Osteíte pode afetar diretamente nossa saúde bucal

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A doença ainda pode se manifestar nas mais diversas áreas de nosso corpo

Você já teve a sensação de que seus ossos estavam muito frágeis e até mesmo doloridos, sem que existisse nenhuma lesão ou trauma na região? Cuidado, isso pode ser um forte indício de osteíte.

Existem variados tipos de manifestação dessa doença. Apesar disso, a forma como a osteíte irá se apresentar no paciente depende de sua idade e do mecanismo da infecção.

Osteíte é um termo bastante abrangente utilizado para descrever inflamações ósseas. Geralmente, a bactéria causadora da inflamação é o Staphylococcus Aureus.

Sobre a Osteíte

A literatura diz que a osteíte pode ser provocada tanto por bactérias produtoras de pus (Staphylococcus Aureus), quanto por fungos.

Dessa forma, pode ser que o processo infeccioso também afete o periósteo – uma membrana muito importante responsável pelo revestimento ósseo dos seres humanos.

Além disso, ela pode causar graves danos em nosso organismo, uma vez que, na maioria dos casos, a osteíte atinge diretamente a medula óssea.

A doença normalmente começa com uma infecção aguda. Esta, caso não seja tratada de forma adequada, pode evoluir, se tornando uma lesão crônica.

Assim, a anomalia pode atingir qualquer osso de nosso corpo. Entretanto, ossos longos e o da coluna vertebral são, na maioria das situações, os principais afetados.

A inflamação da medula pode ainda exercer pressão contra a parede rígida óssea, comprimindo assim os vasos sanguíneos contidos nela.

Quando isso acontece, o fornecimento de sangue aos ossos pode ser bloqueado. Com isso, a estrutura óssea prejudicada pode não suportar e morrer.

Osteíte e Odontologia

Agora está na hora de entender um pouquinho mais sobre osteíte na odontologia. Existem 2 principais manifestações da doença bastante recorrentes no meio odontológico:

Osteíte alveolar

Após a remoção de um dente, é comum que ocorra a formação de um coágulo de sangue, chamado de intra alveolar. Esse coágulo é vital pois ajuda a proteger as terminações ósseas e neurais na cavidade vazia do dente.

A osteíte alveolar se desenvolve quando esse coágulo dissolve, desloca-se ou simplesmente não é formado. Ou seja, a patologia é fruto da ausência dele.

Assim, os nervos ficam expostos, o que torna aquele espaço mais suscetível a inflamações e também causa muitas dores, mau hálito, pus na região, febre e gosto desagradável na boca.

Para diminuir os sintomas, pode ser necessário utilizar antibióticos e anti-inflamatórios.

Dependendo da extensão da lesão, pode ser necessário que o profissional anestesie o local e, em seguida, realize a limpeza do alvéolo infeccionado.

Osteíte condensante

Trata-se de uma infecção leve de um canal ósseo. Geralmente afeta ambos os maxilares, mas é mais recorrente no inferior. Apesar de poder haver dor e sensibilidade, o comum é que a anomalia seja assintomática.

Entretanto, quando a dor persiste durante muito tempo, pode ser que o acometido desenvolva uma febre leve.

A osteíte condensante degrada os ossos, deixando-os com destruições ósseas mal delimitadas, de bordas imprecisas.

O melhor tratamento é a utilização de antibióticos durante a fase aguda, entretanto a lesão pode ser agravar em algumas situações.

Assim, a maneira mais adequada de tratar esse tipo de osteíte quando ela não é muito extensa é a remoção cirúrgica.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.