Como escolher o material odontológico para o seu consultório

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Confira aqui o que você precisa saber antes de comprar os produtos para sua clínica ou consultório

Não é fácil, nem rápido encontrar o material odontológico adequado para sua clínica ou consultório. Preço, qualidade e higienização são apenas alguns dos pontos considerados no momento da compra.

Vários procedimentos da área precisam de um material odontológico específico. Por isso, o dentista precisa ficar atento e encontrar os produtos mais adequados. Só assim ele consegue exercer sua profissão e atender de forma apropriada os pacientes.

O material odontológico é todo instrumento utilizado pelos profissionais da área da odontologia. São produtos usados em todos os procedimentos, desde os mais simples até os mais complexos.

Separamos neste artigos algumas dicas essenciais que vão te ajudar na escolha dos melhores materiais odontológicos.

Como devo me organizar?

Recomendamos que você faça uma lista com tudo o que você precisa. Liste todos os produtos odontológicos necessários, quais lugares você conhece que vende e qual o preço que você pretende investir.

Esse é o primeiro passo para você se localizar em quais informações você já tem e quais ainda precisam ser trabalhadas.

Pesquisar sobre o material odontológico

É preciso que o dentista faça uma pesquisa sobre onde comprar e o que comprar.

Saber as referências, os preços e como armazenar os produtos que serão comprados é necessário.

Como encontrar o melhor fornecedor?

Pode ser uma busca difícil, mas ela é importante. É por meio do fornecedor que você vai encontrar seus produtos e saber das qualidades deles.

Assim, selecione apenas os fornecedores que têm referências no mercado. Também, pergunte para colegas qual a qualidade dos materiais dos fornecedores deles.

Alguns aspectos para se considerar na hora de escolher um fornecedor são:

  • Cumprimento de prazos;
  • Produtos de alta qualidade;
  • Garantia dos materiais comprados; e
  • Informações técnicas claras;

Registro da Anvisa

Todos os produtos que são utilizados na odontologia devem ser registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Esse órgão é responsável pela regulamentação dos materiais dos consultórios odontológicos.

Por isso, você precisa verificar a regulamentação do produtos do seu fornecedor. Você consegue analisar isso no próprio site da Anvisa.

Custo-benefício

Na hora da compra, fique atento para materiais que estão muito abaixo do preço do mercado. Isso pode indicar que eles estão para vencer ou que estão danificados.

Veja quanto você pode investir e procure por fornecedores de referência no mercado que podem atender às suas necessidades.

Preze pela higiene

É importante que você verifique se todos os produtos odontológicos estão higienizados. Por isso, é essencial que você procure um fornecedor de confiança.

Assim que os produtos chegarem no seu consultório, faça uma análise conferindo como está o estado deles. Em seguida, guarde os materiais em um lugar higienizado.

Quais produtos não podem falar?

Na hora de fazer a lista de materiais para consultório odontológico que não podem falar, sempre nos perdemos. Alguns produtos acabam sendo esquecidos. Mas, trouxemos a solução para você.

A seguir você encontra uma lista com todos os materiais necessários:

  • Anestésico com vaso;
  • Anestésico sem vaso;
  • Anestésico tópico;
  • Bicarbonato de sódio;
  • Cariostático;
  • Cimento cirurgico;
  • Cimento endodôntico;
  • Clorexidine 2%;
  • Clorexidine 0,12%;
  • Cones acessórios;
  • Cones guta;
  • Cunhas de madeira;
  • Dessensibilizante;
  • Discos soflex;
  • Dycal;
  • EDTA;
  • Flúor tópico;
  • Flúor verniz;
  • Formocresol;
  • Hemostesin;
  • Hipoclorito;
  • Ionômetro de vidro;
  • IRM;
  • Matriz metálica;
  • Paramono;
  • Pasta de polimento resinas;
  • Pasta profilática;
  • Resinas (A1; A2; A3; A3,5; A4; B1; T; 0A2; OA3);
  • Roletes de algodão;
  • Selante;
  • Sugadores;
  • Tartarite;
  • Tiras de lixa metálicas e poliéster;
  • Tiras de poliéster; e
  • Tricresol.

Mas, lembre: a quantidade de cada produto odontológico vai variar. Número de funcionários, número de pacientes e custos são alguns dos pontos que influenciam em quantos materiais o dentista terá.

Pronto! Agora você já está pronto para comprar um material odontológico de qualidade e eficiente. Boa sorte.

Yara Barreto

Yara Barreto

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (2008). Aluna de iniciação científica Pibic/Unicid da Universidade de São Paulo. Em 2009, concluiu estágio clínico em Ortodontia no Instituto Vellini, e em 2010, curso de planejamento Ortodôntico na Universidade Metodista. Concluiu em 2014 sua especialização em ortodontia e atua com ortodontia digital. Dentista na Odontoclinic e responsável técnica da OdontoImage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2018

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.