Osteonecrose causa dor e limitação na mandíbula

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Em sua frase preliminar, a osteonecrose é difícil de ser identificada

Necroses acontecem quando uma região sofre um dano muito forte. Normalmente, na odontologia, estamos acostumamos a ver casos como a necrose pulpar, que é a falência do sistema nervoso e sanguíneo da polpa dental. Mas isso pode acontecer com o osso também, sendo denominado como osteonecrose.

Além de osteonecrose, essa patologia é conhecida como necrose avascular, necrose asséptica e necrose isquêmica do osso.

A osteonecrose é uma espécie de infarto ósseo, quando o fornecimento de sangue à área é interrompido. Isso faz com que o osso entre em colapso, causando dor a longo prazo e resultando em uma artrose preocupante.

Essa patologia é muito frequente nos joelhos, ombros, tornozelos, pulsos e no osso mandibular. Neste artigo, focaremos no último.

Sintomas da osteonecrose

De início, a osteonecrose mandibular é difícil de ser identificada.

Por isso, é muito comum que o dentista descubra ela no momento em que estiver mais evoluída, já que elas não aparece claramente em exames radiográficos em sua fase preliminar, só depois de um período.

Mas, posteriormente, passa a se manifestar intensamente, resultando em dor na articulação afetada. Além disso, o paciente sentirá uma dificuldade em realizar a movimentação da área.

No caso da mandíbula, prejudicará a mastigação. Confira todos os sintomas:

  • Dor pulsátil no local que ocorre constantemente e que piora conforme a pessoa movimenta a articulação;
  • Dor de cabeça;
  • Dor de ouvido;
  • Dor na musculatura que realiza a mastigação;
  • Limitação na abertura da boca;
  • Estalo na mandíbula.

Causas da osteonecrose

A principal causa da osteonecrose na mandíbula é uma lesão no osso motivada por um traumatismo, como um acidente em que o paciente sofre uma pancada na face de maneira abrupta.

Mas algumas situações envolvem ocorrências diferentes:

  • Remédios corticoesteroides: quando ingeridos em doses elevadas e por longos períodos;
  • Alcoolismo;
  • Doenças que atacam a coagulação do sangue: anemia falciforme, insuficiência hepática, câncer e doenças reumatológicas;
  • Remédios da classe dos bisfosfonatos: esses medicamentos são recomendados para tratamento de osteoporose principalmente, como é o caso do ácido zoledrônico;
  • Tabagismo: o uso de tabaco dificulta a circulação de sangue do corpo, podendo resultar em osteonecrose.

Tratamento da osteonecrose

Primeiramente, para tratar a lesão oral o paciente precisa consultar um cirurgião bucomaxilofacial.

Para aliviar os sintomas, ele irá prescrever analgésicos e anti-inflamatórios. Será necessário que o paciente repouse a mandíbula e, mais tarde, faça fisioterapia.

O especialista terá de identificar o que provocou a doença, pois a insuficiência de sangue pode ocasionar também parestesia oral.

Entretanto, o tratamento que surtirá mais efeito é a cirurgia. Ela resolverá o problema por completo. A técnica envolve a descompressão do osso, a colocação de enxerto ósseo e, nas situações mais graves, a substituição da articulação.

Fisioterapia para osteonecrose

A fisioterapia auxilia bastante durante a recuperação. O procedimento engloba o fortalecimento da musculatura e exercícios para movimentar a articulação, alongando ela.

O objetivo é reduzir os riscos de complicações da osteonecroso, diminuindo as chances da pessoa desenvolver uma fratura e de colocar uma prótese.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.