo CFO e CRO.

Esses valores variam bastante, portanto o recomendado é que você os consulte na unidade desejada para não ficar desatualizado.

Ética na odontologia

O Código de Ética Odontológico (CEO) foi inicialmente estabelecido no ano de 2003. Trata-se de um documento imprescindível a profissão da odontologia, criado pelo Conselho Federal de Odontologia.

Posteriormente, em 2012, o CFO decidiu atualizar o Código de Ética Odontológico, e as alterações passaram a valer a partir de 1 de janeiro de 2013.

O Código de Ética Odontológico estipula os direitos e deveres de dentistas, profissionais técnicos auxiliares e de qualquer pessoa jurídica que atue na área da odontologia no Brasil.

As normas estabelecidas pelo documento visam coibir que qualquer ato antiético seja realizado pelos profissionais dessa área.

Qualquer descumprimento das regras presentes nesse artigo está sujeito a uma penalidade, que é aplicada pelo próprio CFO.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.