Lifting facial: cuidados após o procedimento e suas vantagens

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Técnica é bastante procurada por pessoas com 40 anos de idade ou mais

Nossa aparência é uma preocupação constante no tempo em que vivemos, não é mesmo? Por isso, diversas pessoas recorrem a tratamentos de beleza. Um dos procedimentos que está em alta no mercado é o lifting facial.

Esta técnica é realizada principalmente em pessoas acima dos 40 anos de idade. Apesar desse dado, os profissionais não recomendam o lifting facial para pessoas com idade superior aos 60 anos.

Lifting facial é um procedimento estético que possui como objetivo o rejuvenescimento facial. Por meio dessa técnica, o profissional consegue eliminar rugas, flacidez e o excesso de pele do rosto de seus paciente.

O tratamento, também nomeado de ritidoplastia, geralmente é efetuado por um cirurgião plástico em uma clínica especializada.

Para isso, é necessária a utilização de anestesia geral e, após a intervenção cirúrgica, o paciente deve ficar pelo menos 3 dias internado.

Como é realizado o Lifting Facial

É importante ressaltar que a anestesia geral é extremamente importante para a realização do lifting. Ela é fundamental para diminuir a sensação de dor.

Ainda como preparação para o início da operação, é necessário que o paciente tenha seus cabelos presos em várias mechas bem pequenas.

Assim, a pele fica protegida contra contaminações e a realização da cicatriz é facilitada.  Além disso, é comum que o cirurgião encarregado realize pequenas picadas no rosto do paciente, que facilitam a aplicação da anestesia geral.

Durante a cirurgia, o profissional faz cortes para costurar os músculos da face e retirar a pele em excesso. O recomendado é que as cicatrizes sejam realizadas nas proximidades do cabelo e das orelhas.

O processo é muito delicado e dura cerca de 4 horas. Em seguida, como já dissemos anteriormente, o indivíduo precisa ficar no mínimo 3 dias internado.

Vale lembrar que caso você esteja pensando em realizar um lifting facial, terá que desembolsar a quantia de aproximadamente 10 mil reais – preço médio do tratamento.

Fora isso, existem algumas recomendações a serem seguidas previamente a realização desse método, como:

  • Fazer uma avaliação geral de saúde, envolvendo um exame de sangue e um eletrocardiograma;
  • Evitar remédios como Doril, Melhoral e Coristina;
  • Parar de fumar pelo menos um mês antes da cirurgia;
  • Não utilizar cremes faciais nos dois dias antecedentes a cirurgia.

O pós-operatório também exige cuidados. O paciente deve tomar alguns remédios para controlar a dor além de evitar mexer nas cicatrizes e utilizar algum cosmético.

Também é recomendado dormir com a barriga para cima não retirar as faixas da cabeça e do pescoço durante uma semana.

Sessões de drenagem linfática ainda podem auxiliar durante a recuperação. O sugerido é que elas sejam realizadas somente após 3 dias da operação.

Vantagens do Lifting Facial

A ritidoplastia é recomendada principalmente para pessoas que apresentam rugas muito profundas, marcas de expressão notáveis, pele flácida e acúmulo de gordura facial.

Essas alterações são mais recorrentes a partir dos 40 anos de idade. Por isso, o procedimento acaba sendo mais comum durante essa faixa etária.

As vantagens em realizar este procedimento são a obtenção de um rosto mais jovem, esticado e bonito. Em decorrência disso, a pessoa alcança uma qualidade de vida melhor, visto que há um crescimento de sua autoestima.

Relação entre o Lifting Facial e a Odontologia

Agora você já sabe tudo sobre essa técnica. Porém, deve estar se perguntando: onde o lifting facial se relaciona com a odontologia?

Bom, o que ainda não te contamos é que existe um modelo de ritidoplastia realizado com fios de sustentação no consultório odontológico.

A vantagem em comparação ao procedimento convencional é que aqui encontramos uma ação minimamente invasiva.

O lifting através de fios de sustentação não precisa de anestesia geral e pode ser realizado em menos de 30 minutos. Também não são necessários cortes e o resultado é praticamente instantâneo.

Os fios são inseridos por pequenos pontos imperceptíveis a olho nu e ao toque, estando o paciente liberado para as atividades normais logo após a consulta.

Entretanto, recomenda-se um repouso dos músculos da face após a realização do lifting facial através de fios de sustentação. Assim, não é aconselhado sorrir ou falar muito durante um período de 24 horas.

Ramiro Murad Saad Neto

Ramiro Murad Saad Neto

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela UNIC. Gestor de clínicas odontológicas e franquias. Residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Habilitação em Harmonização Orofacial e integrante da equipe Bucomaxilofacial Dr. Carlos Eduardo Xavier na Clínica da Villa, em São Paulo. CRO - 118151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.