Queilite granulomatosa tem cura? Como se manifesta?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Silenciosa e ainda bastante desconhecida, a queilite granulomatosa tem um tratamento complicado

São diversas as síndromes que possuem uma relação com a odontologia e afetam os pacientes. A queilite granulomatosa tem relação com uma delas: a síndrome de Melkersson-Rosenthal.

Dessa forma, como a queilite granulomatosa está diretamente ligada a problemas nos lábios, é importante manter sempre uma atenção nessa região.

Queilite granulomatosa é uma doença rara que ainda possui sua etiologia desconhecida.

Além disso, apresenta também uma evolução crônica, que costuma se iniciar com o aparecimento de um edema difuso dos lábios, especialmente no inferior.

O Que é a Queilite Granulomatosa e Como se Manifesta?

O bioquímico Johann Friedrich Miescher descreveu a queilite como uma forma monossintomática da Síndrome de Melkersson-Rosenthal.

Ela não tem muitas restrições de manifestação, podendo aparecer em ambos os sexos e sem uma faixa etária exclusiva.

Clinicamente falando, ela se manifesta com edemas indolores no lábio superior ou inferior. Porém, muitas vezes pode envolver a mucosa oral, outras áreas do rosto e até mesmo o couro cabeludo.

Sintomas da Queilite Granulomatosa

Como já explicamos, o primeiro sinal que aparece é então um edema labial difuso, ainda com mais frequência no lábio inferior.

Geralmente, a consistência dos lábios costuma ficar macia e elástica, não se deprimindo à pressão. Porém, existem sim casos em que acaba ficando mais firme.

Alguns dos sintomas mais comuns da doença são:

  • Mucosa interna dos lábios com muitos eritemas;
  • Descamação da área;
  • Fissuras;
  • Vesículas ou pústulas na borda;
  • Lábio com coloração vermelha e bem viva, brilhante

Ainda assim, por mais que os pacientes se apresentem saudáveis e sem febre, já foram encontrados casos que, conforme há uma piora do quadro, a saúde começa a ser afeta em um geral.

Tratamento Para a Doença

Infelizmente, o tratamento para essa doença não é nem um pouco fácil de ser realizado. Além disso, muitas das formas que são empregadas são indicadas para todos os pacientes portadores.

Por isso, não há então nenhum tratamento que seja aconselhável até o momento. O que é mais indicado por autores escandinavos, envolve aplicações de várias injeções de água fervendo no parênquima.

Outra opção que tem trazido alguns bons resultados, é por meio do uso de corticoides, que estão sendo cada vez mais utilizados. Porém, para evitar os efeitos colaterais destes, podem ser usadas:

  • Clofazimina
  • Hidroxicloroquina
  • Sulfasalazina
  • Colchicina

Nos casos mais graves, pode ser ainda necessário fazer uma correção na deformação dos lábios a partir de uma cirurgia plástica.

Prevenindo a Queilite

Sobre a queilite no geral, existem algumas medidas preventivas que podem ser tomadas para evitar que a doença se manifeste com facilidade. Desse modo, são elas:

  1. Evitar colocar objetos na boca
  2. Aplicação de protetores labiais
  3. Evitar banhos muito quentes e demorados
  4. Manter a limpeza das próteses dentárias em dia
  5. Abandonar o hábito de morder ou lamber os lábios

Como você já sabe, a queilite granulomatosa não é a unica e há mais de um tipo dessa doença. Por isso, é importante entender também que, cada uma dessas medidas pode ter mais ou menos efeitos em cada caso.

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

Compartilhe sua opinião

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!