Como a medicina personalizada se aplica à odontologia?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Inovação na medicina propõe tratamento individualizado

O mundo ideal, no qual cada pessoa passa pelos procedimentos médicos mais adequados ao seu próprio organismo, está cada vez mais próximo! Isso se deve ao desenvolvimento da medicina personalizada.

Você sabia que a medicina personalizada é importante também para o ramo da odontologia?

Medicina personalizada é uma grande novidade no ramo da saúde. Ela consiste na adaptação e personalização dos procedimentos médicos ao organismo de cada ser humano.

Para que isso seja possível, são utilizadas as informações genéticas do paciente. Por isso, esse tipo de tratamento também recebe o nome de medicina genômica.

Medicina Personalizada e Odontologia

Junto ao avanço dessa nova especialidade da saúde, estão avançando também os estudos referentes ao uso da medicina personalizada na odontologia.

Nesse contexto, a área da ortodontia é muito beneficiada. A ortodontia é a especialidade odontológica responsável pela correção das posições dos dentes e ainda pelos ossos maxilares.

A genética é algo extremamente influente no desenvolvimento das má oclusões dentárias, sendo responsável por alterações em até 50% dos casos.

Por isso, um tratamento personalizado evita as inconsistências em aspectos importantes como o tipo de tratamento ideal e o tempo de duração desse tratamento.

Além disso, diversas patologias e problemas dentários podem estar diretamente relacionadas a questões genéticas. Entre as principais, podemos citar:

Dentes amarelos ou amarelados

O desenvolvimento de tons amarelados nos elementos da nossa cavidade oral está relacionado com hábitos nocivos de alimentação e higiene.

Ainda, é natural que, com o passar dos anos, nossos dentes passem por desgastes e mudanças de cor. Contudo, essa ocorrência é facilitada pela predisposição genética.

Além disso, outra característica dentária que pode estar relacionada com a genética de nossos pais é o tamanho dos dentes e da arcada.

Amelogênese imperfeita

Consiste em uma má formação do esmalte dos dentes que, consequentemente, deixa a superfície do dente mais exposta.

Lábio leporino

O desenvolvimento do lábio leporino consiste na formação de uma abertura nos lábios superiores. Esse problema é congênito, ou seja, surge ainda durante a gestação, e pode ser identificado em exames de ultrassonografia.

Essa disfunção pode ser genética ou consequência de hábitos da gestante que interferem no desenvolvimento do feto, passando de pai para filho.

Entre os fatores genéticos, podemos citar a diabetes, que se não controlada, pode ocasionar no surgimento da fissura.

Além disso, se um dos pais tiveram o lábio leporino durante a infância, é possível que seus filhos o desenvolvam.

Hiperdontia

Hiperdontia é uma anomalia rara. Ela provoca o crescimento de dentes em número excessivo no interior da cavidade bucal. Em geral, ela ocorre na infância ou no período da adolescência, durante o nascimento dos dentes definitivos.

Anquilose dentária

Anquilose dentária consiste na fusão entre a raiz do dente e o osso.

Dessa maneira, alguma deficiência ou ausência do ligamento periodontal, que é o tecido conjuntivo que une os dentes aos maxilares, é responsável por seu desenvolvimento.

Câncer de boca

O câncer na boca agride os tecidos presentes na cavidade oral. Esse processo se dá pela divisão descontrolada de células incomuns ao corpo nessa região.

Uma vez que está inserida nas doenças genéticas e nem sempre é possível visualizar os primeiros sinais que indicam a existência dessa patologia, é indicado que todas as pessoas se previnam através da realização de exames.

Outras doenças mais comuns, como a cárie dentária, também pode ter influência genética. Por isso, a medicina personalizada pode ser uma grande revolução no mundo odontológico.

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.