Benefícios do aparelho autoligado para os pacientes

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

Quem tem problemas na posição dos dentes, gerada por traumas, acidentes ou propensões genéticas, recorre ao uso de aparelhos ortodônticos. Existem diversos tipos de aparelhos, utilizados para diferentes casos. Entre eles está o aparelho autoligado.

O aparelho autoligado é mais uma das novidades na área da odontologia, fruto dos avanços da tecnologia. Sua função é semelhante à função do aparelho fixo comum, porém, proporciona facilidades e vantagens para quem o usa.

Aparelho autoligado é a versão do aparelho fixo convencional que não possui as famosas borrachinhas. Essas borrachinhas servem para prender o fio ortodôntico do aparelho ao braquete. No aparelho autoligado, o próprio braquete faz essa ligação, tornando desnecessária a presença do elástico.

O que é o aparelho autoligado?

Assim como já começamos a explicar, essa é uma tecnologia muito moderna, se não a mais moderna, que existe nos tratamentos ortodônticos de hoje em dia.

Com ele, não é então necessário que as tão conhecidas borrachinhas para aparelho sejam utilizadas. Isso se deve ao fato de que elas servem para prender o fio ao bráquete, o que no autoligado não é necessário.

Nesse tipo de aparelho, os braquetes são muto tecnologicamente avançados, cada um deles possui um tipo de portinha que abre e fecha, por onde o dentista passa o fio e depois a fecha novamente.

O fato de não precisar fazer o uso das borrachinhas traz diversos benefícios, como é o caso da diminuição do atrito entre o fio e o braquete.

Com isso, é possível que o dentista apenas faça forças leves sobre os dentes, permitindo ainda que os resultados sejam mais rápidos e também mais eficazes.

Quais as vantagens do aparelho autoligado

É mais higiênico – as borrachinhas presentes nos aparelhos convencionais são porosas. Isso facilita o acúmulo e proliferação de bactérias. Disso, podem surgir problemas como cárie, tártaro e mau hálito.

Assim, o aparelho ortodôntico autoligado é mais higiênico. A ausência das borrachinhas também permite que a limpeza da boca, através da escovação e do uso de fio dental, por exemplo, seja realizada com mais facilidade.

Causa menos dor – as borrachinhas são responsáveis por gera atrito entre os braquetes e o fio ortodôntico. Esse atrito pode gerar dor e desconforto no paciente.

Sem o atrito, também é possível que se aplique menos força no processo de movimentação dos dentes. Assim, o aparelho de dente interligado é mais confortável para quem usa.

Tratamento mais rápido – o tratamento ortodôntico que utiliza o aparelho de dente interligado é mais rápido se comparado ao tratamento com o aparelho fixo convencional.

A maior movimentação possibilitada pelo uso desse aparelho faz com que o processo de alinhamento dos dentes seja mais ágil. Pesquisas afirmam que, com o uso do aparelho de dente interligado, a duração do tratamento diminui em cerca de 24%.

Além disso, o tempo gasto com a manutenção do aparelho também é menor, e a necessidade de idas ao consultório do dentista é menos frequente.

Sem problemas estéticos – algumas pessoas se incomodam com a presença das borrachinhas coloridas em seus aparelhos ortodônticos por não acharem esteticamente bonito.

Assim, o aparelho autoligado, por não possuir essas borrachinhas, representa uma opção mais discreta.

Um dos maiores benefícios que esse tipo de aparelho traz e que podemos observar, é o fato dele, muitas vezes, eliminar a necessidade de retirada dos dentes. Vamos entender por que?

Reduz a necessidade de extração de dentes

Esse aparelho ortodôntico autoligado possui um tipo de sistema que permite uma maior expansão de cada uma das arcadas dentárias quando comparado com o método tradicional.

Dessa forma, esse é o principal motivo que faz com que a necessidade de se realizar uma extração de dente seja necessária durante o tratamento ortodôntico.

Porém, é importante entender que, em momento algum, apenas por estar passando pelo uso de uma aparelho autoligado o paciente estará completamente livre de extrações.

Existem casos que, para que o tratamento possa ser concluído com sucesso e com o melhor resultado possível, a extração acaba sendo sim a melhor saída.

