Broca esférica é essencial nos procedimentos odontológicos

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui quais são as funções da broca esférica na odontologia

Na hora dos procedimentos odontológicos, os diferentes tipos de dentistas utilizam certos equipamentos e materiais. Por exemplo, a broca esférica é quase uma unanimidade usada por diversos profissionais.

Ela é de fácil manuseio e auxilia no tratamento odontológico. Mas, afinal, o que é a broca esférica?

Broca esférica é um instrumento odontológico feito de material metálico. Esse instrumental é usado, principalmente, para realizar o acesso cavitário.

Neste artigo iremos tirar todas as suas dúvida sobre as brocas esféricas. Vamos começar?

Quais são os tipos de brocas esféricas?

As brocas odontológicas são dividas em 3 grupos:

  • Brocas esféricas carbide;
  • Brocas esféricas diamantadas; e
  • Brocas transmetais.

As de carbide são usadas principalmente para remover cárie. Além disso, os profissionais também utilizam esse instrumento na penetração da câmara pulpar para acessar o conduto e remover o teto desse elemento bucal.

A broca esférica diamantada é utilizada no procedimento de restauração de porcelana.

Assim, o acesso endodôntico é feito através do material. Por isso, a broca penetra o material de forma mais fácil e não há muitos perigos de trincar ou fraturar a restauração.

Quando necessário, o instrumento também é usado para desgastar o esmalte dentário e a dentina.

As brocas transmetais são ideais para os pacientes que têm dentes com restaurações de amálgama e casquetes de metal com porcelana.

Assim, o acesso cavitário é feito com essa broca, que é a maior e tem uma eficiência melhor no corte.

Importância da broca esférica

As brocas esféricas têm como principal função e importância o acesso cavitário. Por isso, elas são importantes nos tratamentos odontológicos.

Elas garantem que o paciente tenha a recuperação da estética e da funcionalidade dos elementos bucais.

Como faço para preservar as brocas?

Você precisa garantir a boa higienização do seu equipamento. Assim, o material dura mais e dificilmente irá ser infectado. Para isso, você precisa fazer a esterilização.

Esse é um procedimento padrão e tradicional na área da saúde. Afinal, esterilização desinfecciona os instrumentos clínicos, incluindo a broca. Grande parte dos fabricantes garantem que o equipamento já vem estéril.

De acordo com especialistas, o ideal seria ser de uso único. Existem países que descartam o equipamento após o uso, pois acredita-se que a temperatura pode alterar a eficiência do corte.

Independente disso, caso seja reutilizada, é necessário fazer a esterilização da broca. Assim, ela fica limpa e livre de bactérias e germes. Com isso, ela pode ser usada novamente sem riscos à saúde.

Normalmente a esterilização é feita com a autoclave a vapor, óxido de etileno, formaldeído e peróxido de hidrogênio. Fique atento às recomendações do produto!

Escolha a melhor no mercado

Quando você for comprar o aparelho, é importante levar em consideração alguns critérios. Assim, a sua compra é feita com segurança e conforto. Além disso, você terá confiança no produto.

Para equipar o seu consultório, você também deve prestar atenção na durabilidade do equipamento e sua resistência.

E você precisa ficar atento para o custo do produto! Os mais baratos nem sempre são a melhor respostas. A compra da broca é um investimento que melhora seu atendimento e otimiza seu trabalho.

Portanto, preste atenção e opte pela tecnologia e características do produto. Mesmo que a broca seja mais cara, talvez ela seja a melhor para o seu trabalho.

Faça uma pesquisa detalhada sobre esse e outros materiais odontológicos. Assim, você garante a melhor broca esférica do mercado.

Rodrigo Venticinque

Rodrigo Venticinque

Graduado pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e especialista em Prótese e Reabilitação Oral Integrativa, Biofísica Quântica, Biorressonância Aplicada e Ortomolecular. Pós-graduado em Estética Dental e Reabilitação Oral, com certificação em Remoção Segura da Amálgama e Odontologia Biológica pela Academia Internacional de Medicina Oral e Toxicologia. Professor da pós-graduação em Biofísica e Ortobiomolecular da QuantumBio. Também atua nas áreas de Ozonioterapia, Odontologia Sistêmica, Sedação Consciente com Óxido Nitroso e Hipnose. Diretor da clínica Venticinque Odontologia.

Compartilhe sua opinião

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!