Anestesia geral pode ser aplicada na odontologia?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Descubra qual a relação desse famoso procedimento com a odontologia

A anestesia geral é bastante comum em diversos procedimentos cirúrgicos, e isso não é novidade para ninguém.

Mas você sabia que a anestesia geral também pode ser utilizada no meio odontológico?

A anestesia geral atua sedando a pessoa profundamente. Dessa maneira, se perde a consciência, a sensibilidade e os reflexos do corpo, para que sejam realizadas cirurgias sem que o paciente sinta dor ou desconfortos.

Ela pode ser aplicada através da veia, onde o efeito é imediato, ou inalada por meio de uma máscara. Assim, ela chega a circulação sanguínea através dos pulmões.

A duração do seu efeito é determinada pelo anestesista, que decide qual será o tipo, dose e quantidade do medicamento anestésico aplicado.

Benefícios da anestesia geral na odontologia

A odontologia está em constante evolução, sempre se preocupando com o bem estar dos pacientes. É aí que entra a anestesia geral em odontologia. Entre outros benefícios esse substância possibilita:

  • Execução do tratamento dentário em uma única seção;
  • O tratamento pode ser realizado em um ambiente hospitalar seguro;
  • Diminuição considerável do medo e ansiedade dos pacientes ao realizar procedimentos mais agressivos.

Em quais casos a anestesia geral é indicada

Anestesia geral não é brincadeira, e deve ser usado apenas quando realmente é necessária. A indicação deve ser muito clara e precisa, e ela é recomendada em certos casos como:

  • Crianças muito pequenas, incapazes de cooperar no consultório odontológico;
  • Pacientes com muito medo ou crises de ansiedade que possam atrapalhar o procedimento cirúrgico;
  • Realização de tratamentos muitos longos, invasivos e complexos;
  • Pacientes incapacitados física e/ou mentalmente. Estes costumam ter mais problemas de cáries e periodontites do que o restante da população;
  • Pacientes com fobia de dentista.

Todos os detalhes da cirurgia serão definidos após um apurado diagnóstico e planejamento odontológico dos procedimentos a serem realizados pelo dentista.

Também é necessário uma completa avaliação da saúde médica por parte da equipe de anestesistas e outros médicos conforme necessário. Não é raro existir interdisciplinaridade nesses casos.

Possíveis complicações

Existem relatos de pessoas que apresentaram efeitos colaterais durante ou até algumas horas depois da aplicação da anestesia. Os principais sintomas são enjoo, vômitos, dor de cabeça e alergias ao princípio ativo da medicação.

Também existem complicações mais graves, como paradas respiratórias ou cardíacas e sequelas neurológicas. Mas esses casos são mais comuns em pessoas com a saúde muito debilitada.

Existe uma alternativa a esse tipo de anestesia?

Sim, é possível realizar outro tipo de sedação com propriedades semelhantes, mas que não se trata de uma anestesia geral.

Ela recebe o nome de sedação consciente com o óxido nitroso, e alivia a ansiedade, a dor e o medo nos diversos procedimentos odontológicos.

A anestesia geral odontológica é cara?

A anestesia geral exige um ambiente hospitalar e equipe multidisciplinar que inclui anestesista, auxiliar de enfermagem e instrumentadores.

Estes profissionais e ambientes podem ter um custo elevado. Muitas vezes eles podem ser bancado pelo SUS e pelos convênios médicos do paciente.

O medo e a ansiedade podem levar alguns pacientes a evitar os tratamentos odontológicos, o que pode comprometer a saúde bucal dos mesmos.

Aí, fica evidenciada a necessidade de procedimentos de sedação e anestesia geral para a odontologia.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.