Dentes com cores anormais são comuns e têm solução

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Os dentes podem apresentar diferentes cores e ter diversas razões para elas

Existem diferentes motivos que causam dentes com cores anormais. E nem sempre, a razão tem a ver com má higiene bucal ou descuido do paciente.

É claro que alguns fatores, como o tabagismo, por exemplo, influenciam muito no desenvolvimento de dentes com cores anormais, assim como a ingestão recorrente de alimentos ricos em corantes.

Os dentes com cores anormais não significam apenas má saúde bucal. Muitas vezes, a pessoa nasce com um tecido interno, inervado e mineralizado, localizado abaixo do esmalte da coroa, causando esse escurecimento.

O que causa dentes com cores anormais?

Não é comum que as mudanças na cor da dentina apresentem quaisquer tipos de sintomas. Porém, os sinais visuais ficam nítidos quando há alteração.

Dessa forma, cada causa pode gerar um tipo diferente de cor, variando do cinza ao marrom. As principais causas são:

  • Envelhecimento dental – com o tempo deixa o dente amarelo, saturado;
  • Manchas devido à oxidação de metais, principalmente os presentes nas próteses, amalgamas e aparelhos ortodônticos;
  • Em pacientes que passaram por tratamento de canal, os cimentos obturadores usados no processo acabam deixando os dentes acinzentados;
  • Lesões causadas pela cárie, deixando manchas brancas e sombras acinzentadas. Ou ainda manchas amarronzadas, principalmente nos sulcos, fóssulas e fissuras de dentes posteriores;
  • Pigmentações causadas por café, cigarro, alimentos com corante em excesso, causam geralmente uma pigmentação marrom ou até preta.

Causas raras de dentes com cores

Existem ainda outros agentes causadores da alteração do pigmento dos dentes. No entanto, acontecem com menos frequência:

  • Hemorragia interna pós-trauma – o dente fica arroxeado ou amarronzado devido ao sangue liberado no trauma;
  • Uso materno de tetraciclina durante a gravidez – os dentes nascem com faixas brancas, marrom e cinzas;
  • Ingestão de flúor em excesso – dependendo da quantidade, o dente pode apresentar fluorose leve, com estrias brancas, ou fluorose, com manchas amarronzadas;
  • Manchas causadas por traumas durante a formação dos dentes permanentes – chamadas de hipoplasias, essas manchas podem ser profundas ou rasas, extensas ou restritas, dependendo de como foi o trauma;
  • Problemas de formação da estrutura dental, conhecidas por amelogênese imperfeita ou dentinogênese imperfeita, ocasionando manchas brancas ou amarelas.

O que cada alteração de cor representa?

Principalmente nas crianças, é comum observar que, dependo da cor que o dente se encontra, diferentes diagnósticos podem ser feitos.

Manchas amarelas ou até esverdeadas, por exemplo, indicam má higiene bucal. Normalmente causadas por restos de alimentos que não foram retirados na hora da escovação, e pigmentadas pela presença de bactérias.

As mais escuras, negras e amarronzadas, que deixam o dente escurecido, são originadas por bactérias que reagem com o ferro presente na saliva ou em medicamentos.

Costumam aparecer na troca de dentes. Por isso, muitos pacientes apresentam dente de leite acinzentado.

Tratamentos para dentes com cores

Diversas formas de tratar recuperar a coloração normal dos dentes estão disponíveis nas clínicas e consultórios odontológicos.

Depois de ter realizado o diagnóstico e identificado a raiz do problema que está causando essa alteração, o cirurgião-dentista irá indicar qual o procedimento a ser realizado para trazer a cor original de volta.
Entre os tratamentos mais conhecidos, estão:
  1. Clareamento dental – muito procurado pelos pacientes por diferentes motivos. O clareamento é o mais indicado nos casos em que as alterações são externas. Existem procedimentos específicos para cada tipo de dente. O ideal é pedir e seguir as orientações do seu dentista.
  2. Facetas e lentes de contato – em casos que a coloração não será efetiva por meio do clareamento, o uso de laminados como as facetas de porcelana e lentes de contato é o mais indicado.

O ideal para qualquer procedimento odontológico é sempre procurar seu dentista. Por isso, os dentes com cores anormais não devem ser tratados em casa e sem orientação de um profissional.

Silmara Alves Rozo Ducatti

Silmara Alves Rozo Ducatti

Cirurgiã-dentista graduada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) e especialista em Ortodontia pelo Sindicato dos Odontologistas de Mato Grosso do Sul (SIOMS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.