Você conhece o papacárie? Entenda tudo sobre o gel aqui

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O medo de ir ao dentista não é algo recente, principalmente quando o assunto é o tratamento de cáries. Mas, para isso, existe o Papacárie, um gel que auxilia nesse tipo de procedimento.

O Papacárie é um método que começou a ganhar espaço e ser aplicado nos tratamentos há pouco tempo, mostrando grande eficácia sobre a cárie infantil.

Papacárie é um gel composto de enzimas retiradas do mamão, que possuem efeito natural de causar o amolecimento na região cariada.

Agora que você sabe o que é o Papacárie, é necessário falar qual é a sua utilidade dentro da odontologia.

A cárie dentária é uma forma de deterioração do dente que acaba acometendo muitas pessoas. Seu tratamento é temido por conta do motorzinho utilizado e da obturação.

É válido ressaltar que o procedimento convencional para tratar a cárie não traz incômodos nem dores ao paciente.

Mas se o paciente não estiver à vontade para fazê-lo, existe uma alternativa, o gel removedor de cárie, que é simples de ser aplicado e possui resultado positivo, quando feito corretamente.

Como é feita a aplicação do gel?

A aplicação do produto é um procedimento muito simples. Com o auxílio da cureta que será utilizada para fazer a raspagem posteriormente, o dentista deve colocar a quantidade de gel Papacárie suficiente para cobrir o local infectado e lesionado pela cárie.

Feito isso, ele deve deixar o produto agindo sobre o dente por cerca de 20 a 30 segundos, para amolecer a área.

Logo depois, o profissional já pode realizar a raspagem para retirar as bactérias e a cárie presente.

É necessário tomar cuidado para não deixar que o gel seja colocado sobre outro dente, uma vez que ele não precisa desse tratamento.

Retirada a cárie, o dentista poderá realizar o procedimento de restauração dentária dependendo de como ficou o dente do paciente por conta das bactérias.

Quando utilizar o gel?

Antes de mais nada, é válido ressaltar que é apenas o profissional da odontologia quem pode fazer o uso desse tipo de produto.

As indicações do Papacárie mais comuns são:

  • Remoção de lesões causadas por cárie, cáries radiculares ou profundas;
  • Pacientes que possuem fobias e necessidades especiais;
  • Quando a cárie causou buracos fundos nos dentes, uma vez que diminui a possibilidade de exposição da polpa dentária;
  • Para facilitar a retirada de cálculo dentário e também o alisamento da raiz no tratamento químico-mecânico da face radicular do dente.

De modo geral, especialistas recomendam que o uso desta técnica seja feita principalmente em pacientes da odontopediatria.

Ela é contraindicada para os seguintes casos:

  • Quando os buracos no dente estão com a polpa dentária exposta;
  • Em situações nas quais o paciente sente muita dor;
  • Bolhas na boca causadas pela tentativa do organismo sanar infecções ou cicatrizes, chamadas de fístulas;
  • Acúmulo de pus por causa de uma infecção bacteriana no dente.

Do que é feito o Papacárie?

O gel enzimático é feito de uma substância presente na casca do mamão papaia, bem como na folha e também no fruto, chamado de papaína.

Essa enzima, por sua vez, possui uma ação bacteriostática, bactericida e anti-inflamatória, sem contar do efeito que deixar o tecido mole.

Mas quando acompanhada do antisséptico cloramina e azul de toluidina, em menos de um minuto já causa o amolecimento, que por sua vez permite a retirada da cárie.

Após aplicado sobre o dente, a cárie se torna mais mole, permitindo que ela seja raspada com a aplicação de uma curetas sem corte.

É preciso ressaltar a necessidade de utilização dessa ferramenta quando ela não possui corte, pois assim evitam-se traumas na polpa dentária e na dentina.

Essa técnica de raspar o tecido que anteriormente estava infectado garante a preservação dos outros tecidos na boca, já que, por não entrar em contato com o gel, os tecidos sadios não sofrem alterações.

Após realizado este procedimento, é necessário que o dentista faça um enxague bucal, eliminando o tecido cariado.

Alguns profissionais também optam pela limpeza com digluconato de clorexidina e fazem um condicionamento ácido para que a massa grude no dente.

Então, para reconstruir a parte do dente que foi danificada, pode ser utilizado um ionômero de vidro ou resina.

É válido dizer que não é um procedimento que causa dor, ajudando a prevenir que existam traumas com relação ao dentista.

Portanto, o Papacárie é uma ótima opção para aqueles que deixam de realizar procedimentos de remoção de cárie por medo do motorzinho, por exemplo. Agora não existe mais motivo para deixar de ir ao dentista, não é mesmo?

Ramiro Murad
Ramiro Murad
Ramiro Murad Saad Neto, cirurgião-dentista com registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 118151, é graduado pela UNIC e residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Possui habilitação em Harmonização Orofacial e também é gestor de clínicas e franquias odontológicas. Além disso, é integrante da equipe Bucomaxilofacial da Clínica da Villa, que está na Rua Eça de Queiroz, 467 - Vila Mariana, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.