Terapia periodontal de suporte garante manutenção da saúde bucal

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui quando a terapia periodontal de suporte é indicada na área da odontologia

Após o tratamento das doenças periodontais, o profissional da área da odontologia precisa traçar um plano para manter os cuidados e evitar que a doença retorne. Por isso, ele começa a terapia periodontal de suporte.

O profissional planeja a terapia periodontal de suporte a partir do quadro clínico do paciente. E como vamos ver mais para frente, o próprio paciente também tem um papel muito importante durante sua recuperação.

Terapia periodontal de suporte é o conjunto de métodos e procedimentos odontológicos realizados para garantir a manutenção da saúde bucal após o tratamento periodontal.

Como pudemos perceber, a manutenção periodontal é realizada pelo profissional responsável pelo quadro clínico. Na maioria dos casos, são os clínicos gerais, periodontistas e os implantodontistas.

E, claro, não podemos esquecer da importância do próprio paciente nesta etapa.

Se você ficou interessado pelo assunto, então fique neste artigo! Isso porque vamos tirar todas as suas dúvidas e mostrar curiosidades sobre terapia periodontal de suporte na odontologia. Vamos começar?

Conhecendo mais sobre a doença periodontal

A doença periodontal atinge a região da gengiva até a área do osso alveolar. Além disso, pode ser dividida em três fases: a gengivite, a periodontite e a periodontite avançada.

Cada estágio representa a doença em um nível diferente, do mais leve até o mais grave. A doença periodontal é causada pelo acúmulo de bactérias.

Estes microrganismos se acumulam e se desenvolvem dentro da cavidade bucal. Mas por que as bactérias conseguem se acumular? A resposta é simples: por causa da falta de higienização bucal adequada.

É importante lembrar que a doença periodontal se inicia com a gengivite. Ela é a resposta para a inflamação causada pelas bactérias. Os sintomas mais comuns nesse estágio são:

  • Gengiva inchada;
  • Vermelhidão intensa das gengivas;
  • Sangramento na hora de escovar os dentes ou passar o fio dental;
  • Dor e sangramento da gengiva ao mastigar;
  • Gengiva retraída, o que dá o aspecto de dente mais longo;
  • Mau hálito;
  • Sensação de gosto ruim na boca; e
  • Nos casos mais sérios pode haver sangramento espontâneo da gengiva.

Caso não seja tratada, a gengivite evolui para os quadros mais graves, que são os de periodontite e periodontite avançada. Desse modo, os sintomas mais manifestados nesses estágios são:

  • Todos os sintomas do estágio anterior;
  • Abscessos dentários;
  • Dentes moles; e
  • Queda de dentes.

Como é realizada a terapia periodontal de suporte?

A terapia de manutenção acontece, na maioria dos casos, a cada 3 meses. Isso no início do tratamento e, quando ele estiver trazendo resultados favoráveis, as consultas podem ser realizadas de 6 em 6 meses.

Os principais fatores, entre outros, que influenciam na determinação do período da terapia são:

  • Número de dentes;
  • Quantidade de cálculo dental presente na boca;
  • Cooperação do paciente na higiene bucal; e
  • Histórico da doença periodontal.

O controle e manutenção periodontal é realizado com o controle da placa bacteriana, bem como o seu acúmulo. Esse processo é feito no consultório. Assim, agora vamos descobrir como o cuidado é realizado na casa do paciente!

Paciente tem papel importante no tratamento

Nós já vimos neste artigo que o paciente tem papel fundamental durante a recuperação da doença periodontal. Agora, vamos finalmente entender o porquê disso.

O paciente, para evitar a reincidência de qualquer estágio da alteração periodontal, deve cuidar diariamente da sua higienização bucal. Dessa forma, é preciso estabelecer uma rotina com os seguintes passos:

  • Escovar os dentes depois de refeições e antes de ir dormir;
  • Passar o fio dental;
  • Escovar a língua; e
  • Passar enxaguante bucal.

Dica: beba bastante água. Desse modo você deixa a boca mais refrescante e limpa.

Com os cuidados de higiene oral básicos e diários, você garante resultados positivos da terapia periodontal de suporte. Agora é aproveitar o seu sorriso saudável e bonito!

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.