Formaldeído é considerado um vilão para nossa saúde?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Considerado uma substância cancerígena em alguns casos, pode ter seus perigos evitados

Encontrado principalmente nos produtos para cabelo, é possível que você já tenha escutado sobre o formol, certo? Em um de seus estados, quando diluído em água, é chamado de Formaldeído.

Apesar de ser encontrado em diversos tipos de produtos químicos, como por exemplo nos utilizados para limpeza de consultório odontológicos, o Formaldeído pode apresentar sérios riscos para a saúde.

Dessa forma, o Formaldeído é um composto orgânico volátil feito a partir do metanol (um álcool muito tóxico à saúde). Ele é usado para impedir o desenvolvimento de micro-organismos em diversos produtos.

Portanto, podemos dizer que ele possui uma ação conservante. Vamos entender um pouco mais sobre essa substância e como é encontrada na Odontologia!

O que é o Formaldeído?

Explicando agora de uma forma mais técnica, ele é o aldeído mais simples, de fórmula molecular H2CO e seu nome oficial é metanal.

O formaldeído é um gás incolor extremamente irritante para as mucosas quando encontrado em condições ambientes.

Desse modo, a substância é então mais conhecido na forma de solução, a qual a concentração pode ser no máximo de 40% em massa. Assim, essa solução em água é popularmente conhecida como formol.

O Formaldeído é também conhecido como metanal ou aldeído fórmico. Os aldeídos em geral apresentam o grupo carbonila ligado na extremidade da cadeia carbônica. O metanal é o principal aldeído, ou seja, é o mais usado.

Ele pode ser encontrado por diversos nomes. Por isso, existem muitos sinônimos para o formaldeído. São eles:

  • Formalina;
  • Metil aldeído;
  • Metileno glicol;
  • óxido de metileno;
  • Metanal;
  • Morbicida;
  • BFV;
  • Formalite;
  • Aldeído fórmico;
  • Yde;
  • Ivalon;
  • Karsan;
  • Lysoform;
  • Oxometano;
  • Oximetileno.

Outra de suas características importantes é que ele possui odor forte e irritante, além de ser altamente inflamável e reativo. Ou seja, liga-se com outras substâncias muito facilmente, originando produtos químicos e poluentes.

Formaldeído em Solução Aquosa

Como acabamos de explicar, quando diluído em água, a substância forma então o tão conhecido e encontrado em produtos, formol.

O formol é uma solução a 37% e um composto líquido claro com várias aplicações, sendo usado normalmente como preservativo, desinfetante e anti-séptico.

Além disso, possui ainda a propriedade de quebrar as proteínas. Por isso, elas ficam mais resistentes à decomposição por bactérias.

É essa a propriedade que justifica então seu uso como um fluido de embalsamamento e na conservação de espécies biológicas.

Principalmente nas aulas de anatomia nas faculdades, é comum que, quando os alunos estudam as partes do corpo humano que são retiradas de cadáveres, essas estejam conservadas em soluções de formol.

Quais as Utilizações do Formol?

Além de ser conhecido nos salões de beleza, tanto nos produtos de cabelo quanto nos esmaltes, a substância é ainda muito utilizada:

  1. Na confecção de seda artificial, celulose, tintas para impressoras e corantes;
  2. Soluções de uréia, tiouréia, resinas melamínicas, vidros, espelhos e explosivos;
  3. Para dar firmeza aos tecidos, na confecção de borracha sintética e na coagulação da borracha natural;
  4. Empregado no endurecimento de gelatinas, albuminas e caseínas;
  5. Na fabricação de drogas, pesticidas, germicidas e fungicidas agrícolas.
  6. Na indústria cosmética, como ingrediente de preparação de anti-transpirantes e desodorantes.
  7. Na indústria fotográfica, na composição de reveladores, junto com hidroquinona e como endurecedor de negativos e impressões.

Onde o Formaldeído Está Presente?

Quando está em estado gasoso, o gás é originado naturalmente no ambiente por meio de processos de combustão, como no caso dos incêndios naturais.

Nas concentrações produzidas por fontes naturais, o formaldeído não é prejudicial à saúde humana.

Porém, quando essas se tornam elevadas por terem sidos produzidas e alteradas por atividades humanas, se tornam um risco à saúde.

A produção desse gás vem de usinas de energia, indústrias (como as de madeira e papel), emissão veicular e incineradores.

Assim, por servir também como uma importante e rica fonte de matéria-prima em alguns produtos, o formaldeído é liberado por:

  • Sistemas de ventilação;
  • Materiais de construção;
  • Móveis;
  • Carpetes;
  • Tintas;
  • Vernizes;
  • Cigarro;
  • Desinfetantes;
  • Adesivos;
  • Isolantes elétricos;
  • Lonas de freio;
  • Fungicidas;
  • Germicidas;
  • Tecidos;
  • Cosméticos como nos produtos para alisamento e esmaltes.

Pode ainda aparecer devido ao processo de decomposição de vegetais no solo ou ser encontrado em alimentos, como nas frutas.

Vantagens e Desvantagens do Formaldeído

É um produto que, por muitas vezes, divide os profissionais que o utilizam. Dessa forma, é importante citarmos ambos os lados:

Vantagens

  • Impede o desenvolvimento e proliferação de bactérias;
  • É um ótimo agente esterilizador;
  • Possui ótima ação conservante.

Desvantagens

  • Perde atividade com a presença de matéria orgânica;
  • Possui odor forte e irritante;
  • Deixa resíduos tóxicos em equipamentos.

Quem Está em Contato com o Formaldeído?

Os grupos mais expostos ao formaldeído atualmente são os profissionais da área da saúde, pois são eles que manipulam corpos conservados no formol.

Além disso, como já citamos anteriormente, os cabeleireiros e barbeiros também estão expostos. Principalmente devido à falta de equipamentos de proteção e a exposição diária a tinturas, xampus, descolorantes.

Também estão expostos, mesmo que em menores quantidades da substância, os operários da indústria madeireira e de papel, trabalhadores da construção civil, do setor varejista e do setor agrícola.

Exposição Indireta ao Formaldeído

Em casos em que a exposição pode muitas vezes não ser direta, podemos citar as grandes concentrações do gás em áreas urbanas de tráfego intenso, nos alimentos, em ambientes internos como casas e escritórios.

Nos cosméticos, o formaldeído pode ser encontrado em produtos para as unhas, como os esmaltes, colas, removedores de esmalte e cutícula.

É comum encontrá-lo ainda em cola para cílios postiços, gel, cremes e produtos para alisamento capilar, xampu de criança, desodorantes, cremes, cosméticos em aerossóis, enxaguantes bucais e sabonete líquido.

Qual a Atuação do Formaldeído na Odontologia?

Já existem estudos que comprovam a associação entre o uso de enxaguantes bucais e o surgimento de câncer de boca e faringe.

Por muito tempo ele foi um dos agentes medicamentosos mais usados na Odontologia ao realizar tratamentos envolvendo a terapia pulpar.

Porém, apesar de apresentar vários casos de sucesso clínico, foi dada uma atenção especial para as propriedades tóxicas deste material.

Ainda, está presente em alguns casos de medicação intracanal, que é usada basicamente para fazer a limpeza e a desinfecção dos sistemas de canais radiculares, evitando que os sistemas de canais acumulem microrganismos.

Muitos estudos apontaram também que, por mais que seja um eficiente antimicrobiano, o formaldeído apresenta diversos efeitos citopatológicos, além de ser mutagênico e carcinogênico.

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

One Reply to “Formaldeído é considerado um vilão para nossa saúde?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.