Saúde do corpo e a relação com a saúde bucal

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A falta de cuidado com a sua boca pode prejudicar outras partes do organismo

A saúde do corpo começa pela nossa boca. Esse ditado pode até parecer repetitivo, mas é a pura realidade.

Existe uma série de estudos científicos que comprovam a relação direta da saúde do corpo com uma boca saudável e bem higienizada.

A saúde do corpo pode ser afetada por doenças bucais, como cáries, periodontites, xerostomia, cânceres, entre outras. Essas, mesmo atuando principalmente em nossa boca, podem impulsionar o surgimento de outras patologias em nosso organismo.

Assim, quando o paciente apresenta algum problema bucal, ele consequentemente fica mais propenso a desenvolver doenças no resto do corpo.

Como a saúde do corpo afetada pela higiene bucal

Além dos problemas mais comuns, como cáries e mau hálito, a falta de cuidado com a boca também prejudica outras partes de nosso organismo.

Isso acontece quando, através de uma ferida ou lesão, os fungos e bactérias  presentes na boca má higienizada passam para a corrente sanguínea e, em seguida, para as outras partes da nossa estrutura corporal.

Agora iremos listar alguns dos efeitos da higiene bucal no corpo:

Partos prematuros

Mulheres que apresentam doenças gengivais estão mais propensas a ter partos prematuros.  Uma periodontite aumenta os níveis de fluidos biológicos que induzem ao parto, podendo levar à prematuridade.

Além disso, todas as infecções são perigosas quando se manifestam em mulheres grávidas. Isso por que elas são extremamente perigosas para a saúde do bebê.

Doenças pulmonares

Uma boca má higienizada promove o acúmulo de bactérias, que podem ser aspiradas e chegar aos pulmões. Lá, elas se instalam e começam a se multiplicar.

Isso pode causar infecções ou piorar um quadro já existente nos pulmões. Dentre as patologias mais comuns estão a pneumonia e a doença pulmonar obstrutiva crônica.

Osteoporose

A osteoporose está diretamente relacionada a perda óssea mandibular. Ela pode levar a perda dentária porque a densidade óssea ao redor do dente será afetada.

Isso significa que o dente não terá mais uma fundação sólida. Contudo, uma terapia de reposição hormonal pode melhorar a situação.

Doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares se conectam à saúde bucal pois os germes e bactérias presentes na nossa boca se disseminam para o resto do corpo através da corrente sanguínea.

Quando essas bactérias chegam a região do coração, elas podem se prender a alguma área lesionada, causando uma inflamação. Consequentemente, isso pode acarretar no aparecimento de doenças cardíacas.

Nossa boca abriga milhões de bactérias, que em conjunto aos resíduos alimentícios formam a temida placa bacteriana. Caso não realizemos a higiene bucal corretamente, essa placa se transforma em tártaro.

É aí que o coração fica em perigo. O tártaro causa o aparecimento de cáries, gengivite e periodontite, que provocam feridas na boca.

Assim, o caminho das bactérias fica livre para corrente sanguínea, e consequentemente para o coração.

Diabetes

Aqui os papéis se invertem. Vamos falar sobre uma doença do corpo que pode afetar a nossa saúde bucal, a diabetes. Pessoas com diabetes são mais suscetíveis a desenvolver doenças periodontais que as outras.

Além disso, alguns estudos indicam que essa relação caminha para os dois lados, sendo que uma doença periodontal torna mais difícil para pacientes com diabetes controlar os níveis de açúcar sanguíneo.

Saúde bucal e saúde do corpo

Saúde bucal é a união de diversos fatores que juntos mantém os dentes saudáveis e evitam a proliferação de doenças.

É preciso escovar os dentes todos os dias, após cada refeição e também antes de dormir, utilizando uma escova de dente de tamanho adequado, com cerdas macias e creme dental com flúor.

Assim, você mantém a saúde do corpo e da boca em dia.

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.