Angioedema pode afetar as vias respiratórias do paciente

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Tweet Isso
Share on linkedin
Compartilhe

O angioedema é uma espécie de alergia que mexe com os tecidos moles do organismo

A alergia é uma reação do nosso sistema imunológico quando estamos expostos a substâncias ou condições que nos prejudicam, como é o caso do angioedema.

Mesmo que o tratamento do angioedema não esteja diretamente ligado à odontologia, o dentista precisa estar por dentro para saber como agir nessas circunstâncias. Ele necessita compreender que algumas de suas atitudes durante o tratamento podem desencadear a alergia.

Angioedema é uma disfunção caracterizada pelo inchaço do tecido subcutâneo que atinge os tecidos moles do organismo. Ele afeta os lábios, as pálpebras, as genitálias, a língua, a laringe e etc. No caso da laringe, por exemplo, ela pode inchar de tal modo que causa asfixia no paciente.

Causas do Angioedema

O angioedema é uma urticária gigante, ou seja, uma espécie de irritação cutânea que está associada à alergia. E a origem da alergia pode ser alimentar, medicamentosa, de picadas de insetos, como formigas, abelhas e vespas, climática ou por estresse.

Os alimentos que mais despertam esse tipo de inflamação são mariscos, peixes, amendoins, nozes, ovos e leite. E os medicamentos em sua grande maioria estão relacionados a analgésicos e a remédios de pressão arterial.

Além dessas condições, o problema pode ser hereditário, sendo caracterizado por um desordem autossômica dominante.

Sintomas do Angioedema

Durante a reação, a histamina, uma amina biogênica vasodilatadora do nosso corpo que atua em processos de respostas imunológicas, ocasiona em alguns sintomas. Ela deixa a pele vermelha, causa coceira e faz aparecer edemas. Há a possibilidade de provocar dor ou não.

Normalmente, os sintomas aparecem de maneira abrupta, pois trata-se de uma espécie de choque anafilático.

Confira todos os sintomas:

  • Inchaço ao redor dos olhos;
  • Inchaço ao redor dos lábios;
  • Manchas vermelhas;
  • Coceira;
  • Edemas;
  • Problemas com a respiração;
  • Cólicas abdominais.

Diagnóstico do edema de Quincke

Para descobrir o motivo, o paciente terá de recapitular o que aconteceu em sua vida nos últimos dias, durante a anamnese com o especialista, e realizar exames de sangue para dar mais propriedade ao diagnóstico.

O médico também terá de observar o histórico clínico do paciente para verificar se o edema de Quincke já aconteceu em outros momentos.

Tratamento do edema

Quando trata-se de casos leves, dificilmente precisa de tratamento. O distúrbio tende a sumir depois de um período e não atrapalhará a vida do paciente.

No entanto, em situações mais graves, de imediato, é possível realizar compressas de água gelada, que ajudam a aliviar a dor.

Em seguida, a pessoa deve ingerir medicamentos para conter a alergia e cessar seus sintomas. Esses remédios geralmente são anti-histamínicos, anti-inflamatórios, epinefrina e broncodilatadores.

O paciente com angioedema que não apresenta dificuldades respiratórias geralmente não precisa se preocupar tanto. Seu problema está mais associado a um desconforto local e a um incômodo estético.

Mas se ela estiver com a respiração obstruída, é preciso procurar por um hospital urgentemente. Há situações em que a pessoa deve ser entubada para manter as vias respiratórias abertas.

Angioedema na odontologia

Como o edema angioneurótico afeta as mucosas da boca, principalmente a língua e os lábios, o paciente pode ter dificuldades de mastigação, de deglutição e de realizar a higienização bucal. Por isso, o dentista atua para garantir que essas funções sejam restabelecidas.

Durante intervenções cirúrgicas, o dentista precisa ficar atento com os medicamentos que usará porque podem motivar as reações alérgicas. E como o angioedema também é causado por situações de estresse, ele deve saber conduzir o tratamento da maneira mais serena possível.

Valdir de Oliveira

Valdir de Oliveira

Cirurgião-dentista graduado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (UNISA). Pós-graduado em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Sboom. Com especialização e mestrado em Implantodontia, habilitação em Harmonização Orofacial e Anatomia da Face. Professor nas áreas de Cirurgia Bucomaxilo Facial e Harmonização Orofacial. Voluntário há mais de 20 anos na Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais - ADRA Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Simpatio

Somos dedicados em criar conteúdo de qualidade e informativo. Nossa missão é informar pacientes, dentistas e clínicas provendo conteúdos altamente relevantes sobre odontologia e saúde bucal gratuitamente.

Agende uma consulta

Precisando de algum tipo de ajuda ou apoio relacionado a sua saúde ou estética bucal? Clique no botão abaixo!

Postagens Recentes

Receba Nossos Conteúdos

Preencha seu e-mail acima e receba conteúdos exclusivos gratuitamente!

© All rights reserved

Simpatio 2020

As informações contidas neste site têm como objetivo único informar. A Simpatio tem o compromisso de estimular, e nunca substituir, as relações entre dentistas e pacientes. Sempre deixamos isso muito claro nos textos e na comunicação com nossos leitores. É fundamental que o paciente, ao notar qualquer alteração em sua saúde bucal, consulte seu dentista de confiança. Cada indivíduo requer um tratamento personalizado.