Microagulhamento melhora e rejuvenesce aparência facial

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Saiba mais sobre o microagulhamento, técnica que ajuda a esconder imperfeições na pele causadas pelo passar dos anos

Assim como a osteoporose pode aparecer com o passar dos anos, a pele pode começar a apresentar problemas. E para tratá-los, existe o microagulhamento.

O microagulhamento é um procedimento que pode ser realizado por meio de técnicas diferentes.

Microagulhamento é um tipo de tratamento dermatológico utilizada para incentivar a produção de colágeno e de elastina.

Sendo assim, ela pode ser aplicada em diversos casos. Confira abaixo:

  • Cicatrizes por causa de acne.
  • Estria.
  • Flacidez.
  • Calvície.
  • Manchas escuras no rosto.

Contudo, que tal falarmos mais a fundo sobre esse assunto? Acompanhe em nosso artigo.

Como é Feito o Microagulhamento?

Também chamado de indução percutânea de colágeno por agulhas, ou IPCA, é um procedimento no qual são feitas microperfurações na pele.

Desta forma, após a aplicação de uma anestesia local onde será feito o IPCA, o dermatologista irá passar um rolo com agulhas no rosto do paciente.

Para a realização do procedimento podem ser utilizados os rolos antes citados ou então equipamentos automáticos.

O equipamento empregado irá variar dependendo da necessidade específica de cada caso.

É válido lembrar que caso o equipamento escolhido pelo profissional que irá realizar o procedimento seja o rolo, o médico deve selecionar antecipadamente qual o tamanho das agulhas.

Esse passo é extremamente necessário tendo em vista que a profundidade de cada rolo é diferente.

Em compensação, ferramentas mais novas possibilitam um ajuste das agulhas ainda durante o procedimento para que sejam empregadas profundidades diferentes no rosto do paciente.

Sendo assim, existem diversas formas como o procedimento pode ser feito considerando a profundidade de cada agulha, mas o que varia entre elas será a necessidade do paciente.

Qual é a Finalidade Desse Tratamento?

Mas para que serve o microagulhamento no rosto?

Levando em conta que o procedimento estimula o organismo a produzir mais colágeno e elastina, a sua finalidade é de ajudar no processo de restauração da pele.

Os dois são ingredientes importantes para manter a sua firmeza, e produzi-los faz com que a estrutura da pele seja mantida.

Por organizar as fibras internas da pele, o tratamento ajuda a trazer um aspecto mais robusto e firme para o corpo e também para o rosto, causando a impressão de uma pele mais jovem.

Sendo assim, esse procedimento ajuda a cuidar dos principais problemas que aparecem com o tempo como rugas e cicatrizes causadas por acne além da alteração na estética.

Existem Contraindicações?

Existem algumas contraindicações de quadros específicos. Confira abaixo quais são eles:

  • Pacientes que estão fazendo tratamento com anticoagulantes.
  • Diabéticos.
  • Pessoas com câncer.
  • Presença de lesão ou doença de pele no local que será tratado.

Exceto esses casos, não existem outras contraindicações. Sendo assim, até mesmo grávidas podem fazer esse tipo de procedimento caso necessário.

Entretanto, podem ser apontados alguns possíveis efeitos colaterais do microagulhamento. Alguns dos quadros elencados e que podem surgir, ou reaparecer, após o procedimento são:

  • Herpes.
  • Infecções secundárias.
  • Infecções bacterianas.
  • Endurecimento da pele no local especialmente quando não são seguidos os cuidados após realizado o procedimento.

E é justamente por esses riscos que é aconselhado que o procedimento seja feito em consultórios dermatológicos, com especialistas e utilizando produtos descartáveis e esterilizados.

Quais Cuidados Tomar Após Feito o IPCA?

Por se tratar de um procedimento que mexe com a pele, é recomendado o uso de filtros solares diariamente e evitar ficar exposto ao sol por cerca de 45 dias após feito o procedimento.

Junto deles, também podem ser utilizados cremes cicatrizantes que contenham antibióticos na fórmula.

Também é recomendado o uso de água termal para acalmar a pele, tendo em vista que durante a recuperação completa ela pode apresentar problemas como:

  • Descamação.
  • Crostas superficiais que não devem ser arrancadas.
  • Leve inchaço.
  • Áreas vermelhas.
  • Sensibilidade com as diferentes temperaturas (calor e frio) e ao sol.
  • Sensação de ardor.

De toda forma, o dermatologista também pode usar e indicar outros produtos para melhorar o resultado e a recuperação da pele assim que finalizada a sessão.

Por Que Fazer um Tratamento de Microagulhamento?

Essa forma de fazer o tratamento estético é muito aconselhado uma vez que é um procedimento praticamente indolor e que traz diversos benefícios.

Além disso, após feito o procedimento a pele pode absorver mais facilmente os medicamentos sob ela aplicados, o que pode ajudar a cuidar melhor de diversos problemas.

E mesmo sendo mais conhecido no rosto, o microagulhamento pode ser feito no colo, pescoço, membros, seios, coxas, abdômen e até no couro cabeludo, trazendo benefícios específicos para cada área.

Qual é o Preço?

Antes de dizer qual é o preço, é válido lembrar que ele pode sofrer alteração dependendo alguns fatores como a clínica onde será feito o procedimento, o local do corpo onde será feita o microagulhamento e o profissional.

Desse modo, o preço médio de cada sessão pode variar entre R$150 e R$500.

De toda forma, a quantidade de sessões necessária varia de pessoa em pessoa principalmente pelo estado da pele e também pela quantidade de problemas na pele que a pessoa possui.

Mesmo assim, existem casos em que duas sessões foram suficientes para cuidar dos problemas..

Mas não existem estudos, dados ou fatores que indicam quantas sessões cada pessoa deve realizar.

Depois de Quanto Tempo Posso Fazer Outra Sessão?

Uma dúvida que pode acabar surgindo é: quanto dura o tempo de efeito do microagulhamento?

A duração do procedimento dentro da clínica é, em média, de 30 minutos. Mas eventualmente podem existir contratempos que podem esticar para cerca de uma hora o processo.

O tempo para que a pele se recupere totalmente após feito o tratamento é em torno de seis meses.

Porém uma nova sessão pode ser feita em um período entre 30 e 45 dias.

Gostou de saber mais sobre o microagulhamento? Não deixe de acompanhar os artigos da Simpatio sobre esse e outros temas!

Silmara Alves Rozo Ducatti
Silmara Alves Rozo Ducatti
Silmara Alves Rozo Ducatti é cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS). Possui registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 121811 e integra a equipe odontológica da RD Design Oral, que fica na Alameda Grajaú, 98 - sala 1207 - Alphaville, Barueri - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.