Qual é a melhor escova de dente para o meu perfil?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

A melhor escova de dente para você não será a melhor para outra pessoa. É preciso levar alguns fatores em consideração

Quando chega o momento de renovar nossos acessórios de higienização bucal, é comum ficar na dúvida sobre quais escolher. Principalmente para selecionar a melhor escova de dente. Afinal, são diversas cores, tamanhos, tipos e valores.

É importante ressaltar que a melhor escova de dente para você não será a melhor para outra pessoa. A arcada dentária e a boca possuem formatos e tamanhos diferentes. Por isso, é uma escolha pessoal que deve levar em consideração qual se adéqua ao seu perfil.

Para que seja considerada a melhor escova de dente para você, é necessário que ela remova a sujeira com eficiência, tenha um tamanho compatível com a cavidade bucal e não lesione a gengiva. Então, escova que atenda essas três especificidades pode ser considerada completa.

Escova elétrica

A escova de dente elétrica funciona a partir do acionamento de um botão

A escova de dente elétrica é um dispositivo que funciona a partir do acionamento de um botão. Ela efetua movimentos automáticos com as cerdas, que são de rotação, oscilação e vibração.

Seu objetivo é o mesmo da escova tradicional: remover a placa bacteriana. No entanto, ela poupa esforços do usuário, já que ele apenas tem de direcioná-la ao local desejado.

Os benefícios dessa escova de dentes são:

  • Simplificar a escovação;
  • Auxiliar pacientes com problemas motores ou com pouca habilidade para limpar os dentes com as escovas convencionais;
  • O formato do seu cabeçal se inspira no instrumento de limpeza utilizado no consultório odontológico, promovendo uma limpeza profunda.

Apesar de fornecer todas essas facilidades, a escova elétrica tem algumas desvantagens. Seu preço é mais elevado e necessita de uma constante substituição da bateria ou do carregador, dependendo do modelo.

Além disso, a cabeça do aparato precisa ser trocada a cada três meses, assim como a escova tradicional, porque ela também entra em processo de desgaste.

Sobre as cerdas das escovas tradicionais

A cerda da escova de dentes é a parte encarregada de realizar a limpeza dos dentes

A cerda é a parte encarregada de retirar as sujeiras dos dentes.

  • Cerdas macias e extra-macias – por serem mais suaves, esses dois tipos conseguem limpar os dentes sem agredir as gengivas. Lesionar o tecido gengival pode causar em doenças periodontais, como gengivite e periodontite, ou em retração gengival.
  • Cerdas duras e médias – muitas pessoas pensam que quanto mais dura a escova, melhor será a higienização. Mas essa afirmação está equivocada. Cerdas duras e médias, se manipuladas erroneamente, machucam mais facilmente as gengivas. Normalmente, esses dois tipos são os mais indicados para próteses e dentaduras.

Tamanho da cabeça da escova

A escova de dentes possui tamanhos diferentes

O tamanho da cabeça da escova deve ser condizente com a dimensão da cavidade bucal.

Os dentistas geralmente recomendam as que possuem menor extensão porque facilitam a limpeza e não causam incômodo. Dessa forma, ela irá alcançar todas as áreas da boca.

Formato da escova

A escova de dente mais indicada para quem possui aparelho ortodôntico é a que tem formato em "V"

De modo geral, os especialistas indicam  as escovas que tenham um formato mais arredondado.

Entretanto, para os pacientes que fazem uso de aparelho ortodôntico, a escova de dente mais indicada é a que adota uma forma de “V”, pois ajuda a limpar os fios e os braquetes.

Capriche na escovação

De nada adianta ter as melhores escovas de dente se não souber como realizar a escovação correta

De nada adianta ter as melhores escovas de dente se não souber como realizar a escovação correta. Confira o passo a passo de como escovar os dentes perfeitamente:

  1. Comece escovando as superfícies dos dentes superiores voltadas para a bochecha. Em seguida, repita o processo com os inferiores. Faça movimentos circulares;
  2. Siga fazendo a escovação das superfícies internas;
  3. Escove as superfícies de mastigação com movimentos de vai e vem;
  4. Procure abranger de dois a três dentes por vez, fazendo o movimento de escovação dez vezes;
  5. Por fim, escove a língua fazendo movimentos para trás e para a frente.

Se ainda está com dúvidas sobre qual a melhor escova de dente para você, consulte seu dentista. Ele saberá indicar qual a que mais combina com a sua cavidade bucal.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.