Dentes saudáveis: guia para ter os dentes bonitos e vigorosos

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Um limpeza bucal cuidadosa é o primeiro passo para conquistar dentes saudáveis

Para ter um sorriso impecável é preciso ter dentes saudáveis. Por isso, é melhor administrarmos bem nossos hábitos desde cedo para que não tenhamos complicações futuras.

Neste artigo, você irá conferir um guia para manter os dentes saudáveis ao longo da vida, principalmente quanto à higienização da boca.

Dentes saudáveis são aqueles livres de quaisquer patologias, como as cáries, e disfunções, como as ortodônticas, que afetam seu posicionamento.

Dessa forma, é muito importante visitar seu dentista periodicamente.

Todos esses problemas podem comprometer a integridade dos dentes caso não sejam identificados no início e fazer com que o tratamento tenha de ser mais invasivo.

Abaixo, confira o guia de como manter os dentes saudáveis:

Consulta de rotina

É na consulta de rotina que os dentistas identificam possíveis problemas e atuam de maneira a preveni-los. Os especialistas confirmam que ela deve ser feita, pelo menos, de 6 em 6 meses.

Resumidamente, é uma minuciosa vistoria sobre todas as regiões do dente, usando principalmente a sonda exploratória e o espelho. Se estiver tudo bem, dura poucos minutos.

Nessa consulta, o dentista também costuma fazer a limpeza dos dentes.

Ortodontia preventiva

A ortodontia preventiva age para prevenir o acentuamento de problemas relacionados à má oclusão. Assim, faz com que o paciente não tenha problemas futuros, que, dependendo do que for, podem trazer enormes complicações.

Esse método faz com que o paciente evite colocar aparelho fixo, extraia dentes no futuro com o propósito de alinhar a arcada e não precise de cirurgias ortognáticas, por exemplo.

Higienização bucal

Dentro da limpeza da boca estão uma série de atividades que ajudam a manter os dentes saudáveis e bonitos. Vamos ver quais são:

Escovar os dentes

Escovar os dentes é um ato de higiene diário e deve ser incorporado à rotina. Além de manter a saúde bucal, uma escovação correta deixa os dentes fortes e resistentes, inibindo o desenvolvimento de cáries e outras doenças periodontais, que causam dor, sangramentos e dificuldade para falar e mastigar.

Passo a passo de como escovar os dentes:

  1. Comece escovando as superfícies voltadas para a bochecha dos dentes superiores e, depois, dos inferiores;
  2. Siga fazendo a escovação das superfícies internas dos dentes superiores e inferiores;
  3. Escove as superfícies de mastigação;
  4. Faça movimentos circulares ou verticais, da gengiva para fora. Repita o movimento por cerca de 10 vezes, a cada 2 dentes; e
  5. Escove a língua fazendo movimentos para trás e para a frente.

E qual a escova ideal para ter dentes saudáveis?

Grande parte dos dentistas sugere que a escova de dentes tenha cerdas macias. Esse tipo é o melhor para a remoção da placa bacteriana e também dos resíduos de alimentos. É indicado procurar escovas com cabeças menores pois são mais adequadas e alcançam com facilidade todas regiões da boca.

Escova unitufo

A escova unitufo tem uma pequena cerda na ponta de uma das duas hastes. Essa cerda possui forma cônica e permite que ela penetre no sulco gengival, fazendo uma limpeza adequada e prevenindo que a gengiva inflame.

Sua função é complementar a escovação convencional.

Passo a passo de como usar a escova unitufo:

  1. Comece pela parte exterior, fazendo a limpeza dente a dente;
  2. Faça movimentos circulares. Em seguida, faça como se estivesse varrendo o dente, a fim de retirar as placas que se acumulam;
  3. Foque na junção dos dentes e da gengiva, mas sem ser agressivo. Isso poderia machucar a gengiva e causar uma gengivite;
  4. Na parte interna, repita o mesmo procedimento. Se tiver usando a escova de dois tufos, prefira a que possui o ângulo mais fechado. Ela ajudará na hora de manusear e localizar as placas mais escondidas;
  5. Por último, limpe a superfície de oclusão dos dentes.

Escova interdental

A escova interdental é um tipo de escova que auxilia na limpeza entre os dentes ou braquetes do aparelho. Ela é feita para deslizar facilmente nessas cavidades e tem uma haste que facilita o manuseio do utensílio.

Passo a passo de como usar a escova interdental:

  1. Adquirir uma interdental de qualidade. Se preferir indicações, peça ao seu dentista, ele com certeza saberá apontar qual é a mais adequada para o seu tipo de arcada dentária.
  2. Inserir a cerda da escova de maneira perpendicular à cavidade interdental.
  3. Deixar a mão leve, sem comprimir nem aplicar uma força desproporcional.
  4. Fazer movimentos de vai-vem. A escova deve deslizar sem agressividade para que não machuque a gengiva.
  5. Para quem possui aparelho ortodôntico, a escova pode ser utilizada também de modo a entrar paralelamente entre o aparelho e o dente, limpando os resquícios de sujeira que se armazenam ali.
  6. Usar a escova diariamente, pelo menos antes de dormir.

Creme dental

O creme dental é um ótimo agente que auxilia a escova dental durante a limpeza bucal porque remove a placa bacteriana. Ele faz o polimento das superfícies dentárias e combate o mau hálito, colaborando em deixar o dente saudável.