Dessa forma, toda e qualquer vantagem que possa surgir com relação a isso, terá a ver totalmente com a capacidade e conhecimento do cirurgião-dentista.

Então, mesmo que um aparelho tradicional seja o método de uso do paciente, os mesmos benefícios podem ser usufruídos caso o profissional saiba como fazê-los acontecer.

Quanto tempo dura o tratamento com aparelho autoligado?

O tempo de tratamento depende muito do nível de oclusão do paciente. Para saber exatamente quanto tempo será necessário para corrigir o seu sorriso, você deve conversar com o seu dentista para que ele passe as devidas informações.

Quem pode usar o aparelho autoligado?

Não existem restrições para o uso do aparelho autoligado. Porém, o seu efeito não é o mesmo para todos os casos.

As indicações do aparelho de dente interligado são maiores para pessoa:

  • Que precisem passar por processos de expansão da arcada dentária;
  • Com problemas de mordida cruzada ou aberta;
  • Tenham alterações ósseas;
  • Apresentem problemas no alinhamento dos dentes.

Entretanto, em casos de fechamento de espaços entre os dentes, por exemplo, o aparelho ortodôntico autoligado não apresenta grandes vantagens em relação ao fixo.

O que é o braquete?

Os braquetes do aparelho autoligado possuem uma espécie de “tampa”, que permite a ligação direta entre o fio odontológico e o braquete. Esse tipo de aparelho pode ser metálico, de porcelana ou até de plástico.

Além disso, assim como já citamos anteriormente neste artigo, as borrachinhas coloridas também não fazem mais parte desse método de tratamento.

No lugar delas estão as tampas, que fazem com que os dentes consigam deslizar muito mais facilmente e, alcançar então a posição correta com uma maior facilidade e rapidez.

Uma ótima opção para quem busca o realinhamento dos dentes são os braquetes interligados, que possuem diversas vantagens, quando comparados aos aparelhos convencionais.

Benefícios da braquete autoligado

Com todas as vantagens que já citamos, ficou claro que o braquete autoligado possui diversas vantagens, não é mesmo?

Muitas pessoas os consideram não muito agradável visualmente falando. Porém, é uma questão de colocar tudo em uma balança e decidir o que vale mais a pena ou não.

Além disso, esse tipo de braquete ainda tem a enorme vantagem de acumular menos sujeiras nos dentes do que os tradicionais, o que costuma ser um grande incômodo para os pacientes que fazem uso de aparelho ortodôntico.

Quem pode utilizar os braquetes autoligados?

É importante saber que não existem restrições quando ao uso desse aparelho autoligado. Inclusive, se for de seu interesse, basta questionar seu dentista se é a possibilidade mais adequada para você.

Dessa forma, todo e qualquer paciente que precisar passar por um tratamento de realinhamento de dentes, pode sim optar por utilizar os braquetes autoligados, que são muito mais modernos e eficazes.

O único detalhe é apenas ficar atento a todas as orientações que se cirurgião-dentista passar, quanto a higiene, etc, uma vez que alguns cuidados exclusivos para com esse modelo podem ser necessários.

Qual o valor do aparelho autoligado?

O valor do aparelho ortodôntico autoligado é mais alto se comparado ao aparelho fixo comum. Isso acontece, pois, o aparelho autoligado é mais moderno e eficiente em relação aos outros tipos de aparelho.

Investir em um tratamento ortodôntico é uma parte super importante e que irá, muitas vezes, ser o fator determinante para qual caminho o paciente irá optar.

Dessa forma, é fundamental falarmos sobre esse assunto e destacar que, existem também outras opções e métodos, caso o autoligado, que é o em questão, não seja o mais adequado para o seu bolso.

Sendo assim, você precisa saber que o aparelho ortodôntico autoligado está entre os valores de aparelhos para os dentes mais altos.

Porém, assim como já citamos em diversos outros tópicos deste artigo, ele tem muitos diferenciais únicos e traz as mais diversas vantagens em seu uso.

