Barra de Erich é usada em cirurgias buco maxilofaciais

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Como a Barra de Erich pode ser utilizada nos processos cirúrgicos e qual é o seu papel?

Apesar de ser utilizada em casos mais específicos, a Barra de Erich é um dispositivo que ajuda os cirurgiões-dentistas a realizar cirurgias na região bucomaxilofacial.

A Barra de Erich é instalada na gengiva e serve para limitar a movimentação maxilo-mandibular do paciente.

Barra de Erich é um aparelho utilizado por dentistas qualificados e auxilia na fixação da maxila e da mandíbula durante procedimentos cirúrgicos.

Que tal conferir conosco mais sobre o dispositivo, assim como quando ele é aplicado e quais são as suas indicações?

Quando Usar a Barra de Erich?

Por fazer o bloqueio intermaxilar, impedindo a movimentação da mandíbula, ele é utilizado em casos cirúrgicos.

O seu uso mais comum é durante o tratamento da fratura mandibular, uma vez que para corrigir esse problema será utilizada a cirurgia bucomaxilofacial.

Entretanto, não existem casos que comprovem que seu uso cause algum dano.

É válido ressaltar que o produto precisa ser esterilizado após retirado da embalagem e, consequentemente, antes do uso. Além disso, não pode ser reutilizado.

Como é Colocada?

A colocação da Barra de Erich passa por alguns passos. Confira-os abaixo:

  1. O dispositivo é colocado sobre a gengiva do paciente para tirar a medida que será utilizada uma vez que cada barra possui 1 metro.
  2. O cirurgião prenderá a barra com os fios de Erich para fixá-la na boca.
  3. Após presas em cima e embaixo, as barras serão presas entre si com outro fio de Erich, mantendo a mandíbula estável e a arcada dentária fechada.

Assim que finalizados os passos, a cirurgia pode começar, pois a mandíbula não irá se mover.

Quanto Tempo Devo Usar?

Após a realização da cirurgia, o paciente deve continuar com o dispositivo durante o tempo de recuperação. Ele funcionará como um implante para garantir que o quadro não sofra retrocesso.

O procedimento dura, em média, de quatro a seis semanas.

Sendo assim, é válido lembrar alguns pontos importantes para conseguir um bom resultado após a operação:

O Uso da Barra de Erich Dói?

O paciente que opta pelo uso da Barra de Erich em uma cirurgia pode apresentar dores apenas durante o pós-operatório.

Entretanto, não existem relatos de incômodos, desconfortos ou dores fortes durante o processo cirúrgico devido ao uso da anestesia.

Todavia, o paciente pode apresentar reações alérgicas ou sensibilidade quanto ao dispositivo.

Caso apresente alergia a determinados tipos de materiais ou então sensibilidade, confirme com o dentista se o uso do aparelho é a melhor opção para o seu caso.

Quais as Vantagens da Barra de Erich?

Além de ajudar para que não existam contratempos durante a cirurgia, o uso da Barra de Erich auxilia para que o tempo de cicatrização pós-operatório seja reduzido.

Entretanto, existem outras vantagens. Confira abaixo:

  • Por se tratar de um dispotivo que garante a imoblização necessária para as cirurgias, ele ajuda a estabilizar a fratura e reduzir anatomicamente os fragmentos da fratura.
  • Faz com que o procedimento cirúrgico seja menos invasivo e demorado.
  • É fácil de colocar e remover.
  • Mantém a imobilização necessária para que a cirurgia aconteça facilmente.
  • Não causa traumas aos dentes.
  • É esteticamente aceitável.

Quais São as Contraindicações Para o Uso?

O uso da Barra de Erich é contraindicado nos seguintes casos:

  • Obesidade.
  • Gravidez.
  • Falta de cobertura de tecido na boca.
  • Osteoporose.
  • Infecções ativas ou crônicas.
  • Doenças sistêmicas que aumentam a possibilidade de infecções.
  • Reação alérgica ao material que compõe o dispositivo.
  • Pacientes que que tem problemas neurológicos ou mentais e não podem, ou se recusam, a seguir os devidos cuidados pós-operatórios.

Existe Alguma Outra Indicação de Uso?

Ainda não foram registrados casos que não sejam de cirurgias bucomaxilofaciais em que o uso do aparelho foi indicado. Entretanto, o dispositivo é recomendado apenas para especialistas que sabem como utilizá-lo.

Vale lembrar que o profissional da área deve sempre esterilizar o produto assim que retirado da embalagem.

Caso o profissional não retire de uma embalagem plástica ou então não o esterilize, pergunte-o sobre o procedimento.

Sendo assim, antes de fazer a cirurgia bucomaxilofacial confira com seu dentista se ele é qualificado para usar a Barra de Erich.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Compartilhe sua opinião

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!