Prefira as pastas de dente que contenham flúor e baixa abrasividade, assim, você terá dentes saudáveis.

Fio dental

Aprender como passar o fio dental nos dentes possibilita limpar as áreas da boca que estão fora do alcance de sua escova de dentes.

Como passar o fio dental corretamente:

  1. Para começar, é necessário enrolar um pedaço de 40 centímetros nos dedos médios. Deixe um espaço aproximado de 10 centímetros entre eles.
  2. Segurando o fio dental entre o polegar e indicador das duas mãos, realize um movimento suave. Deslize para cima e para baixo na região entre os dentes.
  3. Você deve passar o fio dental na base de cada dente da boca. O segredo é ultrapassar a linha que separa o dente da gengiva, realizando uma limpeza subgengival, o que promove a diminuição do mau hálito. É necessário ser cuidadoso. O tecido gengival é bastante frágil e pode ser danificado caso você force o fio contra a gengiva.
  4. O recomendado é passar pedaços novos, que ainda não foram utilizados, para cada dente a ser limpo.
  5. Utilize movimentos de trás para frente para remover o fio dental do meio dos dentes.

Fio dental com haste

O fio dental com haste é um instrumento que parece com uma forquilha, que em suas duas extremidades têm um fio preso.

Sua função é limpar o meio do dente, a qual está fora de alcance da escova de dente. Portanto, ele é importante para garantir uma higiene bucal completa.

Embora o produto seja recorrentemente indicado a alguns grupos de pessoas, qualquer um pode usá-lo para ter dentes saudáveis. Mas normalmente são recomendados para aqueles que não estão familiarizados com o fio dental.

Como usá-lo:

  1. Segure o fio dental com haste com o polegar e o indicador. Deixe-o paralelamente à cavidade;
  2. Insira-o na cavidade e faça movimentos suaves de vai-vem;
  3. O segredo é ultrapassar a linha que separa o dente da gengiva, realizando uma limpeza subgengival, o que promove a diminuição do mau hálito. É necessário ser cuidadoso. O tecido gengival é bastante frágil e pode ser danificado caso você force o fio contra a gengiva;
  4. Depois da limpeza de uma cavidade, limpe o fio com água corrente, pois dessa maneira evita que a placa bacteriana e os restos de comida sejam transportados de um dente para o outro;
  5. Ao fim, descarte-o

Enxaguante bucal

Enxaguante bucal é um auxiliar da higiene bucal que age no controle químico da placa bacteriana, dissolvendo-a. Assim, ele ajuda a prevenir problemas como cáries, gengivite e mau hálito, possibilitando um hálito refrescante.

O antisséptico sem álcool é o mais recomendado. Ele apresenta produtos que agem na diluição dos princípios ativos, porém que não agridem a boca.

Hábitos que deixam os dentes amarelos

Dentes amarelos surgem através da atuação prejudicial de determinados alimentos, bebidas e medicamentos.

Com o passar dos anos, nossos dentes perdem o esmalte dentário que reveste a coroa, o que gera um desgaste natural e a mudança de cor.

No entanto, alguns costumes aceleram a deterioração do dente saudável. Principais causas:

  • Tabagismo

Produtos que contêm alcatrão, nicotina e metais pesados, presentes em cigarros e cachimbos, ajudam a manchar os dentes.

  • Ausência de higiene bucal

Não manter uma disciplina com a higiene da boca acelera ainda mais o processo de amarelamento.

A falta de escovação e de passar o fio dental sempre que ingerir algum alimento faz com que a placa e o tártaro se acumulem, o que estimula a degradação da coloração.

  • Remédios

Antibióticos que apresentam doxiciclina e tetraciclina escurecem os dentes de crianças menores de oito anos. Os anti-histamínicos, anti-hipertensivos e antipsicóticos, para os adultos, também ajudam no processo.

Sempre que for tomar algum tipo de remédio, verifique os possíveis efeitos colaterais, conversando com o médico, com o dentista e lendo a bula.

  • Vinho

O vinho é rico em taninos, que são polifenóis amarelos que mancham os dentes.

  • Café

O café contém cafeína, que é uma substância escura que amarela os dentes. Se misturá-lo com leite, o efeito de ambos inibe o efeito.

  • Molho de tomate

Se o molho de tomate cair em alguma roupa branca, dificilmente a mancha sairá. Com os dentes é mais ou menos assim. Ele funciona como um corante.

  • Refrigerante

Além do excesso de açúcar, os refrigerantes feitos de cola, pela sua cor altamente escura, deixam facilmente os dentes amarelados. E se estiverem gelados, os dentes sofrem uma contração, ficando mais desprotegidos, contribuindo ainda mais.

Siga essas dicas

Em síntese, vimos que os dentes saudáveis dependem da limpeza que propomos a eles e dos hábitos que temos. Agora que você viu como é possível mantê-los vigorosos, não deixe de seguir essas dicas.

Juliana Peres

Juliana Peres

Graduada em Odontologia pela Universidade Cidade de São Paulo. Pós-graduada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial pelo programa de residência profissional do Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos. Conhecimento na área de cirurgia oral menor e maior. Residente em cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial no Complexo Hospitalar Padre Bento durante 3 anos e responsável pelo atendimento de pacientes na área de clínico geral, cirurgias orais e harmonização orofacial em diferentes clínicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.