Algo que costuma chamar muito a atenção dos pessoas é a diminuição na quantidade de idas ao dentista. Com ele, as visitas ao consultório para manutenção são mais espaçadas.

Além de tudo isso, dentro da categoria dos autoligados, o preço pode ainda variar entre o aparelho autoligado metálico ou o aparelho autoligado estético.

Os dois casos funcionam com o mesmo tipo de tecnologia, a autoligável, porém, o estético como o próprio nome já diz, traz uma aparência mais delicada e agradável. Logo, seu preço é um pouco mais alto.

Como fazer a higiene bucal correta com o aparelho?

Assim como para todo qualquer outro paciente que faça tratamento com um aparelho ortodôntico, a questão da higiene deve ser levada muito a sério.

Uma vez que o aparelho não será removido por um bom tempo, até que o tratamento seja finalizado, é imprescindível tomar cuidado com os restos de comida.

O acúmulo de alimentos nos bráquetes e até mesmo nos fios, pode trazer sérias complicações para o paciente, principalmente pelo fato de que o biofilme acumulado é muito prejudicial.

Por isso, separamos algumas dicas para que você não passe por nenhum problema devido a uma má higienização do seu aparelho autoligado.

É importante realizar sempre os 4 passos:

  1. Boa escovação
  2. Pssar fio dental
  3. Finalizar limpeza com enxaguante bucal
  4. Atente-se aos tipos de alimentos consumidos

Existem certas técnicas específicas para o aparelho autoligado. Vamos conhecê-las?

Boa escovação dentária

Que uma boa escovação, passando por todos os dentes e cavidades, é fundamental, isso todos já sabem, independente do uso de aparelhos ou não.

Porém, durante o tratamento com um desses, o cuidado deve ser então redobrado, principalmente uma vez que escovar os dentes com perfeição pode ficar um pouco mais complicado devido a presença dos braquetes e fios.

Mas isso não deve impedir que você faça a higiene, basta ter paciência e muito cuidado. Assim como acabamos de citar, deixar restos de comida nesses locais pode trazer sérias complicações.

A escova interdental costuma ser uma grande aliada de todos os pacientes que fazem uso de um aparelho ortodôntico.

Ela ajuda muito a limpar por entre os braquetes, sob o fio ortodôntico e também, chegar a áreas mais complicadas e apertadas, como a junção dos dentes.

A escovação diária e, no mínimo, após todas as refeições é fundamental para garantir que nenhum alimento será acumulado nessa região.

Isso serve tanto para os que fazem uso de braquetes metálicos ou dos estéticos, porém, como os estéticos costumam ser transparentes, a comida pode aparecer ainda mais, atente-se!

Jamais esqueça do fio dental

Você já deve estar cansado de ouvir todos os profissionais da odontologia falarem sobre a importância do uso do fio dental, não é mesmo?

Se você faz uso de um aparelho ortodôntico então, prepare-se pois a cobrança é ainda maior para que ele não seja deixado de lado na hora da higiene bucal.

Passar fio dental todos os dias não é algo opcional, é obrigatório. Ele irá ajudar muito mais a garantir que nenhum resto de comida ficou entre os dentes após a escovação.

Além disso, ele auxilia muito na remoção das placas bacterianas que se instalam ao redor da gengiva e dentes, podendo causar problemas como mau hálito e gengivite.

Porém, diferentemente da escovação, não é necessário e nem recomendado passar o fio dental após cada uma das refeições feitas.

O uso exagerado pode machucar as gengivas, o que não é objetivo de forma alguma. Por isso, quando feito de forma correta e eficiente, apenas uma vez ao dia é mais do que o suficiente.

Use enxaguante bucal

Assim como acabamos de falar do uso do fio dental, o enxaguante bucal segue a mesma linha de aplicação e cuidados.

Não é necessário que você faça bochechos após cada uma das refeições do seu dia. Pelo contrário, não é indicado que seja usado tantas vezes.

O excesso desse produto pode trazer uma sensibilidade aos dentes, por exemplo. Além do que, existem componentes um pouco fortes que.

Quando essas substâncias estão em contato com a cavidade bucal em excesso, podem queimar/feriar a língua e a mucosa da boca. Use-o com moderação.

