Teleodontologia inova na área da saúde odontológica

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A teleodontologia é um campo novo da odontologia, surgindo a partir da telemedicina, um ramo que promove conhecimentos clínicos à distância

Com os avanços da ciência e da tecnologia, as áreas da saúde puderam se expandir e criar uma rede de atendimento no mundo real e no mundo virtual. Se você se interessa por esse assunto, que tal conhecer mais sobre a teleodontologia?

Ela é uma inovação na área da saúde odontológica. Além disso, ela forma profissionais mais capacitados e preparados. Mas, afinal, o que é a teleodontologia?

A teleodontologia é a disciplina que usa as as tecnologias de informação e comunicação para suporte clínico à distância.

Nesse artigo, iremos tirar todas as suas dúvidas sobre a teleodontologia. Vamos começar?

Conhecendo mais sobre a Teleodontologia

A disciplina é um campo novo no cenário da odontologia. Ela surge a partir da telemedicina, que é um ramo que promove conhecimentos clínicos à distância graças à tecnologia.

O objetivo da teleodontologia é promover a telessaúde e a teleassistência. Desse modo, informações de saúde bucal conseguem ser transmitidas para pacientes e profissionais situados em regiões diferentes.

Alguns benefícios desse campo são:

  • Integração entre tecnologia e educação;
  • Possibilidade de estimular o estudo da saúde bucal;
  • Aumento da qualidade educacional;
  • Preparo mais efetivo dos futuros profissionais.

Teleodontologia dentro das faculdades

Nos últimos anos, os profissionais da área entenderam a importância da área para a sociedade e os futuros dentistas. Por isso, alguns núcleos foram criados dentro das próprias universidades.

Os profissionais responsáveis por esses núcleos têm o espaço para apoiar e dar suporte nas atividades do curso de odontologia.

Essas atividades são aplicadas a partir dos recursos de tecnologias de informação e comunicação.

Fora isso, alguns núcleos promovem cursos de capacitação em recursos eletrônicos. Assim, os profissionais conseguem aplicar e estudar as práticas odontológicas de forma presencial e à distância.

Formação acadêmica

Se você se interessou pelo assunto, que tal fazer parte desse mundo? Para isso, você precisa ter graduação em odontologia.

Dentro da faculdade de odontologia, o futuro profissional estuda todas as estruturas bucais, como os dentes, a boca e os ossos da face.

No ambiente universitário, é ensinado como fazer prevenção, diagnósticos e tratamentos de doenças orais. Ainda, o estudo pode ser focado em questões estéticas.

A duração do curso de odontologia é de 5 anos, feita de maneira presencial. As aulas práticas são iniciadas no segundo ano da faculdade.

Em todas as instituições, o estágio é obrigatório para a formação. E ao final do curso é preciso que o estudante faça o Teste de Conclusão de Curso (TCC).

Caso você opte por fazer o curso em uma instituição privada, a maioria delas custa, em média, R$1700,00 por mês. Mas fique atento para as bolsas universitárias e programas de financiamento estudantil.

Quando você finalizar a faculdade e estiver com seu diploma, você pode atuar como um dentista generalista. Assim, atendimentos clínicos e tratamentos que são básicos serão a sua área de atuação.

Com a graduação, você pode buscar pela especialização. E durante sua atuação como profissional da odontologia, você pode se beneficiar com a teleodontologia.

Silmara Alves Rozo Ducatti
Silmara Alves Rozo Ducatti
Silmara Alves Rozo Ducatti é cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS). Possui registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 121811 e integra a equipe odontológica da RD Design Oral, que fica na Alameda Grajaú, 98 - sala 1207 - Alphaville, Barueri - SP.

3 Replies to “Teleodontologia inova na área da saúde odontológica”

    1. O Conselho Federal de Odontologia (CFO) publicou, no dia 04 de junho, a Resolução 226/2020, que regulamenta o exercício da Odontologia a distância. O objetivo é garantir a autonomia dos profissionais e a segurança de pacientes e da sociedade na assistência odontológica prestada neste período de pandemia do novo coronavírus. A normativa considera, também, a necessidade de preservar e valorizar a relação Cirurgião-Dentista/Paciente.

      A Resolução autoriza o Cirurgião-Dentista realizar telemonitoramento no intervalo entre consultas – acompanhamento a distância dos pacientes que estejam em tratamento –, com registro obrigatório em prontuário de toda e qualquer atuação realizada nestes termos. Além disso, enquanto durar o estado de calamidade pública declarado pelo Governo Federal, fica permitida a teleorientação realizada por Cirurgião-Dentista com o objetivo único e exclusivo de identificar, por meio de questionário pré-clínico, o melhor momento para a realização do atendimento presencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.