Medicamentos mais usados por cirurgiões-dentistas

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira os medicamentos mais usados na odontologia

Na área da odontologia, algumas vezes os pacientes manifestam alterações bucais. Por isso, os odontologistas podem prescrever medicamentos que diminuem os efeitos dessas complicações.

Os avanços da ciência e da tecnologia permitiram que os medicamentos se aprimorassem. Assim, os profissionais puderam começar a aplicar o uso dos remédios na rotina odontológica.

Os medicamentos são todos os produtos farmacêuticos que têm a finalidade paliativa. Na odontologia, eles evitam e diminuem as consequências dos problemas bucais.

Como fazer uma prescrição odontológica?

É importante fazer uma receita antes de solicitar o uso do remédio. Assim, o dentista controla as doses e consegue orientar o paciente da forma correta. E isso permite que a alteração bucal se minimize.

Para fazer uma prescrição, o cirurgião-dentista precisa:

  1. Identificação do profissional;
  2. Cabeçalho com informações do paciente;
  3. Inscrição;
  4. Orientação; e
  5. Data e assinatura do profissional.

No entanto, antes da prescrição, você precisa saber o diagnóstico certeiro. Isso porque cada alteração demanda um medicamento diferente.

Remédios mais usados

Listamos alguns dos medicamentos na odontologia mais usados. Eles são:

  • Para o controle da dor:
    Aceclofenaco
    Ácido acetilsalicílico
    Ácido mefenâmico
    Diclofenaco
    Diflunisal
    Dipirona
    Ibuprofeno
    Meloxicam
    Naproxeno
  • Antitérmicos para evitar infecções odontogênicas:
    Ácido acetilsalicílico
    Dipirona
    Ibuprofeno
    Paracetamol
  • Para controlar processos inflamatórios:
    Etodolaco
    Etoricoxibe
    Fenilbutazona
    Fenoprofeno
    Ibuprofeno
    Piroxicam
    Sulindaco
    Tenoxicam
    Hidrocortisona
    Metilpredinisolona
    Parametasona
    Prednisolona
  • Para controlar processos infecciosos:
    Carbenicilina
    Dicloxacilina
    Fenoximetilpenicilina
    Anfotericina B
    Fluconazol
    Itraconazol
    Aciclovir
    Penciclovir
  • Evitar processos alérgicos:
    Loratadina
    Desloratadina
    Cetirizina
    Difenidramina
    Prometazina
  • Auxiliar na anestesia local:
    Articaína
    Bupivacaína
    Lidocaína
    Mepivacaína
    Prilocaína
  • Para relaxar a musculatura:
    Baclofeno
    Ciclobenzaprina
    Fenilbutazona
    Orfenadrina
    Tiocolchicosídeo
  • Para servir como agente clareador:
    Peróxido de Carbamida
    Peróxido de Hidrogênio
  • Controlar a hipossalivação:
    Betanecol
    Cevimelina
    Pilocarpina
  • Controlar sangramento:
    Ácido Aminocaproico (EACA)
    Ácido Tranexâmico (AT)
    Ácido Tricloroacético (ATA)
  • Enxaguatórios:
    Cloreto de Cetilpiridínio
    Clorexidina
    Cloridrato de Benzidamina
  • Evitar cáries:
    Fluoretos (em todas as suas apresentações)
    Polialcoóis
    Xilitol

Para ver a lista completa dos medicamentos odontológicos, você pode ir até o guia do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo.

Medicamentos podem alterar a saúde bucal?

Sim! O uso excessivo de alguns medicamentos podem trazer alterações para a saúde bucal. Algumas delas são:

  • Boca seca (xerostomia);
  • Inflamações;
  • Formigamento;
  • Distúrbios na movimentação da articulação;
  • Alteração no paladar; e
  • Sangramento da gengiva.

Os remédios que podem causar algumas alterações são:

  • Analgésicos;
  • Antialérgicos;
  • Antidepressivos.
  • Diuréticos;
  • Descongestionantes; e
  • Medicamentos para pressão alta;

Cuidados bucais

Ter uma atenção minuciosa com a higiene oral é essencial para manter a saúde bucal e evitar o uso de medicamentos que podem ser dispensáveis. Assim, separamos algumas recomendações para você indicar aos seus pacientes:

  1. Escovar os dentes depois de acordar, depois das refeições e antes de ir dormir. Mas, lembre: fazer movimentos suaves e circulares em torno de todos os dentes. Usar as escovas de cerdas macias ou escovas elétricas. Além disso, usar cremes dentais branqueadores.
  2. Lembrar de sempre escovar a língua também, porque ela também tem bactérias bucais que podem fazer mal a saúde. Mas, ficar atento: é importante tentar não passar a escova bruscamente.
  3. O uso do fio dental pelo menos uma vez ao dia é recomendado pelos dentistas. Não precisa passar o fio de forma bruta, mas é preciso limpar toda a área ao redor do dente e perto da gengiva.
  4. O seu dentista também pode passar algum enxaguante bucal ideal para manter e completar a limpeza bucal todos os dias.
  5. Na hora da alimentação, também é preciso ter uma dieta regulada. Por isso, consumir bastante vitaminas e nutrientes. Não se esquecer de se manter hidratado sempre que puder.
  6. Além disso, ficar atento para evitar o consumo de alimentos e bebidas que mancham os dentes, como refrigerantes e cafés.Com uma saúde bucal em dia, o paciente se previne e garante um sorriso perfeito! É importante pedir que o seu paciente faça visitas regulares ao dentista para checar se está tudo certo e tirar todas as dúvidas sobre os medicamentos!
Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.