Aparelhos ortopédicos auxiliam tratamento de má oclusão

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Aparelho ortopédico pode ser peça chave para tratamento odontológico

Ainda durante a infância, alguns problemas odontológicos podem ser reconhecidos. Assim, o dentista pode indicar o uso de aparelhos ortopédicos.

Conheça como funcionam os aparelhos ortopédicos e algumas dicas para sua utilização.

Aparelhos ortopédicos são utilizados no tratamento de funções desequilibradas da cavidade oral ou da face, como casos de má oclusão.

Em geral, seu uso é focado na produção de efeitos positivos sobre a estrutura óssea responsável por sustentar os elementos da arcada dentária.

As disfunções que afetam essa estrutura podem ser genéticos ou adquiridas por traumas ou hábitos nocivos como chupar chupetas por tempo extensivo.

Assim, o aparelho ortopédico bucal e facial pode agir estimulando o crescimento do osso mandibular ou restringindo o crescimento do osso maxilar, dependendo da necessidade do paciente.

Como funcionam os aparelhos ortopédicos?

Os aparelhos utilizados na especialidade odontológica da ortodontia promovem a utilização de forças externas para realizar a correção dos desequilíbrios oclusais.

Já o aparelho ortopédico promove a correção do problema pelo próprio organismo. Desse modo, as forças aplicadas são passivas e contam com pequena intensidade.

Isso porque elas estimulam os nervos sensoriais a realizar a remodelação óssea ou muscular necessária para eliminar o transtorno.

Por isso, é comum que esse tipo de dispositivo seja indicado para crianças entre seus 5 e 11 anos de idade, que ainda passam pelo processo de crescimento ósseo.

Os aparelhos ortodônticos, por sua vez, podem ser recomendados para pessoas de todas as faixas etárias.

Uso de aparelhos ortopédicos em tratamentos ortodônticos

É comum o uso de um aparelho ortopédico dental seja a primeira fase de um tratamento ortodôntico.

Dessa maneira, o tratamento visa, como ponto inicial, a correção e redirecionamento dos problemas ósseos. Eles podem vir a atrapalhar o desenvolvimento da face e até mesmo dos dentes.

Posteriormente, com essa questão finalizada, ocorre o realinhamento e reposicionamento dos dentes.

Para isso, são utilizados os aparelhos ortodônticos fixos. O aparelho fixo é composto pelos braquetes, que são as peças coladas nos dentes e pelo arco, um fio metálico que passa pelos braquetes.

Além disso, existem também as ligaduras metálicas ou borrachinhas coloridas. Elas servem para fixar o arco no interior dos braquetes.

A duração de um tratamento com o aparelho fixo depende de fatores como a necessidade ou não de extrações, idade do paciente, problemas hormonais, medicações e mecânica utilizada.

Porém, segundo profissionais, esse tratamento é normalmente é concluído entre 1 ou 2 anos.

Dicas para o uso de aparelhos ortopédicos

Existem algumas dicas úteis para facilitar a adaptação de pacientes que usam um aparelho ortopédico dos maxilares ou da mandíbula, por exemplo:

  • Higienizar o aparelho removível toda vez que for recolocá-lo na boca;
  • Dormir utilizando o aparelho;
  • Tomar cuidado para não quebrar ou deformar o aparelho;
  • Recolocar o aparelho na boca, devidamente higienizado, após finalizar uma refeição;
  • Não colocar o aparelho em água quente;
  • Manter o aparelho em um copo com água e pastilhas efervescentes ao menos uma vez por semana.

Se você utilizada aparelhos ortopédicos, não esqueça de realizar visitas periódicas ao médico dentista. O acompanhamento é muito importante para o sucesso do tratamento.

Rodrigo Venticinque

Rodrigo Venticinque

Graduado pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) e especialista em Prótese e Reabilitação Oral Integrativa, Biofísica Quântica, Biorressonância Aplicada e Ortomolecular. Pós-graduado em Estética Dental e Reabilitação Oral, com certificação em Remoção Segura da Amálgama e Odontologia Biológica pela Academia Internacional de Medicina Oral e Toxicologia. Professor da pós-graduação em Biofísica e Ortobiomolecular da QuantumBio. Também atua nas áreas de Ozonioterapia, Odontologia Sistêmica, Sedação Consciente com Óxido Nitroso e Hipnose. Diretor da clínica Venticinque Odontologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.