Celulite facial pode ter origem em problemas odontogênicos

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A celulite facial nada tem a ver com a celulite que estamos tão acostumados a ouvir falar

Algumas doenças odontogênicas, quando não tratadas corretamente, podem acometer outras partes do corpo. Um problema conhecido é a endocardite, que é causada por uma bactéria e atinge o coração. Outro, que abordaremos neste artigo, é a celulite facial.

Mas não confunda. Embora ela possua o mesmo nome, a celulite facial não está relacionada com a celulite corporal, que estamos tão acostumados a ouvir falar.

A celulite bacteriana é uma doença causada por uma infecção. Ela afeta o tecido subcutâneo da pele. Com isso, o paciente apresenta um grande inchaço da pele, vermelhidão e dor.

Pacientes que possuem diabetes, insuficiência venosa e uma imunidade baixa têm maior tendência ao desenvolvimento desse tipo de celulite no rosto.

Além de problemas no dente, a inflamação pode surgir em decorrência de outras razões:

  • Acne;
  • Micose;
  • Amigdalite;
  • Eczema;
  • Sinusite;
  • Herpes.

Sintomas da Celulite Facial

A manifestação da doença é definida pela presença de um edema na pele. No entanto, sua coloração é bastante avermelhada, quente e dolorosa. Desse modo, ao tocar, é possível sentir a pele enrijecida no local.

O paciente também pode ter febre e calafrios durante o período. E para diagnosticar a doença, bastará um exame clínico do médico.

Tratamento da Celulite Facil

O tratamento para celulite facial é à base da ingestão de medicamentos antibióticos, já que é causada por uma infecção bacteriana.

Dependendo da gravidade, o médico irá solicitar que a pessoa tome injeções intramusculares ou intravenosas, pois seus efeitos são mais rápidos.

O diagnóstico deve ser rápido para evitar que a celulite facial evolua para um quadro mais grave. Então, ocasionaria em trombose de seios cavernosos, lesões oculares, abscesso cerebral, mediastinite e meningite.

O perigo está na gravidade dessas doenças, que podem ser fatais.

Celulite Facial e a Odontologia

Os principais distúrbios na odontologia que podem levar ao aparecimento da celulite infecciosa são o abscesso dentário e as doenças periodontais.

Abscesso dentário

O abscesso dentário é o acúmulo de pus no dente ou na gengiva, formando uma espécie de bolsa esbranquiçada.

Ela divide-se em abscesso periapical (extremidade da raiz do dente) e abscesso periodontal (região entre a gengiva e o dente).

Sua motivação é alguma infecção bacteriana que não foi tratada a tempo ou uma flegmão. Os sintomas do abscesso são:

  • Fortes dores de dente;
  • Sensibilidade;
  • Mau hálito;
  • Inchaço e vermelhidão na gengiva.

Os tratamentos do abscesso são diversos. O dentista irá agir conforme a intensidade da manifestação.

  • Drenagem do pus através de uma incisão;
  • Raspagem das raízes dos dentes;
  • Tratamento de canal;
  • Prescrição de antibióticos;
  • Remoção do dente, em casos extremos.

Doenças periodontais

As doenças periodontais afetam o tecido gengival. São elas: gengivite e periodontite.

Gengivite

A gengivite é uma inflamação da gengiva em virtude do acúmulo de placa bacteriana.

Seus sintomas são:

  • Dor na gengiva;
  • Vermelhidão;
  • Inchaço;
  • Sangramento.

Retirar a placa e o tártaro dos dentes são as formas de tratá-la, pois farão com que a gengiva desinflame.

Periodontite

A periodontite é a evolução da gengivite. Ela compromete todos os tecidos de suporte ao redor do dente, como ossos e os ligamentos periodontais. Pode resultar em perda de dentes por conta da fragilidade óssea adquirida.

Seus sintomas são os mesmos da gengivite, mas com uma condição mais avançada. Assim, os tratamentos são de duas maneiras: cirúrgicos e não cirúrgicos.

Os cirúrgicos aplicam derivados de matriz do esmalte do dente, a fim de reconstruir o esmalte dental que foi danificado, e efetuam uma regeneração tecidual guiada, um tipo de enxerto tecidual.

Os não cirúrgicos estão associados à remoção da placa bacteriana e à raspagem e alisamento radicular, que raspa a raiz do dente para impedir o novo alocamento de bactérias.

Portanto, é importante efetuar uma ótima higienização da cavidade oral. Essa é a melhor forma de manter a saúde bucal em dia e evitar os problemas bucais relatados anteriormente, que podem se tornar uma celulite facial no futuro. Visitar o dentista periodicamente também ajuda a manter tudo dentro dos conformes.

Rodrigo Venticinque

Rodrigo Venticinque

Graduado pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e especialista em Prótese e Reabilitação Oral Integrativa, Biofísica Quântica, Biorressonância Aplicada e Ortomolecular. Pós-graduado em Estética Dental e Reabilitação Oral, com certificação em Remoção Segura da Amálgama e Odontologia Biológica pela Academia Internacional de Medicina Oral e Toxicologia. Professor da pós-graduação em Biofísica e Ortobiomolecular da QuantumBio. Também atua nas áreas de Ozonioterapia, Odontologia Sistêmica, Sedação Consciente com Óxido Nitroso e Hipnose. Diretor da clínica Venticinque Odontologia.

Compartilhe sua opinião

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!