Odontologia à distância: qual é o posicionamento do CFO?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Para um curso possuir a modalidade EaD, ele precisa receber aprovação do Ministério da Educação (MEC)

Após analisar todos os motivos para fazer o curso de odontologia, o estudante deve escolher onde vai estudar. E um assunto que está bastante efervescente ultimamente é a odontologia à distância.

Neste artigo, mostraremos como pensa o Conselho Federal de Odontologia quando o assunto é odontologia à distância.

Odontologia à distância é um modelo que ainda não existe. No entanto, tem como princípio o estudo da área de maneira online, sem a necessidade de estar presencialmente numa sala de aula, por exemplo.

O principal motivo que faz as faculdades com cursos de odontologia não oferecerem ensino à distância é a atividade prática. Essa decisão é apoiada pelo CFO, que tem como papel supervisionar a ética odontológica e trabalhar pela boa conceituação da profissão.

Quer entender melhor o posicionamento do Conselho? Confira com a gente!

Qual o posicionamento do CFO sobre odontologia à distância?

O posicionamento do CFO é embasado principalmente na carga horária presencial do aluno, que é estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC). Por essa razão, este tipo de ensino à distância não é aprovado.

Além disso, assim com o diz a resolução 197/2019, o Conselho Federal de Odontologia não concorda com essa possibilidade por considerá-la perigosa para a formação do profissional, proibindo a inscrição e o registro de alunos no curso de odontologia à distância.

A resolução ainda busca fiscalizar as atividades e as condutas que violam os preceitos da profissão de cirurgião-dentista.

Portanto, o curso online não é reconhecido pelo MEC nem aprovado pelo principal Conselho de Odontologia do país.

Quais motivos levam o CFO a ter esse posicionamento?

Dr. Juliano do Vale

Dr. Juliano do Vale, presidente do CFO (Foto: Arquivo CFO)

Segundo Juliano do Vale, presidente do Conselho Federal de Odontologia, o que se aprende na faculdade serve para oferecer o melhor tratamento possível para os pacientes.

Dessa forma, caso o aluno não seja instruído adequadamente, pode acabar cometendo erros que comprometem o serviço.

“O CFO cumpre sua missão de garantir que a população não seja exposta a riscos e prejuízos, que podem ser irreversíveis, quando o assunto é saúde bucal feita por profissionais com formação não adequada”, diz Juliano.

Para garantir que o atendimento seja eficiente, então, o presidente do CFO posiciona-se contra o curso à distância.

“Temos levado informação aos órgãos competentes e defendido o posicionamento técnico contrário ao ensino da Odontologia na modalidade de EaD. Para o CFO, esse formato de ensino não deve ser permitido”, conclui.

Assim, vemos que a motivação é fundamentada na alta qualidade do atendimento, que não pode ser atingida se o estudante não tiver aulas práticas.

Sobre as aulas práticas

Para estar preparado para as aulas práticas em laboratórios, é necessário que o estudante passe pelas matérias introdutórias e pelas específicas.

As introdutórias são:

  • Bioquímica geral;
  • Farmacologia;
  • Microbiologia;
  • Histologia;
  • Epidemiologia;
  • Patologia básica;
  • Anatomia humana;
  • Imunologia.

Já as específicas:

  • Atendimento clínico de crianças e de adolescentes;
  • Diagnósticos da cavidade bucal;
  • Planejamento e atuação profissional;
  • Atendimento clínico de adultos e de idosos.

É válido ressaltar também que, ao matricular-se numa instituição de ensino, o estudante deverá estagiar e realizar o teste de conclusão de curso (TCC) para conseguir seu diploma.

Depois de formado, se o dentista desejar se especializar, ele pode optar por um curso especial ou uma pós-graduação. Para esses casos, as normas permitem a modalidade EaD.

Como o CFO deseja a regulamentação da profissão?

Conforme a defesa do CFO, é entendido que sua intenção é manter a qualidade da formação dos dentistas do país e da assistência prestada à população.

Mas como conseguir isso? Através de um ensino competente que alinha a teoria e a prática adequadamente.

Como funciona a odontologia à distância?

Como citado anteriormente, os únicos cursos de odontologia EaD são os de pós-graduação, sendo todos eles reconhecidos legalmente pelo MEC.

Essa possibilidade é permitida porque não é preciso uma grande quantidade de atividades práticas. Mas existe uma oferta pequena de especializações EaD, quando comparada aos outros cursos.

A forma como a especialização é feita depende diretamente da possibilidade do estudante ter acesso a um computador com internet. Então, o aluno tem aulas online em determinados dias da semana. O curso não é totalmente virtual.

Para garantir contato com professores e colegas, alguns cursos incluem reuniões periódicas e atividades práticas presenciais.

Fora isso, existem provas, que normalmente são na internet. Porém, as provas finais são obrigatoriamente presenciais, assim como a apresentação do TCC, feita para uma banca de professores.

É importante acompanhar os posicionamentos do CFO, como este relacionado à odontologia à distância. Dessa forma, você fica atualizado sobre o ramo odontológico e garante uma carreira promissora.

*Texto escrito por Bruno Campos

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.