Porém, é importante saber também que enxaguar a boca jamais deve substituir uma escovação. Pois são os movimentos feitos com a escova e o contato de suas cerdas com os dentes que eliminam a placa completamente.

Cuidado com a alimentação

Você sabia que uma curiosidade sobre os aparelhos autoligados é que, além de mais confortáveis, eles são ainda mais fortes do que os tradicionais?

Entretanto, isso não impede de que sejam danificados devido a certos tipos de alimentos que podem quebrar partes de suas peças principais.

Além disso, existem também algumas comidas que os pacientes que utilizam esse aparelho, devem evitar sempre que possível.

Alguns dos principais exemplos são os alimentos pegajosos, que tenham muito corante ou uma adição em excesso de açúcar, assim como os que soltam muitos fios ou fibras.

Não é necessário e nem significa que você jamais poderá comer comidas que tenham essas características. Porém, só é preciso evitar consumi-las em excesso, uma vez que podem danificar seriamente os braquetes.

Caso isso ocorra, pode ser necessário que o cirurgião-dentista interfira para trocar essas peças, logo, isso irá atrapalhar o andamento do tratamento, fazendo que o tempo com o aparelho aumente.

Dica para uma boa escovação usando aparelhos autoligados

Após todas as dicas que demos, existem alguns jeitinhos específicos do aparelho autoligado que irão te ajudar a fazer sua higiene bucal da melhor forma possível.

Ficou interessado não é mesmo? Então acompanhe esse guia rápido com 7 passos que ajudarão a facilitar sua vida no momento de limpar o aparelho autoligado.

  1. Escolha a escova adequada: A recomendação é usar uma que tenha cerdas de nylon. Muita gente compra com cerdas acessórias ou cones de borracha para “massagear a gengiva”, porque acredita que fazem toda a diferença. Não acredite nisso.
  2. Não demore para escovar os dentes: para garantir uma melhor higiene, a escovação deve ser feita em até cinco minutos depois das refeições, evitando que os alimentos se fixem ainda mais às gengivas e dentes;
  3. Enxague: Antes de começar a escovar, faça um bochecho com água. Isso irá então facilitar o deslocamento de restos alimentares presos no aparelho ortodôntico.
  4. Movimentos da escova: a escovação deve começar pelo lado de fora dos dentes, com a escova paralela aos braquetes. Os movimentos devem ser circulares e sempre tomando cuidado para não fazer força demais.
  5. Limpeza dos braquetes: a escova interdental deve ser usada para limpar entre os braquetes e o fio sempre.
  6. Não esqueça do fio dental: pode ser bem difícil passar fio dental com o aparelho ortodôntico. Dessa forma, uma dica para garantir a higiene completa e mais fácil, conte com a ajuda de um passa-fio.
  7. Bochecho para finalizar: Ao final da escovação, use enxaguante bucal por 30 segundos para ajudar a remover os resíduos restantes.

Além disso, caso seu cirurgião-dentista tenha feito alguma recomendação, como realizar limpezas odontológicas no consultório, por exemplo, é importante seguir essas orientações à risca.

Usar um aparelho autoligado não é um bicho de sete cabeças. Tomando todos os cuidados exigidos pelo seu dentista e seguindo as dicas que demos neste artigo, com certeza seu tratamento será de sucesso e ocorrerá sem nenhum problema.

Ramiro Murad
Ramiro Murad
Ramiro Murad Saad Neto, cirurgião-dentista com registro no Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CRO-SP) nº 118151, é graduado pela UNIC e residente em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Facial no Sindicato dos Odontologistas de São Paulo (SOESP - SP). Possui habilitação em Harmonização Orofacial e também é gestor de clínicas e franquias odontológicas. Além disso, é integrante da equipe Bucomaxilofacial da Clínica da Villa, que está na Rua Eça de Queiroz, 467 - Vila Mariana, São Paulo - SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio
Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.
Agende uma consulta
Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

Simpatio 2021 © - Todos os Direitos Reservados

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.

Os conteúdos da Simpatio são escritos por jornalistas e possuem a supervisão e a aprovação de dentistas e de profissionais de saúde parceiros.