Endocardite pode estar relacionada à saúde bucal

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A endocardite infecciosa pode ser provocada pela bactéria Streptococcus viridans, presente na cavidade bucal

A higienização da boca não só mantém a saúde bucal adequada como também previne a propagação de bactérias. Dessa forma, um simples problema bucal pode se tornar sistêmico. É o caso da endocardite, que acomete o coração.

A bactéria causadora da endocardite é a Streptococcus viridans. Além dessa doença, ela também pode provocar abscesso dentário, que é o acúmulo de pus no dente ou na gengiva, formando uma espécie de bolsa esbranquiçada.

A endocardite é uma infecção no endocárdio, que é o revestimento interno do coração. Ela acontece quando bactérias de outra parte do corpo se espalham através da corrente sanguínea, contaminando a outra região. Normalmente, são os microrganismos presentes na cavidade bucal.

Quando o sangue desloca-se dos átrios para os ventrículos, as válvulas impedem que ele volte, o que faz o sangue fluir em uma única direção.

Então, se afetada pela endocardite infecciosa e o distúrbio não for diagnosticado, a doença começa a destruir as válvulas, trazendo complicações severas para o paciente.

Causa da endocardite

Como dissemos, a endocardite e a saúde bucal estão diretamente relacionadas. A bactéria entra na corrente do sangue e desloca-se até o coração. Mas para ela cair na corrente, é necessário que haja algum ferimento na boca.

As principais maneiras da infecção se alastrar são ocasionadas por:

É importante ressaltar que não é tão simples uma bactéria alcançar o coração. E, geralmente, a doença só ocorre em virtude da existência de outras cardiopatias.

Então, se você tem um coração saudável, fique tranquilo. Há um risco muito baixo disso afetar você.

Fatores de risco da endocardite

Alguns fatores de risco aumentam as chances da doença se manifestar.

  • Disfunção nas válvulas cardíacas;
  • Válvulas artificiais no coração;
  • Defeitos congênitos;
  • Histórico de endocardite na família;
  • Problemas cardiovasculares em geral.

Sintomas da endocardite

Os sintomas da patologia podem se exteriorizar de maneira sucinta ou abrupta. Isso dependerá da gravidade da doença e dos fatores de risco que envolvem a pessoa.

  • Febre;
  • Calafrios;
  • Sopro no coração;
  • Fadiga;
  • Dor nos músculos e articulações;
  • Sudorese;
  • Respiração curta;
  • Palidez;
  • Tosse contínua;
  • Fácil perda de peso;
  • Sangue na urina;
  • Petéquias;
  • Nódulos macios nas pontas dos dedos dos pés e das mãos;
  • Hemorragias na retina e nos olhos;
  • Inchaço nos pés, pernas e abdômen.

Diagnóstico da endocardite infecciosa

Primeiramente, para diagnosticar a doença, o médico irá escutar o coração do pacientem procurando algum sinal de sopro. Em seguida, ele pode pedir os seguintes exames:

  • Exames de sangue, para identificar a presença de bactérias;
  • Ecocardiograma transesofágico, que permitirá a aproximação do médico das válvulas cardíacas;
  • Eletrocardiograma;
  • Raios X do tórax;
  • Tomografia;
  • Ressonância magnética.

Tratamento da endocardite

Para tratá-la, o médico irá prescrever antibióticos que contenham uma forte ação, que muitas vezes são intravenosos, ou seja, aplicados diretamente na veia.

A duração do tratamento varia de acordo com a gravidade da endocardite. Em situações específicas, quando o válvula encontra-se danificada, será necessário a realização de uma cirurgia para reparar o problema.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.